Destaques:
Pesquisar:  

               10ª.  ASSEMBLÉIA DIOCESANA DA AÇÃO EVANGELIZADORA
Efetuada no dia 16 de Junho de 2007, no Seminário Verbo Divino, com a participação de mais de 200 pessoas: lideranças leigas de paróquias, pastorais, movimentos e organismos; religiosos, religiosas,diáconos permanentes, seminaristas maiores diocesanos, padres, Conselho da Ação Evangelizadora da Diocese de Ponta Grossa e o bispo diocesano Dom Sérgio Arthur Braschi, determinou o 19º. Plano de Ação Evangelizadora para o período de 2007-2010. Á luz da Conferência de Aparecida e das Diretrizes da Ação Evangelizadora para a Igreja do Brasil, a Diocese na 10ª. Assembléia Diocesana decidiu assumir com a aprovação da maioria absoluta o seguinte: 2 Prioridades da Ação Evangelizadora: Santas Missões Populares e Evangelização da Juventude/setor Jovem, e continuar atuando como Atividade Permanente: Conselhos de Pastoral, Pequenos Grupos e Mutirão para a Superação da Fome e da Miséria.
1. Prioridades:
            1. Santas Missões Populares.
            2. Evangelização da Juventude e Setor Jovem.
2. Atividades Permanentes:
            1. Conselhos de Pastoral.
            2. Pequenos Grupos.
            3. Mutirão para a Superação da Fome e da Miséria.
 
                               ASSEMBLÉIA DIOCESANA DE REVISÃO
          DA 10ª. ASSEMBLÉIA DIOCESANA DA AÇÃO EVANGELIZADORA  
                                       DIOCESE DE PONTA GROSSA
No dia 20 de Junho de 2009, no centro de pastoral da Paróquia São Sebastião em Ponta Grossa, das 09:00 hrs. até 16:00 hrs., aconteceu a Assembléia Diocesana de Revisão da 10ª. Assembléia Diocesana da Ação Evangelizadora da Diocese de Ponta Grossa.
Estavam presentes o Bispo Diocesano Dom Sérgio Arthur Braschi, o Coordenador do Conselho Diocesano da Ação Evangelizadora Pe. Mario Dwulatka, Pe. Mario Spaki – coordenador da prioridade das Santas Missões Populares e Pe. Joel Nalepa – coordenador da prioridade da Evangelização da Juventude e Setor Jovem. Pela Atividades Permanentes da Ação Evangelizadora estavam presentes: Ana Neoti – Conselhos de Pastoral, Wilson – Pequenos Grupos e o Diácono Antonio Flávio Pauluk pelo Mutirão de Superação da Fome e da Miséria, e pela Caritas Diocesana. Também estavam presentes os membros do C.D.A.E., os párocos, vigários paroquiais, religiosos, religiosas, as lideranças leigas das 44 Paróquia da Diocese e da Quase Paróquia de São João Batista de Irati. Também estavam presentes os seminaristas diocesanos que animaram com cantos a assembléia de revisão.
A assembléia de revisão foi organizada pelo C.D.A.E. e coordenada pelo seu coordenador Pe. Mario Dwulatka. Dom Sergio Arthur Braschi no inicio acolheu todos enfocando a importância da assembléia de revisão e lembrou o lema da 10ª. Assembléia Diocesana – “Nossa Diocese, uma Igreja Misericordiosa e Missionária”, convidando todos para a dimensão da acolhida e da missão em nossas comunidades paroquiais. Enfocou também a importância de avaliar como estão sendo atingidas as decisões da 10ª. Assembléia Diocesana da Ação Evangelizadora e fazer os devidos ajustes necessários em relação as prioridades das SMP – Santas Missões Populares e Evangelização da Juventude/Setor Jovem, igualmente rever a caminhada e possíveis melhoramentos para as Atividades Permanentes: Conselhos de Pastoral, Pequenos Grupos e Mutirão de Superação da Fome e da Miséria. Lembrou também do Ano Sacerdotal proclamado pelo Papa Bento XVI e da inauguração oficial do término das Obras da Catedral no mês de Julho numa grande celebração com toda a Comunidade Diocesana. Na seqüência foi feito um momento de espiritualidade organizado pela Ir. Anita – Servas do Espírito Santo e equipe de espiritualidade.
Pe. Mario Dwulatka fez a acolhida dos 8 setores da Ação Evangelizadora representados pelas lideranças vindas das 45 Paróquias da Diocese, acolheu todos os coordenadores da Pastorais e Movimentos e ao Clero. E fez os encaminhamentos da Assembléia de Revisão.
Para fazer memória da 10ª. Assembléia Diocesana da Ação Evangelizadora que foi realizada em Julho de 2006, foi passado um vídeo contando a história e as decisões tomadas – Pe. Ademir da Guia Santos e Pe. Mario Spaki. Após o vídeo foi apresentado para a Assembléia uma síntese dos questionários vindos dos 8 setores da Ação Evangelizadora da Diocese nas 45 Paróquias. A síntese foi preparada pelo C.D.A.E. A síntese abordava: 2 Prioridades assumidas: Santas Missões Populares e Evangelização da Juventude/Setor Jovem. 3 Atividades Permanentes: Conselhos de Pastoral – C.P.P. / C.P.C., Pequenos Grupos e Mutirão de Superação da Fome e da Miséria.
Na Síntese apresentada pelos Coordenadores das Prioridades e Atividades Permanentes, vimos todas as luzes e agradecemos a Deus; depois vimos as sombras e pedimos perdão a Deus. Neste momento percebemos quantas luzes, quantas graças e realidades bonitas na ação evangelizadora da Diocese e nas Paróquias e Comunidades. Também vimos os desafios e o que juntos temos que superar com a graça de Deus. Foi uma revisão de vida da ação evangelizadora na Diocese.
O período da tarde após o almoço se concentrou nos trabalhos de grupos composto por 12 membros em cada grupo e escolha de sugestões a partir dos desafios que temos que superar juntos. Cada grupo recebeu uma síntese das possíveis proposições, luzes e sombras, e poderia sugerir 2 sugestões para as Santas Missões Populares, 2 sugestões para a Evangelização da Juventude, 1 sugestão para os Conselhos de Pastoral, 1 sugestão para os Pequenos Grupos e 1 sugestão para o Mutirão de Superação da Fome e da Miséria. Esta sugestões e proposições seriam sintetizadas pelo C.D.A.E e votados no plenário. Foi a votação de 40 proposições que foram para a aprovação ou rejeição da Assembléia de Revisão. Votação: cartão amarelo significou “aceitação”, cartão vermelho “rejeição”. Desta forma foi a plenário a votação das proposições sempre de acordo com as Prioridades e as Atividades Permanentes assumidas na 10ª. Assembléia Diocesana da Ação Evangelizadora. As proposições foram apresentadas no plenário através dos secretários dos grupos. Das proposições apresentadas e colocadas em síntese diante da Assembléia, seriam escolhidas 5 linhas de ação para cada Prioridade (SMP e Evangelização da Juventude) e 5 linhas de ação para as Atividades Permanentes (Conselhos, Pequenos Grupos e Mutirão de Sup. da Fome e da Miséria). Foi o momento de ajustamento nas Prioridades e nas Atividades Permanentes. Plenário fez as votações e escolhas das 5 linhas de ação dentro das Prioridades e Atividades Permanentes. Foi momento de votação, diálogo e esclarecimentos. Após todas as votações checou-se ao consenso por onde a Diocese, as Paróquias, Clero e lideranças leigas devem agir para intensificar a ação evangelizadora nas Prioridades e Atividades Permanentes.
O C.D.A.E. vai preparar um vídeo sobre a Assembléia de Revisão e material de apoio sobre as proposições votadas para toda a Diocese. Fazendo um rápido aceno sobre as proposições aceitas percebemos o seguinte:
 1. SMP – Santas Missões Populares
1.      Devemos atuar com os Conselhos de Pastoral (Encontros de Formação para Conselhos sobre as SMP);
2.      Mais formação para os formadores e missionários;
3.      Retiros com mais dinâmicas, mais prática, menos teoria para o povo e para os jovens (inculturação).
 
2.      Evangelização da Juventude.
  1. Começar atuando na catequese – crisma inserindo nos grupos e na comunidade;
  2. Promover eventos diocesanos;
  3. Visitação da Coordenação Diocesana nos grupos de jovens paroquiais;
  4. Diocese e Comunidade assumir afetivamente a prioridade da Evangelização da Juventude.
 
3.      Conselhos de Pastoral
1.      Estudo do Manual dos Conselhos de Pastoral da Diocese;
2.      Formação para novos membros do Conselho;
3.      Encontro Diocesano para os membros dos Conselhos de Pastoral;
4.      Formação para Conselhos.
 
 4.      Mutirão de Superação da Fome e da Miséria 
  1. Conscientizar toda a Comunidade para a necessidade da Pastoral Social, para que possam coordenar os projetos sociais na Comunidade;
  2. Divulgação das Ações Sociais e resultados – prestação de contas;
  3. Equipes Paroquiais assessoradas e em sintonia com a Caritas Diocesana;
  4. Organizar equipes para encaminhar os projetos sociais para a Caritas Diocesana;
  5. Incentivo de projetos já existentes despertando para a dimensão social e a solidariedade, utilizando recursos do dízimo para tal.      
 
5.      Pequenos Grupos: 
  1. Viver a proposta das SMP aproveitando as visitas domiciliares para convidar as pessoas para participar e formar os pequenos grupos;
  2. Voltar a Formação para os Pequenos Grupos;
  3. Aproveitar as Celebrações para motivar a participação nos Pequenos Grupos, Incentivo constante para Celebração nas Casas;
  4.  Formar equipes de coordenação nas paróquias com lideranças motivadas para multiplicar os Pequenos Grupos.
 Ao final da Assembléia de Revisão, foram feitas orações espontâneas, o Bispo Diocesano Dom Sérgio Arthur agradeceu a presença de todos e deu a benção. E assim voltamos para a vida e a missão.