DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA

       
SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 24/08/2018

Imagem de Aparecida chega à Diocese

A peregrinação inicia com missa de acolhida, na segunda-feira

 
A devoção à padroeira do Brasil quer se ainda mais divulgada com a peregrinação A devoção à padroeira do Brasil quer se ainda mais divulgada com a peregrinação | Crédito: Paróquia de Corrêas/Diocese de Petrópolis (RJ)

      Nesta segunda feira (27), às 19h30, na Catedral Sant’Ana, o bispo dom Sergio Arthur Braschi celebra a missa de acolhida à imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida trazida à Diocese de Ponta Grossa pela Federação das Ligas Católicas para comemorar o aniversário de 40 anos de fundação da Liga. A réplica da imagem acompanha a Liga Católica Jesus, Maria, José há aproximadamente 30 anos. É a terceira vez que faz sua peregrinação por Ponta Grossa.

      A imagem de Nossa Senhora Aparecida chega neste domingo à noite, vinda da Basílica de Aparecida, onde todos os anos, no quarto domingo de agosto, acontece a Assembleia Nacional das Ligas Católicas. De agosto do ano passado até agosto deste ano, a imagem peregrinou por todas as federações da cidade do Rio de Janeiro. Na diocese de Ponta Grossa, depois da missa na catedral, a santa será levada em carreata até a paróquia São José, onde fica até o dia 15 de setembro. Em seguida, segue para a paróquia São Jorge. Serão dezenove ligas visitadas até o ano que vem. A programação nas paróquias será definida pelas comunidades, onde a imagem permanece por 15 dias.

      “Serão verdadeiras peregrinações pelas casas, pelo comércio, escolas, unidades de saúde, orfanatos, asilos, para levar o conforto da Mãe. Queremos evangelizar as famílias e tornar mais conhecida a devoção a Nossa Senhora Aparecida”, comentou a presidente da Federação das Ligas Católicas da Diocese de Ponta Grossa, Caciana Malaquias Cardoso”, acrescentando que o que se quer com as visitas é incentivar a reza do terço nas famílias e em comunidade; despertar o interesse das vocações sacerdotais e religiosas, através da oração; proporcionar fraternidade e estimular o gosto pela Palavra de Deus.

      O movimento da Liga Católica chegou a Ponta Grossa há 84 anos. A primeira paróquia a contar com liguistas foi a São José. Com o aumento no número de grupos, houve a necessidade de se criar a federação, oficializada em 1978. Atualmente, existem 16 grupos na cidade, um deles liga jovem. De acordo com Caciana, o movimento enfrenta as mesmas dificuldades da época de sua fundação. “O mundo apresenta muitas maneiras de se viver em família que contrariam o projeto de Deus, pois salvar a famíia significa salvar a sociedade. O liguista começa resgatando a própria família e vivendo os valores cristãos para ter mais credibilidade. Nosso exemplo de vida é a Sagrada Família de Nazaré: Jesus, Maria e José. E temos como lema a oração e o trabalho”, enfatiza Caciana Cardoso.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Catequistas avaliam caminhada e planejam 2019 | Diocese assume gestão de monumento em Irati | A dependência química vista sob novo olhar | Femuc terá show da Colo de Deus |





Publicado em: 24/08/2018

Imagem de Aparecida chega à Diocese

A peregrinação inicia com missa de acolhida, na segunda-feira

 

      Nesta segunda feira (27), às 19h30, na Catedral Sant’Ana, o bispo dom Sergio Arthur Braschi celebra a missa de acolhida à imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida trazida à Diocese de Ponta Grossa pela Federação das Ligas Católicas para comemorar o aniversário de 40 anos de fundação da Liga. A réplica da imagem acompanha a Liga Católica Jesus, Maria, José há aproximadamente 30 anos. É a terceira vez que faz sua peregrinação por Ponta Grossa.

      A imagem de Nossa Senhora Aparecida chega neste domingo à noite, vinda da Basílica de Aparecida, onde todos os anos, no quarto domingo de agosto, acontece a Assembleia Nacional das Ligas Católicas. De agosto do ano passado até agosto deste ano, a imagem peregrinou por todas as federações da cidade do Rio de Janeiro. Na diocese de Ponta Grossa, depois da missa na catedral, a santa será levada em carreata até a paróquia São José, onde fica até o dia 15 de setembro. Em seguida, segue para a paróquia São Jorge. Serão dezenove ligas visitadas até o ano que vem. A programação nas paróquias será definida pelas comunidades, onde a imagem permanece por 15 dias.

      “Serão verdadeiras peregrinações pelas casas, pelo comércio, escolas, unidades de saúde, orfanatos, asilos, para levar o conforto da Mãe. Queremos evangelizar as famílias e tornar mais conhecida a devoção a Nossa Senhora Aparecida”, comentou a presidente da Federação das Ligas Católicas da Diocese de Ponta Grossa, Caciana Malaquias Cardoso”, acrescentando que o que se quer com as visitas é incentivar a reza do terço nas famílias e em comunidade; despertar o interesse das vocações sacerdotais e religiosas, através da oração; proporcionar fraternidade e estimular o gosto pela Palavra de Deus.

      O movimento da Liga Católica chegou a Ponta Grossa há 84 anos. A primeira paróquia a contar com liguistas foi a São José. Com o aumento no número de grupos, houve a necessidade de se criar a federação, oficializada em 1978. Atualmente, existem 16 grupos na cidade, um deles liga jovem. De acordo com Caciana, o movimento enfrenta as mesmas dificuldades da época de sua fundação. “O mundo apresenta muitas maneiras de se viver em família que contrariam o projeto de Deus, pois salvar a famíia significa salvar a sociedade. O liguista começa resgatando a própria família e vivendo os valores cristãos para ter mais credibilidade. Nosso exemplo de vida é a Sagrada Família de Nazaré: Jesus, Maria e José. E temos como lema a oração e o trabalho”, enfatiza Caciana Cardoso.


Diocede Ponta Grossa
A devoção à padroeira do Brasil quer se ainda mais divulgada com a peregrinação   |   Paróquia de Corrêas/Diocese de Petrópolis (RJ)

Diocede Ponta Grossa
As pessoas são convidadas a rezar na presença da Mãe Aparecida   |   Paróquia de Corrêas/Diocese de Petrópolis (RJ)

Diocede Ponta Grossa
A imagem peregrina ficou no Rio de Janeiro de agosto de 2017 até este mês, visitando muitas comunidades   |   Paróquia de Corrêas/Diocese de Petrópolis (RJ)


Navegue até a sua Paróquia



Cúria
Cúria
Imprensa
Clipping
Download