DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA

       
SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 04/09/2018

Lançado Manual para Catequese com Adultos

Livro foi apresentado no encerramento da Escola Catequética

 
Flávia orientou que catequistas estudem o livro e conversem com seus párocos para adaptar o calendário Flávia orientou que catequistas estudem o livro e conversem com seus párocos para adaptar o calendário | Crédito: AssCom Diocese de PG

     Catequese, caminho para o discipulado. Foi com essa tônica que 103 catequistas de adultos, vindos de 36 paróquias, de 13 cidades da Diocese de Ponta Grossa participaram, neste fim de semana, da etapa final da Escola Catequética São José de Anchieta. Com o enfoque no Catecismo da Igreja Católica, a coordenadora da Animação Bíblico- Catequética do Regional Sul II, Débora Pupo, assessora dessa fase, trabalhou a vivência cristã a partir das bem-aventuranças. Ainda dentro desse espírito, os 41 formadores ponta-grossenses e os 62 do interior conheceram o ‘Manual para Catequese com Adultos, Iniciação à vida cristã: formandos discípulos missionários’, elaborado pela equipe diocesana e impresso pela Editora Ave Maria.

     De acordo com Débora Pupo, que veio pela segunda vez esse ano assessorar a Escola Catequética, o enfoque foi no Catecismo da Igreja, nas quatro dimensões da fé. Em maio, trabalhou a fé professada, o estudo do Creio e a oração cristã, com o estudo da oração do Pai Nosso. Agora, o foco foi a dimensão celebrativa, os sacramentos da reconciliação, unção dos enfermos, da ordem e do matrimônio, e, a vivência da fé, com o estudo das bem- aventuranças, trazendo presente a última exortação apostólica do Papa Francisco (Gaudete et exsultate), um chamado à santidade no mundo de hoje.

     “É um grupo bom de trabalhar. Destaco a participação e desejo de aprender. Acredito que os catequistas sairão com uma bagagem muito boa de conteúdo, mas também com entusiasmo para assumir a catequese com adultos dentro dessa nova exigência da diocese”, avaliou Débora, que aproveitou para divulgar seu livro, ‘‘Catequese, do que estamos falando?’, nas livrarias já desde o dia 15 de agosto, que trata sobre o conceito de catequese, a partir de alguns documentos da Igreja e compreendida como itinerário de crescimento e de amadurecimento na fé, primeiro para o catequista e também para o catequizando.

     A Escola Catequética reúne catequistas de adultos e coordenadores paroquiais. Ao todo, foram seis etapas, duas por ano, entre 2016 e 2018.


Manual

      A coordenadora diocesana de Animação Bíblico-Catequética, Flávia Carla Nascimento, apresentou o Manual para Catequese com Adultos, na noite de sábado (01), fazendo um histórico de sua elaboração, detalhando sua estrutura, falando da metodologia dos encontros, respondendo dúvidas e dando sugestões de como e quando trabalhá-lo. “Ele (o Manual) é baseado na estrutura do Ritual da Iniciação Cristã de Adultos, o RICA, que prevê que os sacramentos aconteçam na Vigília Pascal. Esse processo compreende tempos e etapas para que o caminho da Iniciação à vida cristã aconteça. O catequista, orientado pelos sacerdotes, terá de fazer as adaptações pastorais necessárias; cada paróquia vai ter que construir o seu calendário, mas a sugestão é que se inicie no Tempo Pascal e vá durante todo o Ano Litúrgico até a outra Páscoa, quando deveriam receber os sacramentos”, contou.

      São 342 páginas. “Ficou volumoso porque nele está todo o processo de Iniciação à vida cristã, uma catequese com profundidade e qualidade. Cada encontro é dividido em seis passos, os passos que Jesus fez com a samaritana. São fundamentados no documento 107 da CNBB, sobre Iniciação à vida cristã. Fomos construindo o livro, com textos de formação dos catequistas que foram tirados dos manuais da Coleção Sementes. Textos muito bons feitos por vários padres, que foram incrementados com leitura orante e outros recursos”, explicou Flávia. A coordenadora afirmou, inclusive, que o Manual é fruto da Coleção Sementes. Flávia lembrou que a iniciação não termina com o recebimento dos sacramentos, por isso o livro prevê o período que a Igreja chama de ‘mistagogia, que é um tempo de aprofundamento e mergulho ainda mais profundo nos mistérios vivenciados com a recepção dos sacramentos. O processo todo dura, no mínimo, de um ano a um ano e dois meses.

      “Espero que acolhida seja positiva porque finalmente demos esse passo, conseguimos realizar esse sonho, suprir essa necessidade”, enfatizou Flávia. Para  a coordenadora da Animação Bíblico- Catequética do Regional Sul II, Débora Pupo trata-se de um bom material. “Tem muito para bombar porque atualmente as dioceses, na Igreja de todo o Brasil,  têm se perguntado muito sobre materiais para catequese com adultos, e, a maneira como ele foi organizado, esse itinerário catecumenal com os adultos, pensando a catequese não como um curso rápido, mas como um itinerário que precisa ser feito é muito interessante. Está sendo colocado nas mãos dos catequistas um ótimo instrumento de trabalho”, garantiu.

      A catequista Elaine Cristina Delfino Pires, da Paróquia Nossa Senhora da Luz, de Irati, concordou. “Maravilhoso! Bem abrangente, nos dá segurança, confiança para que a gente possa passar para os catequizandos adultos aquilo que realmente é necessário nessa caminhada de catecumenato, até eles entenderem de forma madura, consciente, quais são esses sacramentos que eles estão buscando, quais são essas novas formas de sentir a Igreja, ter a Igreja como seu apoio de vida espiritual”, elogiou. Elaine considerou o Manual bem explícito. “Basta ler e interiorizar, prestar a atenção, que se consegue trabalhar os encontros. Estava folheando e tive diversas ideias. Ele induz a trabalhar de forma bem bacana e gostosa. Veio na hora certa. Como tudo Deus faz na hora certa. Veio para alicerçar a nossa fé”, acrescentou.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Nossa Senhora visita doentes e idosos | Fieis celebram Mãe da Divina Graça neste sábado | Apostolado da Oração existe há mais de 100 anos | Bispo conta de sua viagem à Amazônia |





Publicado em: 04/09/2018

Lançado Manual para Catequese com Adultos

Livro foi apresentado no encerramento da Escola Catequética

 

     Catequese, caminho para o discipulado. Foi com essa tônica que 103 catequistas de adultos, vindos de 36 paróquias, de 13 cidades da Diocese de Ponta Grossa participaram, neste fim de semana, da etapa final da Escola Catequética São José de Anchieta. Com o enfoque no Catecismo da Igreja Católica, a coordenadora da Animação Bíblico- Catequética do Regional Sul II, Débora Pupo, assessora dessa fase, trabalhou a vivência cristã a partir das bem-aventuranças. Ainda dentro desse espírito, os 41 formadores ponta-grossenses e os 62 do interior conheceram o ‘Manual para Catequese com Adultos, Iniciação à vida cristã: formandos discípulos missionários’, elaborado pela equipe diocesana e impresso pela Editora Ave Maria.

     De acordo com Débora Pupo, que veio pela segunda vez esse ano assessorar a Escola Catequética, o enfoque foi no Catecismo da Igreja, nas quatro dimensões da fé. Em maio, trabalhou a fé professada, o estudo do Creio e a oração cristã, com o estudo da oração do Pai Nosso. Agora, o foco foi a dimensão celebrativa, os sacramentos da reconciliação, unção dos enfermos, da ordem e do matrimônio, e, a vivência da fé, com o estudo das bem- aventuranças, trazendo presente a última exortação apostólica do Papa Francisco (Gaudete et exsultate), um chamado à santidade no mundo de hoje.

     “É um grupo bom de trabalhar. Destaco a participação e desejo de aprender. Acredito que os catequistas sairão com uma bagagem muito boa de conteúdo, mas também com entusiasmo para assumir a catequese com adultos dentro dessa nova exigência da diocese”, avaliou Débora, que aproveitou para divulgar seu livro, ‘‘Catequese, do que estamos falando?’, nas livrarias já desde o dia 15 de agosto, que trata sobre o conceito de catequese, a partir de alguns documentos da Igreja e compreendida como itinerário de crescimento e de amadurecimento na fé, primeiro para o catequista e também para o catequizando.

     A Escola Catequética reúne catequistas de adultos e coordenadores paroquiais. Ao todo, foram seis etapas, duas por ano, entre 2016 e 2018.


Manual

      A coordenadora diocesana de Animação Bíblico-Catequética, Flávia Carla Nascimento, apresentou o Manual para Catequese com Adultos, na noite de sábado (01), fazendo um histórico de sua elaboração, detalhando sua estrutura, falando da metodologia dos encontros, respondendo dúvidas e dando sugestões de como e quando trabalhá-lo. “Ele (o Manual) é baseado na estrutura do Ritual da Iniciação Cristã de Adultos, o RICA, que prevê que os sacramentos aconteçam na Vigília Pascal. Esse processo compreende tempos e etapas para que o caminho da Iniciação à vida cristã aconteça. O catequista, orientado pelos sacerdotes, terá de fazer as adaptações pastorais necessárias; cada paróquia vai ter que construir o seu calendário, mas a sugestão é que se inicie no Tempo Pascal e vá durante todo o Ano Litúrgico até a outra Páscoa, quando deveriam receber os sacramentos”, contou.

      São 342 páginas. “Ficou volumoso porque nele está todo o processo de Iniciação à vida cristã, uma catequese com profundidade e qualidade. Cada encontro é dividido em seis passos, os passos que Jesus fez com a samaritana. São fundamentados no documento 107 da CNBB, sobre Iniciação à vida cristã. Fomos construindo o livro, com textos de formação dos catequistas que foram tirados dos manuais da Coleção Sementes. Textos muito bons feitos por vários padres, que foram incrementados com leitura orante e outros recursos”, explicou Flávia. A coordenadora afirmou, inclusive, que o Manual é fruto da Coleção Sementes. Flávia lembrou que a iniciação não termina com o recebimento dos sacramentos, por isso o livro prevê o período que a Igreja chama de ‘mistagogia, que é um tempo de aprofundamento e mergulho ainda mais profundo nos mistérios vivenciados com a recepção dos sacramentos. O processo todo dura, no mínimo, de um ano a um ano e dois meses.

      “Espero que acolhida seja positiva porque finalmente demos esse passo, conseguimos realizar esse sonho, suprir essa necessidade”, enfatizou Flávia. Para  a coordenadora da Animação Bíblico- Catequética do Regional Sul II, Débora Pupo trata-se de um bom material. “Tem muito para bombar porque atualmente as dioceses, na Igreja de todo o Brasil,  têm se perguntado muito sobre materiais para catequese com adultos, e, a maneira como ele foi organizado, esse itinerário catecumenal com os adultos, pensando a catequese não como um curso rápido, mas como um itinerário que precisa ser feito é muito interessante. Está sendo colocado nas mãos dos catequistas um ótimo instrumento de trabalho”, garantiu.

      A catequista Elaine Cristina Delfino Pires, da Paróquia Nossa Senhora da Luz, de Irati, concordou. “Maravilhoso! Bem abrangente, nos dá segurança, confiança para que a gente possa passar para os catequizandos adultos aquilo que realmente é necessário nessa caminhada de catecumenato, até eles entenderem de forma madura, consciente, quais são esses sacramentos que eles estão buscando, quais são essas novas formas de sentir a Igreja, ter a Igreja como seu apoio de vida espiritual”, elogiou. Elaine considerou o Manual bem explícito. “Basta ler e interiorizar, prestar a atenção, que se consegue trabalhar os encontros. Estava folheando e tive diversas ideias. Ele induz a trabalhar de forma bem bacana e gostosa. Veio na hora certa. Como tudo Deus faz na hora certa. Veio para alicerçar a nossa fé”, acrescentou.


Diocede Ponta Grossa
Flávia orientou que catequistas estudem o livro e conversem com seus párocos para adaptar o calendário   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
A última etapa da Escola Catequética aconteceu neste final de semana, no Centro de Espiritualidade Passionista   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
A última etapa da Escola Catequética aconteceu neste final de semana, no Centro de Espiritualidade Passionista   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
Mais de 100 catequistas participaram da formação com Débora Pupo, do Regional Sul II   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
Os catequistas vieram de 36 paróquias de toda a Diocese, de 12 cidades, além de Ponta Grossa   |   AssCom Diocese de PG


Navegue até a sua Paróquia



Cúria
Cúria
Imprensa
Clipping
Download