DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 22/10/2018

Um DNJ voltado às diferentes vocações

Estandes mostraram carismas da Igreja. Circo e esporte foram atrações

 
O DNJ reuniu perto de três mil jovens. Os momentos de espiritualidade foram os mais fortes O DNJ reuniu perto de três mil jovens. Os momentos de espiritualidade foram os mais fortes | Crédito: AssCom Diocese de PG

     “Uma grande bênção para a juventude de toda a nossa Diocese”. Assim foi definido pelo assessor diocesano da Pastoral Juvenil, frei Walter da Silva Santos, o Dia Nacional da Juventude, comemorado ontem (21).  Para o assessor, do ponto de vista da espiritualidade cristã o objetivo foi, sim, alcançado: perto de três mil jovens, vindos de diversas paróquias e e cidades, puderam se encontrar, rezar, adorar, partilhar e participar de atividades nada convencionais, como das técnicas de circo, ou de exercícios físicos com o cross fit. O DNJ aconteceu no Espaço Silvana Khun, no Núcleo Santa Maria, em Ponta Grossa, das 13h30 às 22h30.

      A surpresa prevista já na abertura causou muito furor entre os jovens e foi realmente ‘impactante’. No estande dos Filhos da Caridade São Vicente de Paulo, os Vicentinos, uma caixa era dada para os visitantes que, ao abrir, se deparavam com  um espelho, onde havia um convite: Jesus chamando para consagrar a vida. “Quem sabe no carisma Vicentino?”, brincava a irmã Maria Luíza Ribeiro, responsável pela dinâmica. A religiosa vicentina contou que desenvolve em escolas o Projeto Gentileza, que trabalha muito com os adolescentes valores como respeito e a importância da vida humana. “No início deste ano, a frase no espelho era ‘você é a pessoa que pode transformar o mundo’ e um dos estudantes quando pegou a caixa, levou um grande susto e disse que sentiu ser capaz.  É um menino muito querido, de 14 anos, atento às aulas, que, passado um tempo, contou ter ido a Aparecida (SP) e, lá, Nossa Senhora teria dito que ele deveria seguir a vocação sacerdotal. Foi algo muito lindo!”, destacou.

      Para a religiosa, o DNJ foi maravilhoso. “É a primeira vez que participo, gostei muito e me surpreendi com a grande quantidade de jovens”, citou,  comentando que as congregações vieram convidadas pelo padre Osvaldo (Pinheiro), coordenador do Serviço de Animação Vocacional. “Os jovens têm demonstrado interesse pelo carisma. Alguns contatos sendo feitos. É Deus que chama!”, afirmou. Isabela Martins confirmou essa impressão. “É a segunda vez que participo e estou gostando muito. É gratificante estar aqui novamente. A caixa (no estande) dos vicentinos me tocou no sentido de pensar que, em cada lugar que a gente vá, há um jeito de servir, de ajudar”, enfatizou a jovem que veio da Capela São João Paulo II, da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, em Ponta Grossa, com mais 14 pessoas.

      Este ano, o Dia Nacional da Juventude foi encerrado com o show da irmã Ana Paula, das Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo, de São Paulo. Pela primeira vez em Ponta Grossa, a religiosa dizia de sua alegria imensa. “Estamos aqui com o coração sedento de Deus, acreditando que Deus tem promessas lindas para nós. Vendo a realidade de uma juventude muito machucada, muito despreparada, insegura, refém de uma Humanidade que vem desconstruindo valores, creio que Deus irá restaurá-los porque iremos invocar o nome de Deus sobre todos”, adiantava antes de sua apresentação.

      Para o assessor diocesano da Pastoral Juvenil, frei Walter da Silva Santos o DNJ atingiu seu objetivo tanto na organização quanto na intenção de levar os jovens a um encontro pessoal com Jesus Cristo. “Tivemos momentos fortes como a Santa Missa, a procissão com o passeio do Santíssimo Sacramento, o show, fora as atividades que envolveram muito os participantes, como as técnicas de circo -  com o pessoal do Viva Mais, e o cross fit. Momentos de encontro de vários jovens, de cidades diferentes, que puderam se encontrar, conversar, rezar e celebrar a alegria de serem jovens cristãos”.  


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Live atinge mais de 10 mil pessoas   |   Missa do Crisma será no feriado   |   Catedral faz festa pelos seus 197 anos   |   Missa online vai ‘conectar’ jovens   |  





Publicado em: 22/10/2018

Um DNJ voltado às diferentes vocações

Estandes mostraram carismas da Igreja. Circo e esporte foram atrações

 

     “Uma grande bênção para a juventude de toda a nossa Diocese”. Assim foi definido pelo assessor diocesano da Pastoral Juvenil, frei Walter da Silva Santos, o Dia Nacional da Juventude, comemorado ontem (21).  Para o assessor, do ponto de vista da espiritualidade cristã o objetivo foi, sim, alcançado: perto de três mil jovens, vindos de diversas paróquias e e cidades, puderam se encontrar, rezar, adorar, partilhar e participar de atividades nada convencionais, como das técnicas de circo, ou de exercícios físicos com o cross fit. O DNJ aconteceu no Espaço Silvana Khun, no Núcleo Santa Maria, em Ponta Grossa, das 13h30 às 22h30.

      A surpresa prevista já na abertura causou muito furor entre os jovens e foi realmente ‘impactante’. No estande dos Filhos da Caridade São Vicente de Paulo, os Vicentinos, uma caixa era dada para os visitantes que, ao abrir, se deparavam com  um espelho, onde havia um convite: Jesus chamando para consagrar a vida. “Quem sabe no carisma Vicentino?”, brincava a irmã Maria Luíza Ribeiro, responsável pela dinâmica. A religiosa vicentina contou que desenvolve em escolas o Projeto Gentileza, que trabalha muito com os adolescentes valores como respeito e a importância da vida humana. “No início deste ano, a frase no espelho era ‘você é a pessoa que pode transformar o mundo’ e um dos estudantes quando pegou a caixa, levou um grande susto e disse que sentiu ser capaz.  É um menino muito querido, de 14 anos, atento às aulas, que, passado um tempo, contou ter ido a Aparecida (SP) e, lá, Nossa Senhora teria dito que ele deveria seguir a vocação sacerdotal. Foi algo muito lindo!”, destacou.

      Para a religiosa, o DNJ foi maravilhoso. “É a primeira vez que participo, gostei muito e me surpreendi com a grande quantidade de jovens”, citou,  comentando que as congregações vieram convidadas pelo padre Osvaldo (Pinheiro), coordenador do Serviço de Animação Vocacional. “Os jovens têm demonstrado interesse pelo carisma. Alguns contatos sendo feitos. É Deus que chama!”, afirmou. Isabela Martins confirmou essa impressão. “É a segunda vez que participo e estou gostando muito. É gratificante estar aqui novamente. A caixa (no estande) dos vicentinos me tocou no sentido de pensar que, em cada lugar que a gente vá, há um jeito de servir, de ajudar”, enfatizou a jovem que veio da Capela São João Paulo II, da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, em Ponta Grossa, com mais 14 pessoas.

      Este ano, o Dia Nacional da Juventude foi encerrado com o show da irmã Ana Paula, das Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo, de São Paulo. Pela primeira vez em Ponta Grossa, a religiosa dizia de sua alegria imensa. “Estamos aqui com o coração sedento de Deus, acreditando que Deus tem promessas lindas para nós. Vendo a realidade de uma juventude muito machucada, muito despreparada, insegura, refém de uma Humanidade que vem desconstruindo valores, creio que Deus irá restaurá-los porque iremos invocar o nome de Deus sobre todos”, adiantava antes de sua apresentação.

      Para o assessor diocesano da Pastoral Juvenil, frei Walter da Silva Santos o DNJ atingiu seu objetivo tanto na organização quanto na intenção de levar os jovens a um encontro pessoal com Jesus Cristo. “Tivemos momentos fortes como a Santa Missa, a procissão com o passeio do Santíssimo Sacramento, o show, fora as atividades que envolveram muito os participantes, como as técnicas de circo -  com o pessoal do Viva Mais, e o cross fit. Momentos de encontro de vários jovens, de cidades diferentes, que puderam se encontrar, conversar, rezar e celebrar a alegria de serem jovens cristãos”.  


Diocede Ponta Grossa
O DNJ reuniu perto de três mil jovens. Os momentos de espiritualidade foram os mais fortes   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
O DNJ reuniu perto de três mil jovens. Os momentos de espiritualidade foram os mais fortes   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
A Santa Missa e a procissão com o Santíssimo Sacramento emocionaram os milhares de jovens   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
A Santa Missa e a procissão com o Santíssimo Sacramento emocionaram os milhares de jovens   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
Muitos aproveitaram para se confessar com os diversos padres que se dispuseram a acompanhar o DNJ deste ano   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
Os jovens vieram de Ponta Grossa e de diferentes cidades da região. Dia de alegria, descontração e oração   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
Os jovens vieram de Ponta Grossa e de diferentes cidades da região. Dia de alegria, descontração e oração   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
Os jovens vieram de Ponta Grossa e de diferentes cidades da região. Dia de alegria, descontração e oração   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
As técnicas circenses foram ensinadas aos jovens que se encorajaram a participar do ‘aulão’   |   AssCom Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
O show de encerramento foi com a irmã Ana Paula, das Carmelitas Servas do Espírito Santo   |   AssCom Diocese de PG


Navegue até a sua Paróquia