DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA

       
SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 22/11/2018

Cristão pró-ativo é a base da política pública

Igreja é meio possibilitador para essa formação

 
O debate de ontem abordou o tema da Campanha da Fraternidade 2019: ‘Fraternidade e Políticas Públicas’ O debate de ontem abordou o tema da Campanha da Fraternidade 2019: ‘Fraternidade e Políticas Públicas’ | Crédito: Assessoria de Comunicação Diocese de Ponta Grossa

      No gancho do tema da Campanha da Fraternidade 2019, ‘Fraternidade e Políticas Públicas’, a programação da Semana Comemorativa do Ano Nacional do Laicato contou, na noite desta quarta-feira (21), com as professoras Maria Iolanda de Oliveira e Silmara Carneiro e Silva, do Departamento de Serviço Social da Universidade Estadual de Ponta Grossa, que fizeram uma rica abordagem do Mundo das Políticas Públicas. A partir do lema da campanha, ‘Serás libertado pelo direito e pela justiça’ (Is 1, 27), professora Silmara lincou liberdade, felicidade e bem comum, citando que a Igreja tem esse fundamento e o cristão opta por esse caminho para alcançar sua realização.  

      “As politicas públicas são um canal para  alcance da felicidade,  que se encontra na realização concreta da vida cotidiana. Não há que se pensar uma liberdade para além da vida real, mas em uma liberdade que se realize aqui, no meio de nós. A igreja vem com essa possibilidade, uma vez que é uma instituição com grande capacidade de influenciar e de tocar nas pessoas  aquilo que lhe é mais importante: a capacidade a empatia, de convivência humana e de realização no próximo”, argumentou Silmara Silva, destacando que a participação vai se fazer pela conduta ativa e pela conduta passiva. “Um cristão passivo é um cristão que não se realiza socialmente. Essa disponibilidade da Igreja de construir práticas concretas como essa é fundamental; até porque isso só se faz com lideranças pró-ativas. Trabalhar as lideranças comunitárias por dentro da Igreja é o passo mais importante para chegar essas ideias nas comunidades”.

      Professora Iolanda acrescentou que a Igreja, como instituição envolvida com a sociedade, ao trazer a temática das políticas públicas à Campanha da Fraternidade corresponde falar das necessidades, das demandas que essa sociedade tem, se posicionando enquanto instituição religiosa. “Se pensarmos que as políticas públicas são soluções de problemas coletivos específicos, mas que se tornam coletivos, e, se tornam demandas para a sociedade e para o Estado, vamos entender que a participação é muito significativa no ponto de vista que todos são convocados a participar como cidadãos e que esse processo de busca de soluções para o bem comum vai se dar nas várias instâncias independente da forma de como isso vai acontecer”, ressaltou.

      A Semana do Laicato prossegue nesta sexta-feira (23). A intenção é contar com a presença dos deputados federais eleitos, e que são domiciliados na Diocese de Ponta Grossa: Aliel Machado, Sandro Alex, de Ponta Grossa, e Aline Sleutjes. O assunto será o Mundo da Política. “Nos propusemos a fazer a discussão com os deputados federais eleitos de temas que estão na agenda do Congresso, como a auditoria da dívida pública, reforma da Previdência e a revisão da PEC do teto dos gastos e a reforma trabalhista. Mesmo eles não estando presentes, vamos manter a programação e trazer a discussão desses temas. O interesse é que vá se caminhando para que, se não for nessa oportunidade, seja em outra, mas que verifiquemos como esses deputados pensam, quais as sugestão que dão, e, se o posicionamento bate com o que a Igreja pensa”, informou o presidente do Conselho do Laicato na Diocese de Ponta Grossa, Oscar Fürstenberger.

      A participação dos parlamentares eleitos ainda não tinha sido confirmada.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Piraí se prepara para festejar Nossa Senhora das Brotas | Paroquianos do Santa Paula ganham nova capela | Padre Agostinho festeja seu jubileu de ouro | Presépio evangeliza e encanta |





Publicado em: 22/11/2018

Cristão pró-ativo é a base da política pública

Igreja é meio possibilitador para essa formação

 

      No gancho do tema da Campanha da Fraternidade 2019, ‘Fraternidade e Políticas Públicas’, a programação da Semana Comemorativa do Ano Nacional do Laicato contou, na noite desta quarta-feira (21), com as professoras Maria Iolanda de Oliveira e Silmara Carneiro e Silva, do Departamento de Serviço Social da Universidade Estadual de Ponta Grossa, que fizeram uma rica abordagem do Mundo das Políticas Públicas. A partir do lema da campanha, ‘Serás libertado pelo direito e pela justiça’ (Is 1, 27), professora Silmara lincou liberdade, felicidade e bem comum, citando que a Igreja tem esse fundamento e o cristão opta por esse caminho para alcançar sua realização.  

      “As politicas públicas são um canal para  alcance da felicidade,  que se encontra na realização concreta da vida cotidiana. Não há que se pensar uma liberdade para além da vida real, mas em uma liberdade que se realize aqui, no meio de nós. A igreja vem com essa possibilidade, uma vez que é uma instituição com grande capacidade de influenciar e de tocar nas pessoas  aquilo que lhe é mais importante: a capacidade a empatia, de convivência humana e de realização no próximo”, argumentou Silmara Silva, destacando que a participação vai se fazer pela conduta ativa e pela conduta passiva. “Um cristão passivo é um cristão que não se realiza socialmente. Essa disponibilidade da Igreja de construir práticas concretas como essa é fundamental; até porque isso só se faz com lideranças pró-ativas. Trabalhar as lideranças comunitárias por dentro da Igreja é o passo mais importante para chegar essas ideias nas comunidades”.

      Professora Iolanda acrescentou que a Igreja, como instituição envolvida com a sociedade, ao trazer a temática das políticas públicas à Campanha da Fraternidade corresponde falar das necessidades, das demandas que essa sociedade tem, se posicionando enquanto instituição religiosa. “Se pensarmos que as políticas públicas são soluções de problemas coletivos específicos, mas que se tornam coletivos, e, se tornam demandas para a sociedade e para o Estado, vamos entender que a participação é muito significativa no ponto de vista que todos são convocados a participar como cidadãos e que esse processo de busca de soluções para o bem comum vai se dar nas várias instâncias independente da forma de como isso vai acontecer”, ressaltou.

      A Semana do Laicato prossegue nesta sexta-feira (23). A intenção é contar com a presença dos deputados federais eleitos, e que são domiciliados na Diocese de Ponta Grossa: Aliel Machado, Sandro Alex, de Ponta Grossa, e Aline Sleutjes. O assunto será o Mundo da Política. “Nos propusemos a fazer a discussão com os deputados federais eleitos de temas que estão na agenda do Congresso, como a auditoria da dívida pública, reforma da Previdência e a revisão da PEC do teto dos gastos e a reforma trabalhista. Mesmo eles não estando presentes, vamos manter a programação e trazer a discussão desses temas. O interesse é que vá se caminhando para que, se não for nessa oportunidade, seja em outra, mas que verifiquemos como esses deputados pensam, quais as sugestão que dão, e, se o posicionamento bate com o que a Igreja pensa”, informou o presidente do Conselho do Laicato na Diocese de Ponta Grossa, Oscar Fürstenberger.

      A participação dos parlamentares eleitos ainda não tinha sido confirmada.


Diocede Ponta Grossa
O debate de ontem abordou o tema da Campanha da Fraternidade 2019: ‘Fraternidade e Políticas Públicas’   |   Assessoria de Comunicação Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Pessoas ligadas a Igreja e também ao meio acadêmico acompanharam a exposição no Espaço Cultural   |   Assessoria de Comunicação Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Pessoas ligadas a Igreja e também ao meio acadêmico acompanharam a exposição no Espaço Cultural   |   Assessoria de Comunicação Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia



Cúria
Cúria
Imprensa
Clipping
Download