DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 13/12/2018

Piraí se prepara para festejar Nossa Senhora das Brotas

Este ano, devoção a santa completa 210 anos

 
A devoção do Senhor Menino Deus começou nos anos de 1700 em Piraí A devoção do Senhor Menino Deus começou nos anos de 1700 em Piraí | Crédito: Marcos Cezar Dolato /Santuário de Nossa Senhora das Brotas

     A Paróquia Senhor Menino Deus, de Piraí do Sul, na Diocese de Ponta Grossa, está literalmente em festa este mês. A matriz celebra seu padroeiro, de 15 a 24 de dezembro, em festejos que chegam este ano a 146ª edição. Será como que uma preparação para a 138ª Festa de Nossa Senhora das Brotas, marcada para o dia 27 e que, em 2018, comemora os 210 anos de devoção à santa. As comemorações mobilizam cerca de 600 voluntários e atraem à cidade 12 mil pessoas, como o registrado no santuário de Brotas, ano passado.

     De acordo com o pároco da Senhor Menino Deus e reitor do Santuário de Nossa Senhora das Brotas, padre Evandro Luís Braun, as equipes e estruturas estão montadas, a documentação está pronta e aprovada pelos bombeiros e pela prefeitura, com alvará emitido. “Estamos finalizando a organização das equipes de trabalho para que possamos acolher bem as pessoas,  melhor do que ano passado porque a estrutura foi melhorada este ano”, comenta o pároco. A Festa do Senhor Menino Deus inicia nesta sexta-feira (14), com a missa dos voluntários e festeiros, que serão consagrados a Nossa Senhora e abençoados. A partir de sábado, haverá dois horários de novenas, às 18 e 19h30, seguido de praça de alimentação, bingo e apresentações musicais.

     No dia 27, no Santuário Diocesano de Nossa Senhora das Brotas, uma procissão, às 9 horas, abre os festejos da padroeira cuja devoção, este ano, completa 210 anos. “Piraí do Sul tem muito a ver com a história do Senhor Menino Deus, que chegou nos anos de 1700 e de Nossa Senhora das Brotas, que chegou em 1808 e, este ano, completa 210 anos de história; tanto que o lema da festa é ‘alegria e comunhão em 210 anos de devoção’, afirma o padre. Para o reitor do santuário, celebrar esta data é a mesma coisa que recuperar toda uma história de fé e de experiência de vida de tantas pessoas, que doaram sua vida pelo povo e que continuam doando ainda hoje na paróquia, nos serviços, em tantos lugares na comunidade pelo Reino de Deus”, enaltece padre Evandro.

     Após a procissão, haverá missa solene e, à tarde, confissões, missa de hora em hora, novenas, terços, adoração ao Santíssimo e atividades do show de prêmios.


Capela

     Localizada na parte baixa do bosque do Santuário de Nossa Senhora das Brotas, a Capela de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira da América, foi inaugurada na noite desta quarta-feira (12) pelo bispo dom Sergio Arthur Braschi. A bênção foi acompanhada por vários devotos. Inicialmente Dom Sergio aspergiu a capela com água benta por dentro e por fora, sinalizando a santidade do local. Em seguida, houve cânticos, orações e leituras, destacando todos os elementos: a terra fecunda, simbolizando Maria, a pedra angular, elemento cristológico acima da estampa de Nossa Senhora de Guadalupe, e a abóboda de vidro, lembrando que Maria nos indica o céu.

     O telhado também possui sete vigas de cada lado, lembrando os sete dias da semana, que unidas somam 14, o número de gerações entre Adão e Cristo. Segundo padre Evandro é a última capela a ser abençoada no Caminho das Padroeiras. “É mais um local de oração e visitação”, destacou. O Caminho é um dentre os vários atrativos do Santuário. Situa-se na parte inferior do Boque das Brotas, acima de uma mata nativa e abaixo do Contorno Frei Galvão.

     No Caminho das Padroeiras, se encontram quatro pequenas capelas onde os devotos podem andar e rezar contemplando as capelas da Mãe da Divina Graça, padroeira da Diocese, de Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Paraná, de Nossa Senhora Aparecida, do Brasil, e, agora também com a capela de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira da América. Dom Sergio elogiou a construção e convidou a todos para que venham conhecer o novo espaço. “É uma belíssima capela, toda de pedra, em homenagem a padroeira da América Latina, que, quem vier ao santuário não pode deixar de visitar”, orientava.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Luau Jovem | 270 casais e padre Claudemir renovam votos | Missa festeja 25 anos de sacerdócio de padres | Cinco padres festejam 25 anos de sacerdócio |





Publicado em: 13/12/2018

Piraí se prepara para festejar Nossa Senhora das Brotas

Este ano, devoção a santa completa 210 anos

 

     A Paróquia Senhor Menino Deus, de Piraí do Sul, na Diocese de Ponta Grossa, está literalmente em festa este mês. A matriz celebra seu padroeiro, de 15 a 24 de dezembro, em festejos que chegam este ano a 146ª edição. Será como que uma preparação para a 138ª Festa de Nossa Senhora das Brotas, marcada para o dia 27 e que, em 2018, comemora os 210 anos de devoção à santa. As comemorações mobilizam cerca de 600 voluntários e atraem à cidade 12 mil pessoas, como o registrado no santuário de Brotas, ano passado.

     De acordo com o pároco da Senhor Menino Deus e reitor do Santuário de Nossa Senhora das Brotas, padre Evandro Luís Braun, as equipes e estruturas estão montadas, a documentação está pronta e aprovada pelos bombeiros e pela prefeitura, com alvará emitido. “Estamos finalizando a organização das equipes de trabalho para que possamos acolher bem as pessoas,  melhor do que ano passado porque a estrutura foi melhorada este ano”, comenta o pároco. A Festa do Senhor Menino Deus inicia nesta sexta-feira (14), com a missa dos voluntários e festeiros, que serão consagrados a Nossa Senhora e abençoados. A partir de sábado, haverá dois horários de novenas, às 18 e 19h30, seguido de praça de alimentação, bingo e apresentações musicais.

     No dia 27, no Santuário Diocesano de Nossa Senhora das Brotas, uma procissão, às 9 horas, abre os festejos da padroeira cuja devoção, este ano, completa 210 anos. “Piraí do Sul tem muito a ver com a história do Senhor Menino Deus, que chegou nos anos de 1700 e de Nossa Senhora das Brotas, que chegou em 1808 e, este ano, completa 210 anos de história; tanto que o lema da festa é ‘alegria e comunhão em 210 anos de devoção’, afirma o padre. Para o reitor do santuário, celebrar esta data é a mesma coisa que recuperar toda uma história de fé e de experiência de vida de tantas pessoas, que doaram sua vida pelo povo e que continuam doando ainda hoje na paróquia, nos serviços, em tantos lugares na comunidade pelo Reino de Deus”, enaltece padre Evandro.

     Após a procissão, haverá missa solene e, à tarde, confissões, missa de hora em hora, novenas, terços, adoração ao Santíssimo e atividades do show de prêmios.


Capela

     Localizada na parte baixa do bosque do Santuário de Nossa Senhora das Brotas, a Capela de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira da América, foi inaugurada na noite desta quarta-feira (12) pelo bispo dom Sergio Arthur Braschi. A bênção foi acompanhada por vários devotos. Inicialmente Dom Sergio aspergiu a capela com água benta por dentro e por fora, sinalizando a santidade do local. Em seguida, houve cânticos, orações e leituras, destacando todos os elementos: a terra fecunda, simbolizando Maria, a pedra angular, elemento cristológico acima da estampa de Nossa Senhora de Guadalupe, e a abóboda de vidro, lembrando que Maria nos indica o céu.

     O telhado também possui sete vigas de cada lado, lembrando os sete dias da semana, que unidas somam 14, o número de gerações entre Adão e Cristo. Segundo padre Evandro é a última capela a ser abençoada no Caminho das Padroeiras. “É mais um local de oração e visitação”, destacou. O Caminho é um dentre os vários atrativos do Santuário. Situa-se na parte inferior do Boque das Brotas, acima de uma mata nativa e abaixo do Contorno Frei Galvão.

     No Caminho das Padroeiras, se encontram quatro pequenas capelas onde os devotos podem andar e rezar contemplando as capelas da Mãe da Divina Graça, padroeira da Diocese, de Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Paraná, de Nossa Senhora Aparecida, do Brasil, e, agora também com a capela de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira da América. Dom Sergio elogiou a construção e convidou a todos para que venham conhecer o novo espaço. “É uma belíssima capela, toda de pedra, em homenagem a padroeira da América Latina, que, quem vier ao santuário não pode deixar de visitar”, orientava.


Diocede Ponta Grossa
A devoção do Senhor Menino Deus começou nos anos de 1700 em Piraí   |   Marcos Cezar Dolato /Santuário de Nossa Senhora das Brotas

Diocede Ponta Grossa
A capela em honra a Nossa Senhora de Guadalupe é a última erguida no Caminho das Padroeiras   |   Marcos Cezar Dolato /Santuário de Nossa Senhora das Brotas

Diocede Ponta Grossa
A imagem da padroeira da América está em meio a belas rosas   |   Marcos Cezar Dolato /Santuário de Nossa Senhora das Brotas

Diocede Ponta Grossa
A nova capela foi inaugurada pelo bispo e Larissa Bavoso Flügel, diretora administrativa do santuário   |   Marcos Cezar Dolato /Santuário de Nossa Senhora das Brotas

Diocede Ponta Grossa
Vários elementos do ambiente interno fazem menção à Virgem Santíssima   |   Marcos Cezar Dolato /Santuário de Nossa Senhora das Brotas

Diocede Ponta Grossa
Nossa Senhora das Brotas é reverenciada em Piraí do Sul há mais de 200 anos   |   Marcos Cezar Dolato /Santuário de Nossa Senhora das Brotas

Diocede Ponta Grossa
O bispo fez a bênção inaugural da capela na noite de quarta-feira   |   Marcos Cezar Dolato /Santuário de Nossa Senhora das Brotas


Navegue até a sua Paróquia