DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 19/03/2019

Encontro aborda Rede Mundial de Oração

Padre explica elevação do Apostolado em pontifícia obra

 
O encontro diocesano do Apostolado da Oração festejou os 175 anos de devoção ao Sagrado Coração de Jesus O encontro diocesano do Apostolado da Oração festejou os 175 anos de devoção ao Sagrado Coração de Jesus | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

      O encontro diocesano do Apostolado da Oração deste ano festejou os 175 anos de oferecimento e devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Perto 1.200 de membros do Apostolado passaram o domingo (17) juntos, no salão da Paróquia Bom Jesus, em uma programação que iniciou às 8h30, com uma formação assessorada pelo padre Sereno Boesing,  detalhamento do Movimento Eucarístico Jovem, confraternização e santa missa celebrada pelo bispo dom Sergio Arthur Braschi. O encontro foi acompanhado pelo diretor espiritual do Apostolado da Oração, padre Delsi Zambone, responsável pela Reitoria do Sagrado Coração de Jesus e superior geral da Sociedade dos Servos da Eucaristia.

      A coordenadora diocesana do Apostolado da Oração, Norma Sueli Pires Siemieniaco, lembrou que 2019 é o ano jubilar dos 175 anos do movimento, oficializado, inclusive, pelo Papa Francisco, em 2017, obra pontifícia com o nome Rede Mundial de Oração. “O encontro foi um momento de uma espiritualidade muito grande, com as presenças importantes não só do padre Sereno mas também do padre Isidoro  (Paulo da Silva, pároco da Nossa Senhora Auxiliadora, em Ponta Grossa) e dos jovens que fazem parte da coordenação nacional do Mej (Movimento Eucarístico Jovem). A ideia foi aproximar os padres de cada congregação e os jovens para que conheçam o movimento e façam parte dele”, justificou.

      Padre Delsi Zambone comentou sobre a importância da formação assessorada pelo padre Sereno, sacerdote a serviço do Apostolado da Oração a nível nacional, preferencialmente para a região Sul, e, da confraternização entre os membros. “É como uma família que se encontra, se reúne para passar o dia juntos; não só durante a formação, mas nos intervalos, quando trocam ideias e incentivo uns para outros”, ressaltou. O diretor espiritual destacou ainda a fala de padre Sereno sobre a elevação do Apostolado à obra pontifícia, como Rede Mundial de Oração do Papa, e, desde 2017, diretamente debaixo das normas do Papa. “Isso demonstra a importância do Apostolado, que é o coração da paróquia por rezar pelos padres, pelos fieis, sendo um combustível a mais na vida paroquial”, frisou o reitor.

      Durante a formação, padre Sereno Boesing, abordou a organização, os novos estatutos da Rede Mundial Oração, aprovados pelo Papa. “O Apostolado não é mais um movimento, mas uma obra pontifícia, orientada diretamente, comandada, dirigida pelo Vaticano. São poucas as obras pontifícias e o fato de o Apostolado ter sido elevado a essa condição revela a grande estima e consideração e valor que o Santo Padre está dando a essa realidade, que é a rede de oração mundial pelo Papa e do Papa, que pede sempre muitas orações”, explicou, citando a boa repercussão da reflexão.


Jovens

      O Movimento Eucarístico Jovem (Mej), antiga Cruzada Eucarística, é o braço jovem do Apostolado da Oração. Léo Giovani de Meira e Luana Cristina Borcharbt,  assessores nacionais do Mej, explicaram o movimento se pauta no Evangelho, na Eucaristia e na oração. “Propõe ao jovem viver ao estilo de Jesus e assim contribuir não só na sua transformação pessoal, mas na transformação da sociedade”, acrescentou. Reestruturado há três anos, o movimento abrange pré-adolescentes e jovens de dez a 25 anos.  No Paraná, o Mej está presente em quatro dioceses - Guarapuava, Foz do Iguaçu, Toledo, São José dos Pinhais - e na Arquidiocese de Curitiba. “Acompanhamos esses grupos, que fazem a caminhada junto com o Apostolado, como foi o caso hoje, no encontro”, afirmou Meira.

      No encontro, a ideia foi fazer pensar no início do movimento em algumas paróquias da Diocese de Ponta Grossa. “Podemos dizer que é um trabalho de formiguinha, que se vai fazendo para constituir o Movimento Eucarístico Jovem no estado. E, aqui, foi muito positivo pela forma como reagiram a fala, nas conversas, no sorriso e no entusiasmo. Ao voltarem, vão conversar com seus párocos para estarem montando o Mej em suas paróquias”. O movimento é formado por pequenas comunidades, explicou Leo Meira, “não tem número mínimo. Se tem quatro, cinco interessados em viver a espiritualidade, podem começar”. 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Live atinge mais de 10 mil pessoas   |   Missa do Crisma será no feriado   |   Catedral faz festa pelos seus 197 anos   |   Missa online vai ‘conectar’ jovens   |  





Publicado em: 19/03/2019

Encontro aborda Rede Mundial de Oração

Padre explica elevação do Apostolado em pontifícia obra

 

      O encontro diocesano do Apostolado da Oração deste ano festejou os 175 anos de oferecimento e devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Perto 1.200 de membros do Apostolado passaram o domingo (17) juntos, no salão da Paróquia Bom Jesus, em uma programação que iniciou às 8h30, com uma formação assessorada pelo padre Sereno Boesing,  detalhamento do Movimento Eucarístico Jovem, confraternização e santa missa celebrada pelo bispo dom Sergio Arthur Braschi. O encontro foi acompanhado pelo diretor espiritual do Apostolado da Oração, padre Delsi Zambone, responsável pela Reitoria do Sagrado Coração de Jesus e superior geral da Sociedade dos Servos da Eucaristia.

      A coordenadora diocesana do Apostolado da Oração, Norma Sueli Pires Siemieniaco, lembrou que 2019 é o ano jubilar dos 175 anos do movimento, oficializado, inclusive, pelo Papa Francisco, em 2017, obra pontifícia com o nome Rede Mundial de Oração. “O encontro foi um momento de uma espiritualidade muito grande, com as presenças importantes não só do padre Sereno mas também do padre Isidoro  (Paulo da Silva, pároco da Nossa Senhora Auxiliadora, em Ponta Grossa) e dos jovens que fazem parte da coordenação nacional do Mej (Movimento Eucarístico Jovem). A ideia foi aproximar os padres de cada congregação e os jovens para que conheçam o movimento e façam parte dele”, justificou.

      Padre Delsi Zambone comentou sobre a importância da formação assessorada pelo padre Sereno, sacerdote a serviço do Apostolado da Oração a nível nacional, preferencialmente para a região Sul, e, da confraternização entre os membros. “É como uma família que se encontra, se reúne para passar o dia juntos; não só durante a formação, mas nos intervalos, quando trocam ideias e incentivo uns para outros”, ressaltou. O diretor espiritual destacou ainda a fala de padre Sereno sobre a elevação do Apostolado à obra pontifícia, como Rede Mundial de Oração do Papa, e, desde 2017, diretamente debaixo das normas do Papa. “Isso demonstra a importância do Apostolado, que é o coração da paróquia por rezar pelos padres, pelos fieis, sendo um combustível a mais na vida paroquial”, frisou o reitor.

      Durante a formação, padre Sereno Boesing, abordou a organização, os novos estatutos da Rede Mundial Oração, aprovados pelo Papa. “O Apostolado não é mais um movimento, mas uma obra pontifícia, orientada diretamente, comandada, dirigida pelo Vaticano. São poucas as obras pontifícias e o fato de o Apostolado ter sido elevado a essa condição revela a grande estima e consideração e valor que o Santo Padre está dando a essa realidade, que é a rede de oração mundial pelo Papa e do Papa, que pede sempre muitas orações”, explicou, citando a boa repercussão da reflexão.


Jovens

      O Movimento Eucarístico Jovem (Mej), antiga Cruzada Eucarística, é o braço jovem do Apostolado da Oração. Léo Giovani de Meira e Luana Cristina Borcharbt,  assessores nacionais do Mej, explicaram o movimento se pauta no Evangelho, na Eucaristia e na oração. “Propõe ao jovem viver ao estilo de Jesus e assim contribuir não só na sua transformação pessoal, mas na transformação da sociedade”, acrescentou. Reestruturado há três anos, o movimento abrange pré-adolescentes e jovens de dez a 25 anos.  No Paraná, o Mej está presente em quatro dioceses - Guarapuava, Foz do Iguaçu, Toledo, São José dos Pinhais - e na Arquidiocese de Curitiba. “Acompanhamos esses grupos, que fazem a caminhada junto com o Apostolado, como foi o caso hoje, no encontro”, afirmou Meira.

      No encontro, a ideia foi fazer pensar no início do movimento em algumas paróquias da Diocese de Ponta Grossa. “Podemos dizer que é um trabalho de formiguinha, que se vai fazendo para constituir o Movimento Eucarístico Jovem no estado. E, aqui, foi muito positivo pela forma como reagiram a fala, nas conversas, no sorriso e no entusiasmo. Ao voltarem, vão conversar com seus párocos para estarem montando o Mej em suas paróquias”. O movimento é formado por pequenas comunidades, explicou Leo Meira, “não tem número mínimo. Se tem quatro, cinco interessados em viver a espiritualidade, podem começar”. 


Diocede Ponta Grossa
O encontro diocesano do Apostolado da Oração festejou os 175 anos de devoção ao Sagrado Coração de Jesus   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O encontro diocesano do Apostolado da Oração festejou os 175 anos de devoção ao Sagrado Coração de Jesus   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Padre Sereno detalhou os documentos e o processo que elevou o Apostolado em rede mundial de oração   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O bispo dom Sergio celebrou a missa de encerramento do encontro diocesano   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Perto de 1.200 integrantes do Apostolado da Oração de toda a Diocese passaram o domingo juntos   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia