DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 28/04/2019

Diocese ganha três novos diáconos

Emoção marcou celebração eucarística de ordenação

 
A celebração refere-se ao Sacramento da Ordem no grau do diaconato e alegra toda a Igreja A celebração refere-se ao Sacramento da Ordem no grau do diaconato e alegra toda a Igreja | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

      Muito além da comoção normal neste tipo de celebração, a cerimônia eucarística de ordenação diaconal dos seminaristas Alexandre Spena Regueira, Rafael Moreira e Rodrigo Ribas, neste Domingo da Misericórdia (28), ganhou um peso emocional ainda maior pela presença da mãe de Rafael, Marilde Bueno Moreira, que, devido a complicações oriundas de problemas cardíacos, acompanhou a celebração em uma maca hospitalar de dentro da capela do Santíssimo da Catedral Sant’Ana. Nem respirador ou sonda impediram Marilde de viver esse importante momento na vida do filho, que foi ordenado diácono, ao lado de Alexandre e Rodrigo, depois de quase dez anos de formação.

      A  presença da mãe de Rafael na celebração foi confirmada há apenas três dias. Marilde saiu do hospital em Piraí do Sul, onde está internada para tratar um problema no coração que acabou afetando o pulmão, e seguiu de ambulância à Catedral. Acompanhada por duas filhas, ela assistiu a cerimônia da Capela do Santíssimo, ao lado do altar. O bispo dom Sergio Arthur Braschi, antes do início da celebração, a cumprimentou e abençoou, dizendo: “quero vê-la na ordenação sacerdotal!”. Rafael, depois de ser apresentado,  receber o Evangelho, a imposição das mãos, as vestes e o abraço de acolhida, já como diácono, foi até a capela e se aninhou no colo da mãe, chorando muito. Não conseguiu falar. Dona Marilde também chorou.  “Valeu cada quilômetro rodado do hospital até aqui para viver este momento”, dizia aos prantos a irmã do novo diácono, Simone Moreira. Rafael é órfão de pai e já perdeu uma irmã.

      Diácono significa servidor. Aquele que, fortalecido com o dom do Espírito Santo, deverá ajudar o bispo e seus padres no serviço da Palavra, do altar e da caridade, explicava o bispo dom Sergio em sua homilia. “Não entendam o sacramento como status, como algo que vai deixá-los importantes diante do povo de Deus, mas configurados a Jesus no ministério do serviço. Servidores na paz, na misericórdia, na consolação expressa na leitura dos Atos, como cura das pessoas”, lembrou o bispo, citando que muita gente vai se aproximar dos diáconos para abrir o coração, pedir benção, uma palavra “e vocês vão consolar, serão ministros servidores da paz. Amparados por Deus, procedam de tal modo em seu ministério que todos vós da comunidade da Diocese podereis reconhecê-los como verdadeiros discípulos daquele que veio não para ser servido, mas para servir. Cumpri generosamente a vontade Dele e na caridade servi com alegria tanto a Deus como aos seres humanos”, enfatizou dom Sergio.           


Graça

      Sereno. Emocionado. Vibrante. Cada um dos novos diáconos vivenciou a celebração a seu jeito. Alexandre Spena mostrava-se muito sereno e compenetrado. “Você já chega com sentimento de gratidão e a alegria transborda o coração porque Deus se manifesta ainda mais na nossa vida, e, agora que nos somos ordenados, também somos impelidos na ação de graças de Deus, que faz com que nossa vida se torne cada vez mais o amor dispensado a toda a Humanidade, e, sobretudo a alegria de servir o Senhor. É isso que nós esperamos”, comentava.

      Rafael Moreira era o mais emocionado. “Alegria que não cabe dentro do peito. Mesmo diante das dificuldades, mesmo na luta que foi, saber que tantas pessoas me acompanharam, me apoiaram e hoje se manifestam aqui nessa celebração. De fato, a emoção foi muito grande pela saudade daqueles que já se foram, mas também pela certeza de que, de alguma maneira, estavam aqui comigo, me acompanhando nesse momento tão especial”, afirmava.  

      Rodrigo Ribas dizia-se muito feliz. “Muito grato a Deus pelo que realizou em minha vida até agora e pelo que vai realizar daqui para frente. A ordenação diaconal é o primeiro passo. Espero, a partir de agora, colocar tudo isso em prática, indo ao encontro do povo de Deus naquilo que estiver dentro do meu alcance”, destacava ele, que durante toda a celebração esteve muito vibrante. Para o coordenador diocesano da Pastoral Presbiteral e do Serviço de Animação Vocacional, padre Osvaldo Pinheiro, o momento era de grande alegria.  “Hoje é dia de festa para a Igreja, dia de agradecer a Deus pelas vocações e por esses jovens que são sinais para outros jovens que é possível responder esse chamado. A missão deles não acaba aqui. É preciso continuar rezando sempre por eles e por novas vocações”, orientou o sacerdote que acolheu os três, em 2010,  no Seminário Propedêutico, em Carambeí. “Fiz parte dessa caminhada”.

      A coordenadora da Pastoral do Adolescente da Paróquia São Miguel, de Irati, Ana Paula de Oliveira Canesso, considerou a celebração emocionante. “Nosso trabalho na pastoral é manter os jovens, depois da Crisma, unidos à Igreja. E o Rodrigo foi nomeado pelo bispo para realizar atitudes, ações com o grupo de jovens e foi muito importante porque todos se identificaram muito com o Rodrigo. Um jovem dinâmico, ativo, moderno e com muta fé. Isso mexeu muito com a cidade. Mesmo antes da ordenação, ele está sendo uma benção para a comunidade”, frisou  Ana Paula que acompanhava um grupo de 20 adolescentes iratienses, terra natal de Rodrigo Ribas.

      Alexandre Spena será ordenado padre dia 4 de agosto, na Paróquia Sant’Ana, em Castro; Rafael Moreira, no dia 15 de agosto, em Piraí do Sul, na Paróquia Senhor Menino Deus, e Rodrigo Ribas no dia 1º de setembro, na Paróquia São Miguel, em Irati.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
|





Publicado em: 28/04/2019

Diocese ganha três novos diáconos

Emoção marcou celebração eucarística de ordenação

 

      Muito além da comoção normal neste tipo de celebração, a cerimônia eucarística de ordenação diaconal dos seminaristas Alexandre Spena Regueira, Rafael Moreira e Rodrigo Ribas, neste Domingo da Misericórdia (28), ganhou um peso emocional ainda maior pela presença da mãe de Rafael, Marilde Bueno Moreira, que, devido a complicações oriundas de problemas cardíacos, acompanhou a celebração em uma maca hospitalar de dentro da capela do Santíssimo da Catedral Sant’Ana. Nem respirador ou sonda impediram Marilde de viver esse importante momento na vida do filho, que foi ordenado diácono, ao lado de Alexandre e Rodrigo, depois de quase dez anos de formação.

      A  presença da mãe de Rafael na celebração foi confirmada há apenas três dias. Marilde saiu do hospital em Piraí do Sul, onde está internada para tratar um problema no coração que acabou afetando o pulmão, e seguiu de ambulância à Catedral. Acompanhada por duas filhas, ela assistiu a cerimônia da Capela do Santíssimo, ao lado do altar. O bispo dom Sergio Arthur Braschi, antes do início da celebração, a cumprimentou e abençoou, dizendo: “quero vê-la na ordenação sacerdotal!”. Rafael, depois de ser apresentado,  receber o Evangelho, a imposição das mãos, as vestes e o abraço de acolhida, já como diácono, foi até a capela e se aninhou no colo da mãe, chorando muito. Não conseguiu falar. Dona Marilde também chorou.  “Valeu cada quilômetro rodado do hospital até aqui para viver este momento”, dizia aos prantos a irmã do novo diácono, Simone Moreira. Rafael é órfão de pai e já perdeu uma irmã.

      Diácono significa servidor. Aquele que, fortalecido com o dom do Espírito Santo, deverá ajudar o bispo e seus padres no serviço da Palavra, do altar e da caridade, explicava o bispo dom Sergio em sua homilia. “Não entendam o sacramento como status, como algo que vai deixá-los importantes diante do povo de Deus, mas configurados a Jesus no ministério do serviço. Servidores na paz, na misericórdia, na consolação expressa na leitura dos Atos, como cura das pessoas”, lembrou o bispo, citando que muita gente vai se aproximar dos diáconos para abrir o coração, pedir benção, uma palavra “e vocês vão consolar, serão ministros servidores da paz. Amparados por Deus, procedam de tal modo em seu ministério que todos vós da comunidade da Diocese podereis reconhecê-los como verdadeiros discípulos daquele que veio não para ser servido, mas para servir. Cumpri generosamente a vontade Dele e na caridade servi com alegria tanto a Deus como aos seres humanos”, enfatizou dom Sergio.           


Graça

      Sereno. Emocionado. Vibrante. Cada um dos novos diáconos vivenciou a celebração a seu jeito. Alexandre Spena mostrava-se muito sereno e compenetrado. “Você já chega com sentimento de gratidão e a alegria transborda o coração porque Deus se manifesta ainda mais na nossa vida, e, agora que nos somos ordenados, também somos impelidos na ação de graças de Deus, que faz com que nossa vida se torne cada vez mais o amor dispensado a toda a Humanidade, e, sobretudo a alegria de servir o Senhor. É isso que nós esperamos”, comentava.

      Rafael Moreira era o mais emocionado. “Alegria que não cabe dentro do peito. Mesmo diante das dificuldades, mesmo na luta que foi, saber que tantas pessoas me acompanharam, me apoiaram e hoje se manifestam aqui nessa celebração. De fato, a emoção foi muito grande pela saudade daqueles que já se foram, mas também pela certeza de que, de alguma maneira, estavam aqui comigo, me acompanhando nesse momento tão especial”, afirmava.  

      Rodrigo Ribas dizia-se muito feliz. “Muito grato a Deus pelo que realizou em minha vida até agora e pelo que vai realizar daqui para frente. A ordenação diaconal é o primeiro passo. Espero, a partir de agora, colocar tudo isso em prática, indo ao encontro do povo de Deus naquilo que estiver dentro do meu alcance”, destacava ele, que durante toda a celebração esteve muito vibrante. Para o coordenador diocesano da Pastoral Presbiteral e do Serviço de Animação Vocacional, padre Osvaldo Pinheiro, o momento era de grande alegria.  “Hoje é dia de festa para a Igreja, dia de agradecer a Deus pelas vocações e por esses jovens que são sinais para outros jovens que é possível responder esse chamado. A missão deles não acaba aqui. É preciso continuar rezando sempre por eles e por novas vocações”, orientou o sacerdote que acolheu os três, em 2010,  no Seminário Propedêutico, em Carambeí. “Fiz parte dessa caminhada”.

      A coordenadora da Pastoral do Adolescente da Paróquia São Miguel, de Irati, Ana Paula de Oliveira Canesso, considerou a celebração emocionante. “Nosso trabalho na pastoral é manter os jovens, depois da Crisma, unidos à Igreja. E o Rodrigo foi nomeado pelo bispo para realizar atitudes, ações com o grupo de jovens e foi muito importante porque todos se identificaram muito com o Rodrigo. Um jovem dinâmico, ativo, moderno e com muta fé. Isso mexeu muito com a cidade. Mesmo antes da ordenação, ele está sendo uma benção para a comunidade”, frisou  Ana Paula que acompanhava um grupo de 20 adolescentes iratienses, terra natal de Rodrigo Ribas.

      Alexandre Spena será ordenado padre dia 4 de agosto, na Paróquia Sant’Ana, em Castro; Rafael Moreira, no dia 15 de agosto, em Piraí do Sul, na Paróquia Senhor Menino Deus, e Rodrigo Ribas no dia 1º de setembro, na Paróquia São Miguel, em Irati.


Diocede Ponta Grossa
A celebração refere-se ao Sacramento da Ordem no grau do diaconato e alegra toda a Igreja   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A celebração refere-se ao Sacramento da Ordem no grau do diaconato e alegra toda a Igreja   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Os fiéis vieram de três cidades da Diocese para apoiar os novos diáconos   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Alexandre de 39 anos, e Rafael e Rodrigo, de 26, avançam na caminhada em direção ao ministério sacerdotal   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O bispo dom Sergio ressaltou a importância do serviço na Igreja: “configurar-se a Jesus Cristo”   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Diácono Alexandre Spena será ordenado padre dia 4 de agosto, na Paróquia Sant’Ana, em Castro   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Diácono Rafael Moreira será ordenado padre dia 15 de agosto, em Piraí do Sul, na Paróquia Senhor Menino Deus   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Diácono Rodrigo Ribas será ordenado padre dia 1º de setembro, na Paróquia São Miguel, em Irati   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
No rito da celebração, a imposição das mãos pelo bispo marca a ordenação   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Sacerdotes e diáconos de toda a Diocese concelebraram ao lado do bispo dom Sergio   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia