DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 18/06/2019

Carta define convocados à assembleia

Convocatória foi entregue a padres em reunião

 
Dom Sergio mostrou aos padres o cartaz da segunda romaria estadual do Terço dos Homens, em Paranaguá, dias 14 e 15 de setembro Dom Sergio mostrou aos padres o cartaz da segunda romaria estadual do Terço dos Homens, em Paranaguá, dias 14 e 15 de setembro | Crédito:

      Dentre mais de dez assuntos abordados na primeira reunião dos padres dos quatro setores de Ponta Grossa, o destaque ficou por conta da entrega da carta convocatória à assembleia diocesana, marcada para 24 de agosto. Na carta, os sacerdotes ficaram sabendo quem deve participar da assembleia, que terá como luz as diretrizes da ação evangelizadora do Brasil para entre 2019-2023, aprovada em maio. Na assembleia, serão tomadas as decisões e definidas as metas do plano diocesano para os próximos quatro anos.

      “Queremos motivar as paróquias, as lideranças, para que tomem conhecimento e estudem o documento com as novas diretrizes, que já foi impresso. As paróquias precisam envolver as lideranças em um processo de escuta, de apontamentos de metas para os próximos anos”,  comentou o padre Joel Nalepa, coordenador da Ação Evangelizadora da Diocese, informando que o bispo dom Sergio Arthur Baschi, como presidente da assembleia, convocou párocos, vigários, diáconos permanentes,  integrantes do Conselho de Animação Diocesana da Ação Evangelizadora (Cadae), seminaristas diocesanos e cinco pessoas por paróquia. Essas pessoas serão escolhidas pelo conselho e podem ser leigos ou religiosos, que atuam na paróquia. Também participarão coordenadores de movimentos, pastorais e organismos a nível diocesano, e representantes da vida religiosa e das novas comunidades. Entre 250 e 300 participantes são esperados.

      Segundo padre Joel, a carta destaca a importância da assembleia, da consulta, da tomada de decisões, da participação do povo de Deus não só no dia em si, mas também na preparação. “Todas as forças vivas devem estar representadas e, a partir da participação de todos, nós estaremos elaborando o plano diocesano que, além das diretrizes da  ação evangelizadora, dom Sergio tem pedido, insistentemente, para que se leve em consideração o processo de caminhada que queremos fazer, já tendo como horizonte o centenário da Diocese, em 2026”, frisou. A assembleia está marcada para dia 24 de agosto, um sábado, no Colégio Sagrada Família/sede Auxiliadora, com a assessoria de dom Amilton da Silva, bispo auxiliar de Curitiba.      


Reunião

      De acordo com padre Joel Nalepa, a reunião com os sacerdotes dos quatro setores de dentro da cidade tratou de um modo mais claro os assuntos que são de interesse de Ponta Grossa, abordando os vários assuntos e os seus encaminhamentos. “Como Corpus Christi, que envolve toda a cidade, no dia 20. Também se aproxima a reunião do Conselho Presbiteral, dia 27, e a reunião geral do clero, em 4 de julho. Vamos aprofundar alguns temas abordados aqui e encaminhados. A reunião do dia 14, que aconteceu no salão paroquial da Paróquia Nossa Senhora do Pilar, em Ponta Grossa, contou com alguns convidados, que falaram aos padres sobre o Parque Nacional dos Campos Gerais (professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Carlos Hugo Rocha,  curso de Agronomia, e Gilson  Burigo, Geociências) e Reforma da Previdência (assessor diocesano, Luís Fernando Retting).  


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Live atinge mais de 10 mil pessoas   |   Missa do Crisma será no feriado   |   Catedral faz festa pelos seus 197 anos   |   Missa online vai ‘conectar’ jovens   |  





Publicado em: 18/06/2019

Carta define convocados à assembleia

Convocatória foi entregue a padres em reunião

 

      Dentre mais de dez assuntos abordados na primeira reunião dos padres dos quatro setores de Ponta Grossa, o destaque ficou por conta da entrega da carta convocatória à assembleia diocesana, marcada para 24 de agosto. Na carta, os sacerdotes ficaram sabendo quem deve participar da assembleia, que terá como luz as diretrizes da ação evangelizadora do Brasil para entre 2019-2023, aprovada em maio. Na assembleia, serão tomadas as decisões e definidas as metas do plano diocesano para os próximos quatro anos.

      “Queremos motivar as paróquias, as lideranças, para que tomem conhecimento e estudem o documento com as novas diretrizes, que já foi impresso. As paróquias precisam envolver as lideranças em um processo de escuta, de apontamentos de metas para os próximos anos”,  comentou o padre Joel Nalepa, coordenador da Ação Evangelizadora da Diocese, informando que o bispo dom Sergio Arthur Baschi, como presidente da assembleia, convocou párocos, vigários, diáconos permanentes,  integrantes do Conselho de Animação Diocesana da Ação Evangelizadora (Cadae), seminaristas diocesanos e cinco pessoas por paróquia. Essas pessoas serão escolhidas pelo conselho e podem ser leigos ou religiosos, que atuam na paróquia. Também participarão coordenadores de movimentos, pastorais e organismos a nível diocesano, e representantes da vida religiosa e das novas comunidades. Entre 250 e 300 participantes são esperados.

      Segundo padre Joel, a carta destaca a importância da assembleia, da consulta, da tomada de decisões, da participação do povo de Deus não só no dia em si, mas também na preparação. “Todas as forças vivas devem estar representadas e, a partir da participação de todos, nós estaremos elaborando o plano diocesano que, além das diretrizes da  ação evangelizadora, dom Sergio tem pedido, insistentemente, para que se leve em consideração o processo de caminhada que queremos fazer, já tendo como horizonte o centenário da Diocese, em 2026”, frisou. A assembleia está marcada para dia 24 de agosto, um sábado, no Colégio Sagrada Família/sede Auxiliadora, com a assessoria de dom Amilton da Silva, bispo auxiliar de Curitiba.      


Reunião

      De acordo com padre Joel Nalepa, a reunião com os sacerdotes dos quatro setores de dentro da cidade tratou de um modo mais claro os assuntos que são de interesse de Ponta Grossa, abordando os vários assuntos e os seus encaminhamentos. “Como Corpus Christi, que envolve toda a cidade, no dia 20. Também se aproxima a reunião do Conselho Presbiteral, dia 27, e a reunião geral do clero, em 4 de julho. Vamos aprofundar alguns temas abordados aqui e encaminhados. A reunião do dia 14, que aconteceu no salão paroquial da Paróquia Nossa Senhora do Pilar, em Ponta Grossa, contou com alguns convidados, que falaram aos padres sobre o Parque Nacional dos Campos Gerais (professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Carlos Hugo Rocha,  curso de Agronomia, e Gilson  Burigo, Geociências) e Reforma da Previdência (assessor diocesano, Luís Fernando Retting).  


Diocede Ponta Grossa
Dom Sergio mostrou aos padres o cartaz da segunda romaria estadual do Terço dos Homens, em Paranaguá, dias 14 e 15 de setembro   |  

Diocede Ponta Grossa
Os professores Carlos Hugo e Gilson enalteceram a parceria da Igreja na defesa da causa do parque   |  

Diocede Ponta Grossa
O auditor aposentado, Luz Fernando Retting, se ofereceu para falar nas paróquias a respeito da Reforma da Previdência   |  

Diocede Ponta Grossa
Padre Ivan de Campos lembrou que o tríduo para festejar Sant’Ana, dia 26 de julho, tem a participação dos setores da cidade   |  


Navegue até a sua Paróquia