DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 28/06/2019

Romaria Cavanis celebra cinquentenário

Festa será no Santuário Nacional de Aparecida

 
O Santuário Nacional de Aparecida recebe a romaria Cavanis neste final de semana. Aqui, 80 mil participantes do Terço dos Homens O Santuário Nacional de Aparecida recebe a romaria Cavanis neste final de semana. Aqui, 80 mil participantes do Terço dos Homens | Crédito: Thiago Leon

    Neste final de semana, entre os dias 29 e 30, pessoas do Norte ao Sul do país e representantes de várias partes do mundo, especialmente da Itália, e de lugares onde existem obras da instituição, como na região andina - Equador, Colômbia e Bolívia -  seguem  para o Santuário Nacional de Aparecida, onde participam da festa jubilar da Congregação Cavanis, que celebra 50 anos no Brasil. 

     No sábado (29), os romeiros participarão de uma via-sacra, às 15 horas, no Morro do Cruzeiro, seguida de um momento mariano e, às 20 horas, santa missa, no Santuário da Mãe Aparecida. A manhã de domingo está reservada para o momento especial em que toda a congregação estará irmanada em uma celebração festiva e solene que marcará, oficialmente, os 50 anos de presença Cavanis em terras brasileiras, iniciada em Castro. A missa terá início as 8 horas e será transmitida pela TV Aparecida e pelo Facebook. Após a celebração, os romeiros terão um encontro no Salão de Eventos Padre Noé Sotillo, anexo ao Santuário. Será lançado um livro comemorativo ao jubileu  e haverá apresentações e confraternização.

       A Congregação das Escolas de Caridade – Instituto Cavanis, mais conhecida como ‘Congregação Cavanis’, nasceu a partir da intuição e do coração de dois irmãos venezianos, Marcos e Antônio Cavanis, no inicio de 1800. Em 2 de maio de 1802 deram inicio a ‘obra’. Protagonizaram o surgimento da primeira escola gratuita para o povo e, a partir de então, suas vidas seriam caracterizadas por uma caminhada corajosa e incansável na criação e implantação de um pedagogia de formação cristã e cultural dedicadas aos jovens.


Castro

      A congregação, representada por seu superior geral, fez a primeira viagem de visita e contatos com dioceses brasileiras de 26 de março a 31 de abril de 1968.  Castro foi escolhida para receber a primeira comunidade Cavanis no país, e, em 28 de novembro de 1968, os padres Lívio Donati, Mário Merotto e Francisco Giusti chegaram. Eles foram foram recebidos por dom Geraldo Pellanda, bispo de Ponta Grossa na época, que lhes confiou o colégio de Santa Cruz e uma chácara.

       Além de Castro, hoje quase uma dezena de outras paróquias são regidas pelos Cavanis e estão espalhadas pelo Paraná. A Congregação ainda mantém obras e paróquias em São Paulo, Pará e Minas Gerais. ”Acredito que não conseguimos fazer tudo o que planejamos ou queríamos fazer ao longo destes três anos em preparação ao jubileu. Afinal, somos poucos e limitados. Porém, acredito que fizemos o que foi possível fazer”, destaca padre Edmar de Souza, superior provincial dos Cavanis, no Brasil. 

      Antes mesmo de celebrar a data jubilar, toda a Congregação Cavanis esteve reunida em  tríduos preparatórios, entre 2016 a 2018, com temas de estudos específicos;  presença do Tríptico em todas as comunidades atendidas pela Instituição; vários momentos celebrativos, como jubileu de  paróquias, profissões e ordenações; neste mesmo clima foi  celebrado o VIII Capítulo Provincial, abertura do ano de ação de graças, com a passagem do relicário, que está visitando as comunidades até o dia 28 de dezembro, encerrando em Castro. Foi inaugurado o Seminário Nossa Senhora do Carmo em Novo Progresso (PA);  ordenações e profissões de confrades; visita e colaboração de vários confrades da Itália e demais partes territoriais; e ainda a visita do Superior Gera- padre Piero Fietta e seu conselho.


  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Live atinge mais de 10 mil pessoas   |   Missa do Crisma será no feriado   |   Catedral faz festa pelos seus 197 anos   |   Missa online vai ‘conectar’ jovens   |  





Publicado em: 28/06/2019

Romaria Cavanis celebra cinquentenário

Festa será no Santuário Nacional de Aparecida

 

    Neste final de semana, entre os dias 29 e 30, pessoas do Norte ao Sul do país e representantes de várias partes do mundo, especialmente da Itália, e de lugares onde existem obras da instituição, como na região andina - Equador, Colômbia e Bolívia -  seguem  para o Santuário Nacional de Aparecida, onde participam da festa jubilar da Congregação Cavanis, que celebra 50 anos no Brasil. 

     No sábado (29), os romeiros participarão de uma via-sacra, às 15 horas, no Morro do Cruzeiro, seguida de um momento mariano e, às 20 horas, santa missa, no Santuário da Mãe Aparecida. A manhã de domingo está reservada para o momento especial em que toda a congregação estará irmanada em uma celebração festiva e solene que marcará, oficialmente, os 50 anos de presença Cavanis em terras brasileiras, iniciada em Castro. A missa terá início as 8 horas e será transmitida pela TV Aparecida e pelo Facebook. Após a celebração, os romeiros terão um encontro no Salão de Eventos Padre Noé Sotillo, anexo ao Santuário. Será lançado um livro comemorativo ao jubileu  e haverá apresentações e confraternização.

       A Congregação das Escolas de Caridade – Instituto Cavanis, mais conhecida como ‘Congregação Cavanis’, nasceu a partir da intuição e do coração de dois irmãos venezianos, Marcos e Antônio Cavanis, no inicio de 1800. Em 2 de maio de 1802 deram inicio a ‘obra’. Protagonizaram o surgimento da primeira escola gratuita para o povo e, a partir de então, suas vidas seriam caracterizadas por uma caminhada corajosa e incansável na criação e implantação de um pedagogia de formação cristã e cultural dedicadas aos jovens.


Castro

      A congregação, representada por seu superior geral, fez a primeira viagem de visita e contatos com dioceses brasileiras de 26 de março a 31 de abril de 1968.  Castro foi escolhida para receber a primeira comunidade Cavanis no país, e, em 28 de novembro de 1968, os padres Lívio Donati, Mário Merotto e Francisco Giusti chegaram. Eles foram foram recebidos por dom Geraldo Pellanda, bispo de Ponta Grossa na época, que lhes confiou o colégio de Santa Cruz e uma chácara.

       Além de Castro, hoje quase uma dezena de outras paróquias são regidas pelos Cavanis e estão espalhadas pelo Paraná. A Congregação ainda mantém obras e paróquias em São Paulo, Pará e Minas Gerais. ”Acredito que não conseguimos fazer tudo o que planejamos ou queríamos fazer ao longo destes três anos em preparação ao jubileu. Afinal, somos poucos e limitados. Porém, acredito que fizemos o que foi possível fazer”, destaca padre Edmar de Souza, superior provincial dos Cavanis, no Brasil. 

      Antes mesmo de celebrar a data jubilar, toda a Congregação Cavanis esteve reunida em  tríduos preparatórios, entre 2016 a 2018, com temas de estudos específicos;  presença do Tríptico em todas as comunidades atendidas pela Instituição; vários momentos celebrativos, como jubileu de  paróquias, profissões e ordenações; neste mesmo clima foi  celebrado o VIII Capítulo Provincial, abertura do ano de ação de graças, com a passagem do relicário, que está visitando as comunidades até o dia 28 de dezembro, encerrando em Castro. Foi inaugurado o Seminário Nossa Senhora do Carmo em Novo Progresso (PA);  ordenações e profissões de confrades; visita e colaboração de vários confrades da Itália e demais partes territoriais; e ainda a visita do Superior Gera- padre Piero Fietta e seu conselho.


Diocede Ponta Grossa
O Santuário Nacional de Aparecida recebe a romaria Cavanis neste final de semana. Aqui, 80 mil participantes do Terço dos Homens   |   Thiago Leon


Navegue até a sua Paróquia