DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 19/07/2019

Seminaristas: missão como paixão por Jesus

Carta-compromisso de congresso orienta atuação

 
Os seminaristas Jeferson e André com o arcebispo de Nampula, Moçambique Os seminaristas Jeferson e André com o arcebispo de Nampula, Moçambique | Crédito: Assessoria Pontifícias Obras Missionárias

      Entre os perto de 300 seminaristas que participaram, entre 10 e 14 deste mês, do III Congresso Missionário Nacional, em Santo Antônio da Patrulha (RS), estavam dois seminaristas da Diocese de Ponta Grossa: Jefferson Davi Sviercoski Sanchez e André Emanuel França, do terceiro ano do Discipulado. O objetivo geral do encontro foi animar e aprimorar a formação missionária dos futuros presbíteros no Brasil, de maneira que a missão seja realmente eixo central da formação e ajude os seminaristas a adquirir um autêntico espírito missionário.

       Jefferson Sanchez é coordenador do Conselho Diocesano de Seminaristas e conta que, ao vivenciar o congresso, aprendeu um novo sentido para o ‘ser missionário’. “A missão na nossa formação sacerdotal vai muito além de apenas uma disciplina. Ao refletir o tema do congresso – ‘Batizados e Enviados’ - tive a compreensão de que se sou batizado, sou enviado, e não apenas para ser missionário, mas para ser uma missão no mundo. É a isso que a Igreja nos convida, a isso que o Papa Francisco vem nos convidando, desde a Evangelii Gaudium,  escrita por ele. E, nesse contexto, abraçar a dimensão missionária na nossa caminhada vocacional para que seja eu também um bom padre e, antes, um discípulo missionário de Jesus”, comentou.

      Entre os congressistas, 235 seminaristas diocesanos e religiosos de 104 dioceses e prelazias dos 18 regionais do Brasil, formadores, coordenadores de Conselhos Missionários Regionais, bispos representantes da CNBB, coordenadores das Pontifícias Obras Missionárias, representantes da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil, Conferência dos Religiosos do Brasil, Conselho Missionário Indigenista, Infância e Adolescência Missionária, Juventude Missionária e Famílias Missionárias. “Fomos impulsionados a sermos agentes ativos no processo de conversão pastoral e ajudarmos a Igreja a viver a missão como “uma paixão por Jesus e, simultaneamente uma paixão pelo seu povo” (EG 268), durante todo o processo de formação, tanto inicial como permanente”, ressalta um trecho da carta-compromisso emitida após o congresso.

      Nos momentos finais, foi apresentado o plano trienal dos Conselho Missionários de Seminaristas e a importância de sua animação nas dioceses do Brasil. Segundo padre Antônio Niemiec, secretário da Pontifícia União Missionária, manifestou que o objetivo do Conselho Missionário dos Seminaristas é “proporcionar aos futuros candidatos à Vida Religiosa Consagrada uma sólida espiritualidade e formação missionária capaz de enfrentar os desafios da missão: na pastoral, na nova evangelização e na missão ad gentes e além-fronteiras”. Nos últimos anos, o Conselho se expandiu pelas dioceses e regionais do Brasil graças à realização de formações, congressos e experiências missionárias de seminaristas.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Live atinge mais de 10 mil pessoas   |   Missa do Crisma será no feriado   |   Catedral faz festa pelos seus 197 anos   |   Missa online vai ‘conectar’ jovens   |  





Publicado em: 19/07/2019

Seminaristas: missão como paixão por Jesus

Carta-compromisso de congresso orienta atuação

 

      Entre os perto de 300 seminaristas que participaram, entre 10 e 14 deste mês, do III Congresso Missionário Nacional, em Santo Antônio da Patrulha (RS), estavam dois seminaristas da Diocese de Ponta Grossa: Jefferson Davi Sviercoski Sanchez e André Emanuel França, do terceiro ano do Discipulado. O objetivo geral do encontro foi animar e aprimorar a formação missionária dos futuros presbíteros no Brasil, de maneira que a missão seja realmente eixo central da formação e ajude os seminaristas a adquirir um autêntico espírito missionário.

       Jefferson Sanchez é coordenador do Conselho Diocesano de Seminaristas e conta que, ao vivenciar o congresso, aprendeu um novo sentido para o ‘ser missionário’. “A missão na nossa formação sacerdotal vai muito além de apenas uma disciplina. Ao refletir o tema do congresso – ‘Batizados e Enviados’ - tive a compreensão de que se sou batizado, sou enviado, e não apenas para ser missionário, mas para ser uma missão no mundo. É a isso que a Igreja nos convida, a isso que o Papa Francisco vem nos convidando, desde a Evangelii Gaudium,  escrita por ele. E, nesse contexto, abraçar a dimensão missionária na nossa caminhada vocacional para que seja eu também um bom padre e, antes, um discípulo missionário de Jesus”, comentou.

      Entre os congressistas, 235 seminaristas diocesanos e religiosos de 104 dioceses e prelazias dos 18 regionais do Brasil, formadores, coordenadores de Conselhos Missionários Regionais, bispos representantes da CNBB, coordenadores das Pontifícias Obras Missionárias, representantes da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil, Conferência dos Religiosos do Brasil, Conselho Missionário Indigenista, Infância e Adolescência Missionária, Juventude Missionária e Famílias Missionárias. “Fomos impulsionados a sermos agentes ativos no processo de conversão pastoral e ajudarmos a Igreja a viver a missão como “uma paixão por Jesus e, simultaneamente uma paixão pelo seu povo” (EG 268), durante todo o processo de formação, tanto inicial como permanente”, ressalta um trecho da carta-compromisso emitida após o congresso.

      Nos momentos finais, foi apresentado o plano trienal dos Conselho Missionários de Seminaristas e a importância de sua animação nas dioceses do Brasil. Segundo padre Antônio Niemiec, secretário da Pontifícia União Missionária, manifestou que o objetivo do Conselho Missionário dos Seminaristas é “proporcionar aos futuros candidatos à Vida Religiosa Consagrada uma sólida espiritualidade e formação missionária capaz de enfrentar os desafios da missão: na pastoral, na nova evangelização e na missão ad gentes e além-fronteiras”. Nos últimos anos, o Conselho se expandiu pelas dioceses e regionais do Brasil graças à realização de formações, congressos e experiências missionárias de seminaristas.


Diocede Ponta Grossa
Os seminaristas Jeferson e André com o arcebispo de Nampula, Moçambique   |   Assessoria Pontifícias Obras Missionárias

Diocede Ponta Grossa
Perto de 300 seminaristas, vindos de 104 dioceses participaram do congresso   |   Assessoria Pontifícias Obras Missionárias

Diocede Ponta Grossa
Entre os seminaristas, dois representantes da Diocese de Ponta Grossa   |   Assessoria Pontifícias Obras Missionárias

Diocede Ponta Grossa
Seminaristas da Província de Curitiba ao lado do bispo auxiliar de Porto Alegre, dom Leomar Brustolin   |   Assessoria Pontifícias Obras Missionárias


Navegue até a sua Paróquia