DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 08/08/2019

Padre celebra dois anos de sacerdócio

Álvaro Nortok foi um dos seis ordenados em 2017

 
A celebração contou com a presença dos padres Kleber e Edevaldo A celebração contou com a presença dos padres Kleber e Edevaldo | Crédito: Bárbara Gardin/Pastoral da Comunicação

      Na noite de terça-feira (6), Álvaro Martins Nortok, sacerdote nascido em Irati e ordenado em 2017, pela Paróquia Nossa Senhora da Luz, celebrou dois anos de vida religiosa na igreja matriz. Junto dele, os seus colegas de turma, padre Edevaldo Halat Carneiro, vigário da Paróquia Nossa Senhora da Luz, e padre Kleber Pacheco, da Paróquia Menino Jesus, de Reserva, concelebraram a Santa Missa, além da participação do diácono permanente, Luciano Ferreira.

     Atualmente, padre Álvaro é vigário da Paróquia Santana, de Castro. Antes ainda trabalhou em Carambeí, na Paróquia Imaculada Conceição. Em sua homilia, Nortok relatou levar consigo no coração a comunidade de Irati, e destacou que é fruto das orações deste povo. "Se hoje eu sou padre, é por que aqui foi rezado pelas vocações", afirmou. Padre Álvaro também pediu orações para sua caminhada e relatou a saudade da sua terra natal. Amigos, familiares e comunidade em geral participaram da Missa e de uma confraternização no Salão Paroquial, onde cumprimentaram o sacerdote o pela data.

      2017 foi um ano rico em ordenações para a Diocese de Ponta Grossa. O próprio bispo dom Sergio Arthur Braschi lembrava que, em 15 anos no comando da Diocese, nunca havia ordenado tantos padres em um único ano. Só entre os padres diocesanos, além de Álvaro, Edevaldo e Kleber, aconteceram as ordenações presbiterais de Wagner Oliveira da Silva, dia 30 de julho, em Telêmaco Borba; Adevilson Dias de Lara, no dia 17 de setembro, em Reserva, e, dia 1º de outubro, de Daniel Farago, em Ponta Grossa.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Diocese ganhará relíquias de São João Paulo II   |   ECC festeja seus 50 anos   |   Missa do Crisma reúne padres da diocese   |   Live atinge mais de 10 mil pessoas   |  





Publicado em: 08/08/2019

Padre celebra dois anos de sacerdócio

Álvaro Nortok foi um dos seis ordenados em 2017

 

      Na noite de terça-feira (6), Álvaro Martins Nortok, sacerdote nascido em Irati e ordenado em 2017, pela Paróquia Nossa Senhora da Luz, celebrou dois anos de vida religiosa na igreja matriz. Junto dele, os seus colegas de turma, padre Edevaldo Halat Carneiro, vigário da Paróquia Nossa Senhora da Luz, e padre Kleber Pacheco, da Paróquia Menino Jesus, de Reserva, concelebraram a Santa Missa, além da participação do diácono permanente, Luciano Ferreira.

     Atualmente, padre Álvaro é vigário da Paróquia Santana, de Castro. Antes ainda trabalhou em Carambeí, na Paróquia Imaculada Conceição. Em sua homilia, Nortok relatou levar consigo no coração a comunidade de Irati, e destacou que é fruto das orações deste povo. "Se hoje eu sou padre, é por que aqui foi rezado pelas vocações", afirmou. Padre Álvaro também pediu orações para sua caminhada e relatou a saudade da sua terra natal. Amigos, familiares e comunidade em geral participaram da Missa e de uma confraternização no Salão Paroquial, onde cumprimentaram o sacerdote o pela data.

      2017 foi um ano rico em ordenações para a Diocese de Ponta Grossa. O próprio bispo dom Sergio Arthur Braschi lembrava que, em 15 anos no comando da Diocese, nunca havia ordenado tantos padres em um único ano. Só entre os padres diocesanos, além de Álvaro, Edevaldo e Kleber, aconteceram as ordenações presbiterais de Wagner Oliveira da Silva, dia 30 de julho, em Telêmaco Borba; Adevilson Dias de Lara, no dia 17 de setembro, em Reserva, e, dia 1º de outubro, de Daniel Farago, em Ponta Grossa.


Diocede Ponta Grossa
A celebração contou com a presença dos padres Kleber e Edevaldo   |   Bárbara Gardin/Pastoral da Comunicação

Diocede Ponta Grossa
Os seis padres vieram cada um de uma cidade diferente da Diocese: Edevaldo é de Piraí e Kleber, de Ventania   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Na homilia, padre Álvaro também pediu orações para sua caminhada   |   Bárbara Gardin/Pastoral da Comunicação

Diocede Ponta Grossa
Amigos, familiares e a comunidade participaram da confraternização   |   Bárbara Gardin/Pastoral da Comunicação


Navegue até a sua Paróquia