DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 11/09/2019

Caminho já iniciou evangelização

Paróquia São Pedro tem encontros segundas e quintas

 
Jovens de sete cidades participaram de um encontro do Caminho, em novembro, aqui em PG Jovens de sete cidades participaram de um encontro do Caminho, em novembro, aqui em PG | Crédito: Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

      “O Espírito Santo sempre suscitou respostas concretas ante os dilemas da evangelização. Hoje, frente a uma verdadeira guerra urbana onde a fé disputa espaço com o pragmatismo, este Espírito criativo não se cansa de manifestar-se para apontar um caminho de salvação aos de coração cansado. Presente na Diocese de Ponta Grossa há 25 anos, o Caminho Neocatecumenal é uma destas respostas”, avalia o responsável pela terceira Comunidade Neocatecumenal da Paróquia São Pedro Apóstolo, em Ponta Grossa, Jorge Munhoz Júnior. “O Caminho Neocatecumenal está a serviço do bispo como uma das modalidades de realização diocesana da iniciação cristã e da educação permanente à fé”, define.

      A proposta, segundo Munhoz Júnior, é oferecer uma espiritualidade profunda de redescoberta  do Batismo, em consonância com o direcionamento da Conferência NacioNal dos Bispos do Brasil para a evangelização, elencados em maio na Assembleia Geral dos Bispos. Dentro da paróquia, o Neocatecumenato é vivido em pequena comunidade - denominada Comunidade Neocatecumenal - já que a forma completa ou comum da iniciação cristã dos adultos é a comunitária. “Caminhar em uma Comunidade Neocatecumenal é nada mais do que uma profunda experiência de conhecer-se. Isso não pode ocorrer de maneira rápida, já que mergulhar na própria existência é algo gradual e segue a velocidade necessária para que a experiência tenha um caráter existencial e não apenas superficial”, explica Jorge Munhoz Júnior.

      A caminhada tem sua gênese nos encontros iniciais. Ali, em 15 noites, as equipes de evangelização abordam os principais temas ligados à fé, que giram em torno de um tripé, fundamental, que orientará toda a experiência: Palavra de Deus - Liturgia - Comunidade. Ao final deste percurso, cada um terá a oportunidade de seguir adiante na experiência proposta. Dorvalino Domann, responsável da primeira comunidade da Paróquia São Pedro, afirma que um dos tesouros do Caminho Neocatecumenal está em sua redescoberta litúrgica. "O contato com a palavra, seu estudo e preparação permitem ao cristão que ela se torne viva na sua vida", enfatiza ele.

      Na Diocese, o carisma está presente em duas paróquias, ambas em Ponta Grossa. Aqui o Neocatecumenato já rendeu muitos frutos: comunidades que já partiram em evangelização pelas casas da paróquia; envio missionário de membros que hoje atuam em outras dioceses; envio e estímulo frequente de jovens para a Jornada Mundial da Juventude; matrimônios reconstruídos e abertos à vida; comunidades inteiras inseridas em pastorais e outras realidades paroquiais.

      Neste segundo semestre, abre-se o tempo de evangelização na Paróquia São Pedro Apóstolo, no bairro Sabará em Ponta Grossa. São convidados jovens, adultos e idosos. Casais ou pessoas solteiras também são bem-vindas. Uma experiência onde, quanto mais se percorre este caminho, mais se descobre grandes tesouros da Igreja e da Fé.

      Na Paróquia São Pedro, os encontros estão acontecendo desde o dia 26 de agosto, todas as segundas e quintas-feiras, sempre às 20 horas.  Não é necessário inscrever-se e os encontros são gratuitos. “As pessoas  ainda podem participar porque, na verdade, a pedagogia nao é linear, ou seja, o que as pessoas perderam no começo, retorna na sequencia”, garante Jorge Munhoz Júnior. Informações no telefone/whatsapp (42) 9 9982-9646.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Diocese ganhará relíquias de São João Paulo II   |   ECC festeja seus 50 anos   |   Missa do Crisma reúne padres da diocese   |   Live atinge mais de 10 mil pessoas   |  





Publicado em: 11/09/2019

Caminho já iniciou evangelização

Paróquia São Pedro tem encontros segundas e quintas

 

      “O Espírito Santo sempre suscitou respostas concretas ante os dilemas da evangelização. Hoje, frente a uma verdadeira guerra urbana onde a fé disputa espaço com o pragmatismo, este Espírito criativo não se cansa de manifestar-se para apontar um caminho de salvação aos de coração cansado. Presente na Diocese de Ponta Grossa há 25 anos, o Caminho Neocatecumenal é uma destas respostas”, avalia o responsável pela terceira Comunidade Neocatecumenal da Paróquia São Pedro Apóstolo, em Ponta Grossa, Jorge Munhoz Júnior. “O Caminho Neocatecumenal está a serviço do bispo como uma das modalidades de realização diocesana da iniciação cristã e da educação permanente à fé”, define.

      A proposta, segundo Munhoz Júnior, é oferecer uma espiritualidade profunda de redescoberta  do Batismo, em consonância com o direcionamento da Conferência NacioNal dos Bispos do Brasil para a evangelização, elencados em maio na Assembleia Geral dos Bispos. Dentro da paróquia, o Neocatecumenato é vivido em pequena comunidade - denominada Comunidade Neocatecumenal - já que a forma completa ou comum da iniciação cristã dos adultos é a comunitária. “Caminhar em uma Comunidade Neocatecumenal é nada mais do que uma profunda experiência de conhecer-se. Isso não pode ocorrer de maneira rápida, já que mergulhar na própria existência é algo gradual e segue a velocidade necessária para que a experiência tenha um caráter existencial e não apenas superficial”, explica Jorge Munhoz Júnior.

      A caminhada tem sua gênese nos encontros iniciais. Ali, em 15 noites, as equipes de evangelização abordam os principais temas ligados à fé, que giram em torno de um tripé, fundamental, que orientará toda a experiência: Palavra de Deus - Liturgia - Comunidade. Ao final deste percurso, cada um terá a oportunidade de seguir adiante na experiência proposta. Dorvalino Domann, responsável da primeira comunidade da Paróquia São Pedro, afirma que um dos tesouros do Caminho Neocatecumenal está em sua redescoberta litúrgica. "O contato com a palavra, seu estudo e preparação permitem ao cristão que ela se torne viva na sua vida", enfatiza ele.

      Na Diocese, o carisma está presente em duas paróquias, ambas em Ponta Grossa. Aqui o Neocatecumenato já rendeu muitos frutos: comunidades que já partiram em evangelização pelas casas da paróquia; envio missionário de membros que hoje atuam em outras dioceses; envio e estímulo frequente de jovens para a Jornada Mundial da Juventude; matrimônios reconstruídos e abertos à vida; comunidades inteiras inseridas em pastorais e outras realidades paroquiais.

      Neste segundo semestre, abre-se o tempo de evangelização na Paróquia São Pedro Apóstolo, no bairro Sabará em Ponta Grossa. São convidados jovens, adultos e idosos. Casais ou pessoas solteiras também são bem-vindas. Uma experiência onde, quanto mais se percorre este caminho, mais se descobre grandes tesouros da Igreja e da Fé.

      Na Paróquia São Pedro, os encontros estão acontecendo desde o dia 26 de agosto, todas as segundas e quintas-feiras, sempre às 20 horas.  Não é necessário inscrever-se e os encontros são gratuitos. “As pessoas  ainda podem participar porque, na verdade, a pedagogia nao é linear, ou seja, o que as pessoas perderam no começo, retorna na sequencia”, garante Jorge Munhoz Júnior. Informações no telefone/whatsapp (42) 9 9982-9646.


Diocede Ponta Grossa
Jovens de sete cidades participaram de um encontro do Caminho, em novembro, aqui em PG   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Padre Carlos Neri, coordenador da Regional Paraná-Leste, esteve em Ponta Grossa, ano passado   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia