DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 16/09/2019

Palestras abordarão Doutrina Social da Igreja

Assessora de Rede Latinoamericana abriu o ciclo, no sábado

 
O bispo dom Sergio fez a abertura do ciclo de palestras, rezando e cantando O bispo dom Sergio fez a abertura do ciclo de palestras, rezando e cantando | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

       A primeira ideia a respeito da Doutrina Social da Igreja foi lançada com maestria pela professora Rosana Manzini, mestre em Teologia Prática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, e que tem mestrado canônico em Teologia Moral pela Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, além de ser assessora da Rede Latinoamericana e do Caribe do Pensamento Social da Igreja. Professora Rosana abriu, no último sábado (14), o ciclo de palestras sobre o tema promovido pelo Conselho Diocesano do Laicato de Ponta Grossa, com o apoio da Cáritas.

      “Queremos fazer um leque de referências a respeito de Doutrina Social da Igreja e ela  fez a abertura do nosso ciclo com excelência, já que tem muita prática de ensino, com palestras, com comunicação. É muito profunda em sua visão de Igreja e de mundo. É professora de Teologia de várias faculdades, estudou em Roma e por mais de uma vez esteve com o Papa Francisco em audiência a âmbito de Brasil e América Latina. (Ela) deu muito subsídio, muita força para o aprofundamento do tema”, avaliou o presidente do Conselho Diocesano do Laicato, Oscar Furstemberg.

      Para Furstemberg, a professora Rosana se preocupou em trazer da Bíblia, das ações de Jesus, as linhas de encaminhamentos que a Doutrina Social da Igreja segue. “Não se pode deixar de analisar que documentos da Igreja manifestam nada mais que o resultado do julgamento da situação social de cada momento à luz da revelação e da concepção cristã de mundo, como dizia um dos slides trazidos pela professora”, acrescentou o presidente do Conselho, citando que, no momento que o Brasil vive, de intenso debate sobre seus rumos, economia, relações sociais, com o choque de opniões, entende que é fundamental serenidade, objetividade para as pessoas ligadas à Igreja nesse campo, na pacificação.

      “Sem falar que a professora tem um dom especial de simpatia, bom humor, que deixou leve a sua fala, apesar da profundidade de sua análise”, emendou Oscar Furstemberg. O bispo dom Sergio Arthur Braschi acompanhou quase toda a palestra, bastante atento. O ciclo de palestras prossegue no dia 26 de outubro, com o padre Leomar Montagna, que abordará A Doutrina Social da Igreja e o Pronunciamento do Magistério da Igreja em Relação às Questões Sociais. As palestras acontecem no Espaço Cultural Sant’Ana, a partir das 14 horas e tem entrada gratuita.


Ação política

      De acordo com a professora Rosana Manzini a Doutrina Social da Igreja precisa ser conhecida e estudada principalmente pelo laicato. “Estudada, aprofundada, levada a sério não simplesmente como adendo à vida cristã, mas como parte integrante da vida cristã, e, esse aprofundamento, a reflexão que surge disso é que nos dá condição de assumirmos posturas políticas, seja no campo apartidário como partidário. O leigo que é o sujeito principal do campo politico, especialmente apartidário. Isso é fundamental para que não se tome atitudes que são contrárias a própria orientação da Igreja”, explicou.

      Rosana Manzini reforçou que atitudes contrárias a orientação da Igreja têm sido muito vistas. “Pessoas falando, iludidas por gurus que andam por ai e fogem daquilo que a igreja pede. É fundamental. O leigo deveria conhecer seriamente, ter um aprofundamento grande da Doutrina Social da.Igreja. Nessa minha fala vou tentar sensibilizar do ‘porque’ do estudo, da seriedade do estudo, da necessidade...e mostrar que o Papa Francisco está solicitando isso. Quando você não fica a mercê daquilo que te falam, quando você se informa, toma posição pessoal, em conexão profunda com a Igreja”, alerta a professora.        


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Live atinge mais de 10 mil pessoas   |   Missa do Crisma será no feriado   |   Catedral faz festa pelos seus 197 anos   |   Missa online vai ‘conectar’ jovens   |  





Publicado em: 16/09/2019

Palestras abordarão Doutrina Social da Igreja

Assessora de Rede Latinoamericana abriu o ciclo, no sábado

 

       A primeira ideia a respeito da Doutrina Social da Igreja foi lançada com maestria pela professora Rosana Manzini, mestre em Teologia Prática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, e que tem mestrado canônico em Teologia Moral pela Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, além de ser assessora da Rede Latinoamericana e do Caribe do Pensamento Social da Igreja. Professora Rosana abriu, no último sábado (14), o ciclo de palestras sobre o tema promovido pelo Conselho Diocesano do Laicato de Ponta Grossa, com o apoio da Cáritas.

      “Queremos fazer um leque de referências a respeito de Doutrina Social da Igreja e ela  fez a abertura do nosso ciclo com excelência, já que tem muita prática de ensino, com palestras, com comunicação. É muito profunda em sua visão de Igreja e de mundo. É professora de Teologia de várias faculdades, estudou em Roma e por mais de uma vez esteve com o Papa Francisco em audiência a âmbito de Brasil e América Latina. (Ela) deu muito subsídio, muita força para o aprofundamento do tema”, avaliou o presidente do Conselho Diocesano do Laicato, Oscar Furstemberg.

      Para Furstemberg, a professora Rosana se preocupou em trazer da Bíblia, das ações de Jesus, as linhas de encaminhamentos que a Doutrina Social da Igreja segue. “Não se pode deixar de analisar que documentos da Igreja manifestam nada mais que o resultado do julgamento da situação social de cada momento à luz da revelação e da concepção cristã de mundo, como dizia um dos slides trazidos pela professora”, acrescentou o presidente do Conselho, citando que, no momento que o Brasil vive, de intenso debate sobre seus rumos, economia, relações sociais, com o choque de opniões, entende que é fundamental serenidade, objetividade para as pessoas ligadas à Igreja nesse campo, na pacificação.

      “Sem falar que a professora tem um dom especial de simpatia, bom humor, que deixou leve a sua fala, apesar da profundidade de sua análise”, emendou Oscar Furstemberg. O bispo dom Sergio Arthur Braschi acompanhou quase toda a palestra, bastante atento. O ciclo de palestras prossegue no dia 26 de outubro, com o padre Leomar Montagna, que abordará A Doutrina Social da Igreja e o Pronunciamento do Magistério da Igreja em Relação às Questões Sociais. As palestras acontecem no Espaço Cultural Sant’Ana, a partir das 14 horas e tem entrada gratuita.


Ação política

      De acordo com a professora Rosana Manzini a Doutrina Social da Igreja precisa ser conhecida e estudada principalmente pelo laicato. “Estudada, aprofundada, levada a sério não simplesmente como adendo à vida cristã, mas como parte integrante da vida cristã, e, esse aprofundamento, a reflexão que surge disso é que nos dá condição de assumirmos posturas políticas, seja no campo apartidário como partidário. O leigo que é o sujeito principal do campo politico, especialmente apartidário. Isso é fundamental para que não se tome atitudes que são contrárias a própria orientação da Igreja”, explicou.

      Rosana Manzini reforçou que atitudes contrárias a orientação da Igreja têm sido muito vistas. “Pessoas falando, iludidas por gurus que andam por ai e fogem daquilo que a igreja pede. É fundamental. O leigo deveria conhecer seriamente, ter um aprofundamento grande da Doutrina Social da.Igreja. Nessa minha fala vou tentar sensibilizar do ‘porque’ do estudo, da seriedade do estudo, da necessidade...e mostrar que o Papa Francisco está solicitando isso. Quando você não fica a mercê daquilo que te falam, quando você se informa, toma posição pessoal, em conexão profunda com a Igreja”, alerta a professora.        


Diocede Ponta Grossa
O bispo dom Sergio fez a abertura do ciclo de palestras, rezando e cantando   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Rosana Manzini é assessora Rede Latinoamericana e do Caribe do Pensamento Social da Igreja.   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Oscar e o presidente da Cáritas, diácono Gilson Camilo da Silva, organizadores do ciclo   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Pessoas de diferentes paróquias e movimentos acompanharam a fala da professora   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia