DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 17/10/2019

Catequistas fazem peregrinação em Irati

Oração e reflexão constam da programação

 
Em 2016, o Ano da Misericórdia levou os catequistas ao Santuário de Nossa Senhora das Brotas, onde havia uma porta santa Em 2016, o Ano da Misericórdia levou os catequistas ao Santuário de Nossa Senhora das Brotas, onde havia uma porta santa | Crédito: Arquivo Pastoral de Animação Bíblico Catequética

      Cerca de 800 catequistas de Ponta Grossa, Imbaú, Reserva, Tibagi, Guamiranga, Imbituva, Castro, Piraí do Sul, Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro e Irati passam a tarde deste sábado (19)  em Irati, onde está o maior monumento de Nossa Senhora das Graças do mundo. A viagem faz parte da quarta peregrinação diocesana da Pastoral de Animação Bíblico-Catequética, que já visitou o Santuário de Nossa Senhora das Brotas, em Piraí do Sul; o Santuário Santo Antônio, em Imbituva, e Telêmaco Borba.

     A  programação inicia às 13 horas, na colina Nossa Senhora das Graças, com animação, oração e reflexão. Às 15 horas, os catequistas seguem até a Paróquia Nossa Senhora da Luz, onde, às 16 horas, acontece a missa de encerramento da visita. As peregrinações acontecem desde 2016. “Tudo começou no Ano da Misericórdia (2016), quando o Papa Francisco propôs a todos os fiéis uma peregrinação até as diversas portas santas de cada Igreja local. Naquela ocasião, o Papa nos ensinou que peregrinar não é apenas fazer um deslocamento de um lugar para o outro, mas é uma ocasião para refletir se estamos mudando não apenas de lugar, mas de atitudes, se estamos buscando converter o coração ou não”, rememora a coordenadora diocesana da Pastoral, Flávia Carla Nascimento.

      Segundo a coordenadora, a peregrinação é também a imagem do caminho que cada pessoa realiza na sua existência. “A vida é uma peregrinação e o ser humano é viajante, um peregrino que percorre uma estrada até à meta almejada - o Reino de Deus. Nesse caminho não estamos sozinhos, caminhos ao lado de tantos irmãos e irmãs, aos quais devemos nos abrir para juntos semearmos o Evangelho. Então, as peregrinações da Catequese se tornaram ocasião de encontro, celebração da fé e da missão entre os catequistas e também momento propício de reflexão, oração e busca de conversão do coração”, acrescenta Flávia.

      A coordenadora explica que a ideia foi percorrer os quatro setores do interior - também para que os catequistas saiam de seus locais e conheçam a Diocese, em toda a sua diversidade. Em 2016, a peregrinação foi no Setor 5; em 2017, Setor 6; em 2018, Setor 8, e, agora, em 2019, o grupo irá ao Setor 7. “Quem sabe em 2020 reiniciemos o ciclo. Vou propor a ideia aos coordenadores na reunião de planejamento, no dia 10 de novembro”, adiantou Flávia.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Bispo abençoa presépio dos Arautos   |   Festa faz resgate histórico   |   Diocese envia missionários à Amazônia   |   “Viver a vocação como uma constante missão”   |  





Publicado em: 17/10/2019

Catequistas fazem peregrinação em Irati

Oração e reflexão constam da programação

 

      Cerca de 800 catequistas de Ponta Grossa, Imbaú, Reserva, Tibagi, Guamiranga, Imbituva, Castro, Piraí do Sul, Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro e Irati passam a tarde deste sábado (19)  em Irati, onde está o maior monumento de Nossa Senhora das Graças do mundo. A viagem faz parte da quarta peregrinação diocesana da Pastoral de Animação Bíblico-Catequética, que já visitou o Santuário de Nossa Senhora das Brotas, em Piraí do Sul; o Santuário Santo Antônio, em Imbituva, e Telêmaco Borba.

     A  programação inicia às 13 horas, na colina Nossa Senhora das Graças, com animação, oração e reflexão. Às 15 horas, os catequistas seguem até a Paróquia Nossa Senhora da Luz, onde, às 16 horas, acontece a missa de encerramento da visita. As peregrinações acontecem desde 2016. “Tudo começou no Ano da Misericórdia (2016), quando o Papa Francisco propôs a todos os fiéis uma peregrinação até as diversas portas santas de cada Igreja local. Naquela ocasião, o Papa nos ensinou que peregrinar não é apenas fazer um deslocamento de um lugar para o outro, mas é uma ocasião para refletir se estamos mudando não apenas de lugar, mas de atitudes, se estamos buscando converter o coração ou não”, rememora a coordenadora diocesana da Pastoral, Flávia Carla Nascimento.

      Segundo a coordenadora, a peregrinação é também a imagem do caminho que cada pessoa realiza na sua existência. “A vida é uma peregrinação e o ser humano é viajante, um peregrino que percorre uma estrada até à meta almejada - o Reino de Deus. Nesse caminho não estamos sozinhos, caminhos ao lado de tantos irmãos e irmãs, aos quais devemos nos abrir para juntos semearmos o Evangelho. Então, as peregrinações da Catequese se tornaram ocasião de encontro, celebração da fé e da missão entre os catequistas e também momento propício de reflexão, oração e busca de conversão do coração”, acrescenta Flávia.

      A coordenadora explica que a ideia foi percorrer os quatro setores do interior - também para que os catequistas saiam de seus locais e conheçam a Diocese, em toda a sua diversidade. Em 2016, a peregrinação foi no Setor 5; em 2017, Setor 6; em 2018, Setor 8, e, agora, em 2019, o grupo irá ao Setor 7. “Quem sabe em 2020 reiniciemos o ciclo. Vou propor a ideia aos coordenadores na reunião de planejamento, no dia 10 de novembro”, adiantou Flávia.


Diocede Ponta Grossa
Em 2016, o Ano da Misericórdia levou os catequistas ao Santuário de Nossa Senhora das Brotas, onde havia uma porta santa   |   Arquivo Pastoral de Animação Bíblico Catequética

Diocede Ponta Grossa
A peregrinação ocorreu em Imbituva, em 2017   |   Arquivo Pastoral de Animação Bíblico Catequética

Diocede Ponta Grossa
Em 2018, os catequistas se reuniram no congresso diocesano, em Telêmaco Borba   |   Arquivo Pastoral de Animação Bíblico Catequética

Diocede Ponta Grossa
O padre Joãozinho foi a atração do congresso, em Telêmaco   |   Arquivo Pastoral de Animação Bíblico Catequética


Navegue até a sua Paróquia