DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 23/11/2019

Diocese instala Tribunal Eclesiástico

É o primeiro tribunal da Província fora de Curitiba

 
O bispo dom Sergio cumprimentando o novo vigário. “Não mediu esforços” O bispo dom Sergio cumprimentando o novo vigário. “Não mediu esforços” | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

      O Tribunal Eclesiástico da Diocese de Ponta Grossa está oficialmente instalado. Padre Athanagildo Vaz Neto foi nomeado vigário judicial diocesano. Os atos marcaram a pauta da última reunião geral do clero deste ano, realizada na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Teixeira Soares, na quinta-feira (21). Extensa, a lista de assuntos constava ainda de exposições a cerca do Plano Diocesano de Pastoral, formação diocesana da Campanha da Fraternidade e o Encontro Diocesano de Preparação Litúrgico-Musical, marcado para fevereiro.     

      De acordo com o vigário judicial, padre Athanagildo, a partir de quinta-feira, a diocese passa a ter seu próprio tribunal, que cuida dos processos de declaração de nulidade matrimonial, daqueles casamentos entre batizados e também outros processos que estejam vinculados ao Código de Direito Canônico da Igreja Católica. “Nós nos desvinculamos do Tribunal Eclesiástico Inter-diocesano de Curitiba. Na nossa Província, nós somos o primeiro tribunal eclesiástico. Algo muito bonito. Foi um processo, justamente porque tem que ter a anuência do Supremo Tribunal da Nunciatura Apostólica e, agora, estamos fazendo a organização das questões práticas, mas já estamos atendendo”, comemorava o padre. Os processos de nulidade matrimonial não mais serão enviados a Curitiba, mas serão abertos e conduzidos na diocese. “Em 93 anos de diocese, nós conseguimos instalar esse tribunal aqui é uma alegria muito grande e o mérito todo se deve a dom Sergio (Arthur Braschi) que não mediu esforços para isso”, ressaltou.   

      Sobre o Plano Diocesano de Pastoral, padre Joel Nalepa, coordenador diocesano da Ação Evangelizadora, comentou que o teor impresso do documento está sendo entregue nas paróquias, a um valor subsidiado pela Cúria. Os sacerdotes e religiosos-padres foram divididos em grupos, por Setor, para juntos enumerar como as paróquias fariam para colocar o Plano de Pastoral em prática, de acordo com ass suas realidade, e, como a coordenação diocesana poderia auxiliar nisso. Todas as sugestões foram registradas e entregues ao padre Joel. Os coordenadores da Campanha da Fraternidade, Íria e Antônio Portela, falaram da realização da formação diocesana da Campanha da Fraternidade 2020, ‘Fraternidade e vida: dom e compromisso’. A formação ocorre dia 2 de fevereiro, das 8 às 17 horas, no salão paroquial da Paróquia Imaculada Conceição, em Uvaranas, com a assessoria do secretário-executivo do Regional Sul  2, padre Valdecir Badzinski. “Pedimos encarecidamente que cada paróquia envie cinco representantes”, solicitou Íria.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Bispo abençoa presépio dos Arautos   |   Festa faz resgate histórico   |   Diocese envia missionários à Amazônia   |   “Viver a vocação como uma constante missão”   |  





Publicado em: 23/11/2019

Diocese instala Tribunal Eclesiástico

É o primeiro tribunal da Província fora de Curitiba

 

      O Tribunal Eclesiástico da Diocese de Ponta Grossa está oficialmente instalado. Padre Athanagildo Vaz Neto foi nomeado vigário judicial diocesano. Os atos marcaram a pauta da última reunião geral do clero deste ano, realizada na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Teixeira Soares, na quinta-feira (21). Extensa, a lista de assuntos constava ainda de exposições a cerca do Plano Diocesano de Pastoral, formação diocesana da Campanha da Fraternidade e o Encontro Diocesano de Preparação Litúrgico-Musical, marcado para fevereiro.     

      De acordo com o vigário judicial, padre Athanagildo, a partir de quinta-feira, a diocese passa a ter seu próprio tribunal, que cuida dos processos de declaração de nulidade matrimonial, daqueles casamentos entre batizados e também outros processos que estejam vinculados ao Código de Direito Canônico da Igreja Católica. “Nós nos desvinculamos do Tribunal Eclesiástico Inter-diocesano de Curitiba. Na nossa Província, nós somos o primeiro tribunal eclesiástico. Algo muito bonito. Foi um processo, justamente porque tem que ter a anuência do Supremo Tribunal da Nunciatura Apostólica e, agora, estamos fazendo a organização das questões práticas, mas já estamos atendendo”, comemorava o padre. Os processos de nulidade matrimonial não mais serão enviados a Curitiba, mas serão abertos e conduzidos na diocese. “Em 93 anos de diocese, nós conseguimos instalar esse tribunal aqui é uma alegria muito grande e o mérito todo se deve a dom Sergio (Arthur Braschi) que não mediu esforços para isso”, ressaltou.   

      Sobre o Plano Diocesano de Pastoral, padre Joel Nalepa, coordenador diocesano da Ação Evangelizadora, comentou que o teor impresso do documento está sendo entregue nas paróquias, a um valor subsidiado pela Cúria. Os sacerdotes e religiosos-padres foram divididos em grupos, por Setor, para juntos enumerar como as paróquias fariam para colocar o Plano de Pastoral em prática, de acordo com ass suas realidade, e, como a coordenação diocesana poderia auxiliar nisso. Todas as sugestões foram registradas e entregues ao padre Joel. Os coordenadores da Campanha da Fraternidade, Íria e Antônio Portela, falaram da realização da formação diocesana da Campanha da Fraternidade 2020, ‘Fraternidade e vida: dom e compromisso’. A formação ocorre dia 2 de fevereiro, das 8 às 17 horas, no salão paroquial da Paróquia Imaculada Conceição, em Uvaranas, com a assessoria do secretário-executivo do Regional Sul  2, padre Valdecir Badzinski. “Pedimos encarecidamente que cada paróquia envie cinco representantes”, solicitou Íria.


Diocede Ponta Grossa
O bispo dom Sergio cumprimentando o novo vigário. “Não mediu esforços”   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O trabalho em grupo durou 15 minutos   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Érica Pilarski e Rafael Serrato, da Cáritas, fizeram a prestação de contas anual   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Os padres e religiosos-padres se reuniram, na presença do bispo   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia