DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 00/00/0000

Fiéis fazem 24 horas de oração

Pedido do Papa Francisco inicia com missa e vigília

As 24 horas de oração acontecem pelo terceiro ano no Santuário do Sagrado Coração de Jesus As 24 horas de oração acontecem pelo terceiro ano no Santuário do Sagrado Coração de Jesus | Crédito: Assessoria de Imprensa da Diocese de Ponta Grossa

     Em sua mensagem para a Quaresma deste ano, o Papa Francisco anunciou a realização entre os dias 9 e 10 de março da Jornada ‘24 Horas Para o Senhor’ em que ao menos uma igreja de cada diocese permanecesse aberta aos fiéis para adoração e confissão. Em Ponta Grossa, o local escolhido foi o Santuário Sagrado Coração de Jesus, na Praça Barão do Guaraúna, no centro da cidade. Cânticos, pregações e muita oração. A vigília iniciou com missa, às 18 horas, e seguiu com adoração ao Santíssimo até às 18 horas de sábado (10). A condução de cada momento ficou a cargo de diferentes pastorais, movimentos e comunidades. Dom Sergio Arthur Braschi acompanhou a vigília das 22 às 23 horas, ao lado de padres e seminaristas da Pastoral Presbiteral e do Serviço de Animação Vocacional.

     Integrantes da Legião de Maria, Corações Ardentes, Filhos de Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, Comunidade Shalom, Comunidade Missionários do Amor, Santo Rosário, Liga Católica, Apostolado da Oração, ministros da Eucaristia, com padres e pregadores falando aos fiéis. Na ‘Hora Santa Vocacional’ em que foi rezado o terço pelas vocações, padres atenderam confissões. O reitor do Santuário, padre Delci Zamboni, lembrou que, a cada ano, cresce o número de participantes. “A cada hora, 60, 70 pessoas vieram até a igreja. Durante o dia, não foi contabilizado, mas, em dia de adoração ‘normal’ passam pelo Santuário cerca de 1.500 pessoas. Este ano, o número de fiéis está sendo maior em função da divulgação, da nossa organização”, citava, lembrando que, no primeiro ano, 500 fiéis passaram pela vigília, somente à noite. 

     “(Trata-se de) uma súplica do Papa, que tem visão geral da Humanidade, vê a necessidade de oração pela paz no mundo, pelas famílias e pela conversão dos pecadores. “Como a Reitoria é um Santuário de adoração ao Santíssimo Sacramento, com adoração todos os dias, achei oportuno sediarmos as 24 horas”, comentou o reitor, que é padre da Sociedade dos Servos da Eucaristia. Os Servos administram a Reitoria e um seminário, na Vila São Francisco, em Uvaranas, que oferece formação de apostolado e noviciado, contando atualmente com quatro padres, quatro diáconos, quatro noviços e três irmãos religiosos.

     Para Zoni Lourenço Stadler a vigília é uma bênção. “Um encontro desse é tudo. Me sinto bem, leve, feliz por participar. É uma das coisas mais importantes da minha vida”, dizia emocionada. O bispo dom Sergio ressaltou a importância da oração, em especial este ano, quando a Igreja do Paraná estará vivenciando a Ação Evangelizadora em Cada Comunidade uma Nova Vocação, rezando pelo aumento no número de vocacionados. “Antes de toda e qualquer atividade religiosa, os fiéis estão sendo convidados a rezar uma dezena do rosário pelas vocações. Vamos nos unir em oração por mais padres e religiosos e religiosas”, explicou. A ação será lançada oficialmente na Quinta Feira Santa, dia 29.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Festa do Divino reuniu fiéis de toda a região | Pascom da Diocese ganha logomarca | Com novos atrativos, Festa das Nações abre sábado | Coroação de Maria marcou dia de Senhora de Fátima |





Publicado em: 00/00/0000

Fiéis fazem 24 horas de oração

Pedido do Papa Francisco inicia com missa e vigília

     Em sua mensagem para a Quaresma deste ano, o Papa Francisco anunciou a realização entre os dias 9 e 10 de março da Jornada ‘24 Horas Para o Senhor’ em que ao menos uma igreja de cada diocese permanecesse aberta aos fiéis para adoração e confissão. Em Ponta Grossa, o local escolhido foi o Santuário Sagrado Coração de Jesus, na Praça Barão do Guaraúna, no centro da cidade. Cânticos, pregações e muita oração. A vigília iniciou com missa, às 18 horas, e seguiu com adoração ao Santíssimo até às 18 horas de sábado (10). A condução de cada momento ficou a cargo de diferentes pastorais, movimentos e comunidades. Dom Sergio Arthur Braschi acompanhou a vigília das 22 às 23 horas, ao lado de padres e seminaristas da Pastoral Presbiteral e do Serviço de Animação Vocacional.

     Integrantes da Legião de Maria, Corações Ardentes, Filhos de Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, Comunidade Shalom, Comunidade Missionários do Amor, Santo Rosário, Liga Católica, Apostolado da Oração, ministros da Eucaristia, com padres e pregadores falando aos fiéis. Na ‘Hora Santa Vocacional’ em que foi rezado o terço pelas vocações, padres atenderam confissões. O reitor do Santuário, padre Delci Zamboni, lembrou que, a cada ano, cresce o número de participantes. “A cada hora, 60, 70 pessoas vieram até a igreja. Durante o dia, não foi contabilizado, mas, em dia de adoração ‘normal’ passam pelo Santuário cerca de 1.500 pessoas. Este ano, o número de fiéis está sendo maior em função da divulgação, da nossa organização”, citava, lembrando que, no primeiro ano, 500 fiéis passaram pela vigília, somente à noite. 

     “(Trata-se de) uma súplica do Papa, que tem visão geral da Humanidade, vê a necessidade de oração pela paz no mundo, pelas famílias e pela conversão dos pecadores. “Como a Reitoria é um Santuário de adoração ao Santíssimo Sacramento, com adoração todos os dias, achei oportuno sediarmos as 24 horas”, comentou o reitor, que é padre da Sociedade dos Servos da Eucaristia. Os Servos administram a Reitoria e um seminário, na Vila São Francisco, em Uvaranas, que oferece formação de apostolado e noviciado, contando atualmente com quatro padres, quatro diáconos, quatro noviços e três irmãos religiosos.

     Para Zoni Lourenço Stadler a vigília é uma bênção. “Um encontro desse é tudo. Me sinto bem, leve, feliz por participar. É uma das coisas mais importantes da minha vida”, dizia emocionada. O bispo dom Sergio ressaltou a importância da oração, em especial este ano, quando a Igreja do Paraná estará vivenciando a Ação Evangelizadora em Cada Comunidade uma Nova Vocação, rezando pelo aumento no número de vocacionados. “Antes de toda e qualquer atividade religiosa, os fiéis estão sendo convidados a rezar uma dezena do rosário pelas vocações. Vamos nos unir em oração por mais padres e religiosos e religiosas”, explicou. A ação será lançada oficialmente na Quinta Feira Santa, dia 29.


Diocede Ponta Grossa
As 24 horas de oração acontecem pelo terceiro ano no Santuário do Sagrado Coração de Jesus   |   Assessoria de Imprensa da Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
As 24 horas de oração acontecem pelo terceiro ano no Santuário do Sagrado Coração de Jesus   |   Assessoria de Imprensa da Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O Bispo dom Sergio esteve pela primeira vez participando da vigília   |   Assessoria de Imprensa da Diocese de Ponta Grossa



Navegue até a sua Paróquia



Cúria
Cúria
Imprensa
Clipping
Download