DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 22/01/2020

‘Dia da Família’ é realizado todo mês

Primeiro deste ano, aconteceu no último dia 19

 
As crianças são evangelizadas nas brincadeiras, teatros e vídeos As crianças são evangelizadas nas brincadeiras, teatros e vídeos | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

      Já em sua oitava edição, o Dia da Família foi idealizado por Élcio e Eliane Fernanda do Prado para ser um momento voltado à evangelização. Acabou se transformando em uma oportunidade de encontro de toda a família, com programação para crianças, jovens e adultos. A animação fica por conta do Ministério Resgate, da Capela Santa Clara, da Paróquia Bom Jesus, de Ponta Grossa, que intercala oração, louvor, partilha e Santa Missa. O próximo  Dia da Família está marcado para 9 de fevereiro, na Casa Diocesana de Evangelização São Paulo Apóstolo, na Vila Santa Tereza, no Bairro Santa Maria, em Ponta Grossa.

      O primeiro deste ano aconteceu no último dia 19 e foi aberto com a reza do terço. Depois do café, oração, adoração, animação e a pregação de Emerson Almeida,  da Paróquia São Pedro e São Paulo, de Telêmaco Borba.  Passado o almoço, motivação dos participantes, pregação e Santa Missa, celebrada pelo vigário da Paróquia  Sant’Ana, de Castro, padre Álvaro Nortok. Refeições de graça e o Cantinho do Menino Jesus são os diferenciais do Dia da Família, conseguidos por intermédio de doações da comunidade e a vontade de evangelizar. “Tudo na Igreja começa com a criança. Nós ensinamos os valores da Santa Missa, do terço, de se comportar... é como uma catequese. Explicamos que Jesus está no altar, e, o que o padre está falando”, comentou Eliane Fernanda de Oliveira Prado, se referindo ao cantinho das crianças.

      Ao todo, 120 pessoas participaram este ano. Juciane Taís Pinheiro, de 11 anos, é da Capela Santa Teresa, considerou tudo muito divertido. “Aprendi muita coisa que não sabia, sobre João Batista, sobre o Rosário...”, dizia, citando que era a primeira vez que participava. Abegail Trebski que veio com a irmã Alfredina Pereira Pinheiro, participa desde a primeira edição. “A gente fica tão cheia do Espírito Santo que dá graças quando chega a próxima vez. Participo do terço, do louvor, me confesso. Não tem como melhor do que passar o dia aqui”. Lígia Aguiar Blum, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, de Ipiranga, lembra que sempre escuta muitas coisas boas, que ajudam muito com a família. “Deus sempre toca o coração de alguma maneira”.

      O  pregador, Emerson Almeida,  contou que sua fala buscou levar ao entendimento. “Hoje, as famílias estão perdendo a essência do amor, do respeito. Pretendi levar as pessoas a terem essa consciência, mas peço sempre que o Espírito Santo que me conduza”, ressaltou. O Dia da Família acontece uma vez por mês e já tem fechada a programação do ano inteiro. Um dos idealizadores, Élcio do Prado, agradeceu ao bispo dom Sergio Arthur Braschi e ao padre Mário Dwulatka. “Ao bispo porque se encorajou a nos permitir fazer a experiência, afinal, somos leigos, que estamos sujeitos ao erro, e, nos confiar algo que nem nós sabíamos direito o que seria, foi uma grande prova de amor, amor de pai”, enfatizava. Élcio e a esposa, Fernanda, apesar de participarem de diversas pastorais na Paróquia Sant’Ana, de Castro, não estão inseridos em nenhum movimento ou pastoral. “É algo novo que nasceu e não sabíamos que proporção tomaria”, acrescentou.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Missa do Crisma reúne padres da diocese   |   Live atinge mais de 10 mil pessoas   |   Missa do Crisma será no feriado   |   Catedral faz festa pelos seus 197 anos   |  





Publicado em: 22/01/2020

‘Dia da Família’ é realizado todo mês

Primeiro deste ano, aconteceu no último dia 19

 

      Já em sua oitava edição, o Dia da Família foi idealizado por Élcio e Eliane Fernanda do Prado para ser um momento voltado à evangelização. Acabou se transformando em uma oportunidade de encontro de toda a família, com programação para crianças, jovens e adultos. A animação fica por conta do Ministério Resgate, da Capela Santa Clara, da Paróquia Bom Jesus, de Ponta Grossa, que intercala oração, louvor, partilha e Santa Missa. O próximo  Dia da Família está marcado para 9 de fevereiro, na Casa Diocesana de Evangelização São Paulo Apóstolo, na Vila Santa Tereza, no Bairro Santa Maria, em Ponta Grossa.

      O primeiro deste ano aconteceu no último dia 19 e foi aberto com a reza do terço. Depois do café, oração, adoração, animação e a pregação de Emerson Almeida,  da Paróquia São Pedro e São Paulo, de Telêmaco Borba.  Passado o almoço, motivação dos participantes, pregação e Santa Missa, celebrada pelo vigário da Paróquia  Sant’Ana, de Castro, padre Álvaro Nortok. Refeições de graça e o Cantinho do Menino Jesus são os diferenciais do Dia da Família, conseguidos por intermédio de doações da comunidade e a vontade de evangelizar. “Tudo na Igreja começa com a criança. Nós ensinamos os valores da Santa Missa, do terço, de se comportar... é como uma catequese. Explicamos que Jesus está no altar, e, o que o padre está falando”, comentou Eliane Fernanda de Oliveira Prado, se referindo ao cantinho das crianças.

      Ao todo, 120 pessoas participaram este ano. Juciane Taís Pinheiro, de 11 anos, é da Capela Santa Teresa, considerou tudo muito divertido. “Aprendi muita coisa que não sabia, sobre João Batista, sobre o Rosário...”, dizia, citando que era a primeira vez que participava. Abegail Trebski que veio com a irmã Alfredina Pereira Pinheiro, participa desde a primeira edição. “A gente fica tão cheia do Espírito Santo que dá graças quando chega a próxima vez. Participo do terço, do louvor, me confesso. Não tem como melhor do que passar o dia aqui”. Lígia Aguiar Blum, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, de Ipiranga, lembra que sempre escuta muitas coisas boas, que ajudam muito com a família. “Deus sempre toca o coração de alguma maneira”.

      O  pregador, Emerson Almeida,  contou que sua fala buscou levar ao entendimento. “Hoje, as famílias estão perdendo a essência do amor, do respeito. Pretendi levar as pessoas a terem essa consciência, mas peço sempre que o Espírito Santo que me conduza”, ressaltou. O Dia da Família acontece uma vez por mês e já tem fechada a programação do ano inteiro. Um dos idealizadores, Élcio do Prado, agradeceu ao bispo dom Sergio Arthur Braschi e ao padre Mário Dwulatka. “Ao bispo porque se encorajou a nos permitir fazer a experiência, afinal, somos leigos, que estamos sujeitos ao erro, e, nos confiar algo que nem nós sabíamos direito o que seria, foi uma grande prova de amor, amor de pai”, enfatizava. Élcio e a esposa, Fernanda, apesar de participarem de diversas pastorais na Paróquia Sant’Ana, de Castro, não estão inseridos em nenhum movimento ou pastoral. “É algo novo que nasceu e não sabíamos que proporção tomaria”, acrescentou.


Diocede Ponta Grossa
As crianças são evangelizadas nas brincadeiras, teatros e vídeos   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Emerson é de Telêmaco Borba e já está na caminhada há15 anos   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A alegria de passar o dia com a família e ainda se divertir   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Este ano, cerca de 120 pessoas de diversas cidades participaram   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
As irmãs Abegail e Alfredina   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia