DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 28/01/2020

Frei Fábio assume Paróquia São Francisco

Posse foi a primeira das cinco previstas na diocese

 
O frei estava como vigário da paróquia São Francisco de Assis O frei estava como vigário da paróquia São Francisco de Assis | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

      O ano iniciou com algumas mudanças nas paróquias da diocese. Algumas comunidades ganharam novos vigários e párocos. É o caso das paróquias Santa Rita de Cássia, São Francisco de Assis, Nossa Senhora do Rosário e Nossa Senhora da Saúde, de Ponta Grossa, e Senhor Menino Deus, de Piraí do Sul. A primeira dessas posses aconteceu no último domingo (26) na Paróquia São Francisco, onde o frei Fábio Júnior de Deus assumiu como pároco no lugar do frei Luís Augusto Galvão, ambos da Congregação dos Freis Menores Missionários. Na mesma celebração, frei Ailton Santos de Castro assumiu como vigário.

      A missa de posse foi concelebrada pelo bispo dom Sergio Arthur Braschi e contou com a participação do clero local e da Diocese de Rondonópolis (MT) e de diáconos. Frei Fábio tem 38 anos e nove anos de sacerdócio. É nascido em Guarapuava e estudou no Instituto de Filosofia e Teologia Mater Ecclesiae (Ifiteme), de Ponta Grossa.Nessa época, segundo ele, fez trabalho pastoral junto a coroinhas e a Infância Missionária. “Depois, fui ao Mato Grosso, a pedido da congregação, para a Diocese de Rondonópolis, onde fiquei por nove anos. Voltei em 2018 e permaneci dois anos como vigário, aqui, ao lado do frei Luís. Já conheço a comunidade e a diocese. Quero permanecer junto, ser Igreja, ser comunidade, ajudar o povo”, comentou.

      Ao comparar as duas dioceses – Rondonópolis e Ponta Grossa – frei Fábio citou que os mato-grossenses são festeiros, abertos e acolhedores, em função do próprio clima. “Nossa diocese caminha para essa abertura, disposta sempre a acolher e eu desejo caminhar junto com aquilo que é as diretrizes da diocese, com as características de cada um, unir ao todo aquilo que é particular, e, eu trago um pouco do meu particular”, adiantava. A leitura dos decretos de nomeação de posse de cada frei ocorreu logo no início da celebração. Após a homilia do bispo, o pároco recebeu as chaves da igreja, do sacrário, os símbolos do Batismo e a estola roxa, representando o Sacramento da Penitência.

      Na sequência, diante do bispo, frei Fabio fez a leitura do Juramento de Fidelidade, segundo a fórmula aprovada pela Santa Sé. Os Freis Menores Missionários estão há mais de 40 anos na comunidade.


Mudanças

      De acordo com dom Sergio, as mudanças nas paróquias acontecem todos os anos, algumas em função das congregações religiosas, que estão na diocese, como foi o caso do frei Fábio Júnior. ”Os superiores provinciais ou gerais comunicam ao bispo a transferência que estão necessitando fazer e, portanto, vem novos párocos nas paróquias confiadas a esses religiosos”, justificou, destacando que, entre as administradas pelo clero diocesano, são poucas as mudanças de párocos. “São mais de vigários paroquiais, que são padres mais jovens e é bom que assumam experiências diversificadas. Estão mudando de uma paróquia para outra a fim de ter essa possibilidade de servir e de conhecer todos os municípios da diocese”, acrescentou o bispo.

      Ainda segundo o bispo, as pastorais também acabaram sofrendo mudanças. “O importante é saber que a presença de Jesus não muda, mas a presença das pessoas traz os carismas, as qualidades, os talentos que cada um tem, e, com isso o povo sai ganhando porque vem novidades”, enfatizou dom Sergio. As datas das posses dos novos párocos serão divulgadas pelas paróquias e no perfil oficial da diocese no Facebook. Ao longo desse semestre, poderá haver outras transferências.


 

Padres/ Freis

Função

Paróquia

Cidade

Evandro Luis Braun

Pároco

Santa Rita de Cássia

Ponta Grossa

Thiago Ingenchki

Pároco

Sr Menino Deus

Piraí do Sul

Fábio Junior de Deus

Pároco

São Francisco

Ponta Grossa

João Jorge Nogueira Costa

Pároco

N Sra da Saúde

Ponta Grossa

Alexandre Antônio Nogueira

Pároco

N Sra do Rosário

Ponta Grossa

Daniel Farago

Vigário

Sr Menino Deus

Piraí do Sul

Roberval Mulhstedt

Vigário

Sr Menino Deus

Piraí do Sul

Alexandre Spena Regueira

Vigário

N Senhora da Luz

Irati

Rodrigo Ribas

Vigário

N Sra Per. Socorro

Irati

Rafael Moreira

Vigário

Menino Jesus

Reserva

Edvaldo Halat Carneiro

Vigário

N Sra dos Remédios

Tibagi

Sandro José Brandt

Vigário

São José

Ponta Grossa

Kleber Alexandre Pacheco

Pastoral Juvenil e Serviço de Animação Vocacional

-----

 

Ponta Grossa

Osvaldo Pinheiro

----

São João Batista

Canutama (AM)

 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Pastoral do Idoso motiva agentes   |   Setor Juventude realiza formação on-line   |   Feira angaria fundos para o João XXIII   |   São João ganha ‘live arraiá’   |  





Publicado em: 28/01/2020

Frei Fábio assume Paróquia São Francisco

Posse foi a primeira das cinco previstas na diocese

 

      O ano iniciou com algumas mudanças nas paróquias da diocese. Algumas comunidades ganharam novos vigários e párocos. É o caso das paróquias Santa Rita de Cássia, São Francisco de Assis, Nossa Senhora do Rosário e Nossa Senhora da Saúde, de Ponta Grossa, e Senhor Menino Deus, de Piraí do Sul. A primeira dessas posses aconteceu no último domingo (26) na Paróquia São Francisco, onde o frei Fábio Júnior de Deus assumiu como pároco no lugar do frei Luís Augusto Galvão, ambos da Congregação dos Freis Menores Missionários. Na mesma celebração, frei Ailton Santos de Castro assumiu como vigário.

      A missa de posse foi concelebrada pelo bispo dom Sergio Arthur Braschi e contou com a participação do clero local e da Diocese de Rondonópolis (MT) e de diáconos. Frei Fábio tem 38 anos e nove anos de sacerdócio. É nascido em Guarapuava e estudou no Instituto de Filosofia e Teologia Mater Ecclesiae (Ifiteme), de Ponta Grossa.Nessa época, segundo ele, fez trabalho pastoral junto a coroinhas e a Infância Missionária. “Depois, fui ao Mato Grosso, a pedido da congregação, para a Diocese de Rondonópolis, onde fiquei por nove anos. Voltei em 2018 e permaneci dois anos como vigário, aqui, ao lado do frei Luís. Já conheço a comunidade e a diocese. Quero permanecer junto, ser Igreja, ser comunidade, ajudar o povo”, comentou.

      Ao comparar as duas dioceses – Rondonópolis e Ponta Grossa – frei Fábio citou que os mato-grossenses são festeiros, abertos e acolhedores, em função do próprio clima. “Nossa diocese caminha para essa abertura, disposta sempre a acolher e eu desejo caminhar junto com aquilo que é as diretrizes da diocese, com as características de cada um, unir ao todo aquilo que é particular, e, eu trago um pouco do meu particular”, adiantava. A leitura dos decretos de nomeação de posse de cada frei ocorreu logo no início da celebração. Após a homilia do bispo, o pároco recebeu as chaves da igreja, do sacrário, os símbolos do Batismo e a estola roxa, representando o Sacramento da Penitência.

      Na sequência, diante do bispo, frei Fabio fez a leitura do Juramento de Fidelidade, segundo a fórmula aprovada pela Santa Sé. Os Freis Menores Missionários estão há mais de 40 anos na comunidade.


Mudanças

      De acordo com dom Sergio, as mudanças nas paróquias acontecem todos os anos, algumas em função das congregações religiosas, que estão na diocese, como foi o caso do frei Fábio Júnior. ”Os superiores provinciais ou gerais comunicam ao bispo a transferência que estão necessitando fazer e, portanto, vem novos párocos nas paróquias confiadas a esses religiosos”, justificou, destacando que, entre as administradas pelo clero diocesano, são poucas as mudanças de párocos. “São mais de vigários paroquiais, que são padres mais jovens e é bom que assumam experiências diversificadas. Estão mudando de uma paróquia para outra a fim de ter essa possibilidade de servir e de conhecer todos os municípios da diocese”, acrescentou o bispo.

      Ainda segundo o bispo, as pastorais também acabaram sofrendo mudanças. “O importante é saber que a presença de Jesus não muda, mas a presença das pessoas traz os carismas, as qualidades, os talentos que cada um tem, e, com isso o povo sai ganhando porque vem novidades”, enfatizou dom Sergio. As datas das posses dos novos párocos serão divulgadas pelas paróquias e no perfil oficial da diocese no Facebook. Ao longo desse semestre, poderá haver outras transferências.


 

Padres/ Freis

Função

Paróquia

Cidade

Evandro Luis Braun

Pároco

Santa Rita de Cássia

Ponta Grossa

Thiago Ingenchki

Pároco

Sr Menino Deus

Piraí do Sul

Fábio Junior de Deus

Pároco

São Francisco

Ponta Grossa

João Jorge Nogueira Costa

Pároco

N Sra da Saúde

Ponta Grossa

Alexandre Antônio Nogueira

Pároco

N Sra do Rosário

Ponta Grossa

Daniel Farago

Vigário

Sr Menino Deus

Piraí do Sul

Roberval Mulhstedt

Vigário

Sr Menino Deus

Piraí do Sul

Alexandre Spena Regueira

Vigário

N Senhora da Luz

Irati

Rodrigo Ribas

Vigário

N Sra Per. Socorro

Irati

Rafael Moreira

Vigário

Menino Jesus

Reserva

Edvaldo Halat Carneiro

Vigário

N Sra dos Remédios

Tibagi

Sandro José Brandt

Vigário

São José

Ponta Grossa

Kleber Alexandre Pacheco

Pastoral Juvenil e Serviço de Animação Vocacional

-----

 

Ponta Grossa

Osvaldo Pinheiro

----

São João Batista

Canutama (AM)

 


Diocede Ponta Grossa
O frei estava como vigário da paróquia São Francisco de Assis   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Dom Sergio concelebrou a missa no último domingo   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Frei Fábio é nascido em Guarapuava. Sua família veio acompanhar a posse   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia