DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 10/02/2020

Missa de envio lota matriz de Carambeí

Padre Osvaldo Pinheiro vai servir em Canutama (AM)

 
O bispo dom Sergio fez o envio do sacerdote que assumirá a Paróquia São João Batista, em Canutama O bispo dom Sergio fez o envio do sacerdote que assumirá a Paróquia São João Batista, em Canutama | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

      “O Senhor é minha luz e salvação. De quem terei medo?” Assim padre Osvaldo Pinheiro iniciava sua fala ao final da missa de envio celebrada pelo bispo dom Sergio Arthur Braschi, neste domingo (9), na Paróquia Imaculada Conceição, em Carambeí. Matriz que, recordou emocionado o padre, o viu nascer, onde foi batizado, recebeu a primeira Eucaristia, a Confirmação, onde foi ordenado diácono, sacerdote e, agora, estava sendo enviado em missão. “O sentimento é de gratidão a Deus”, resumiu o padre, que precisou interromper por diversos momentos seu discurso devido ao choro. Na igreja, muitos choravam com ele. Padre Osvaldo viaja neste dia 11 para Canutama, na Prelazia de Lábrea, no Amazonas.     

      Padre Osvaldo enumerou as funções que desempenhou na diocese  nos últimos dez anos junto a seminários e as pastorais Vocacional e Presbiteral, citando que essas atividades só fizeram crescer seu amor pela diocese e o fizeram enxergar além dela. “Tive todos os instrumentos necessários para ser fiel a missão a mim confiada, só tenho a agradecer”, ressaltou. “Estou muito feliz pela Igreja, pela confirmação da vocação, pelas palavras de dom Sergio (Arthur Braschi)e pela comunidade que está empenhada em rezar pela missão, pela minha vocação. Eu ouvi o chamado de forma muito clara. Ao que só posso dizer, ‘Senhor, se Tu queres, eu quero’. Vou feliz. Tenho certeza de estar fazendo a vontade de Deus”, acrescentou.

      Para o padre, sua disponibilidade tem a intenção de fazer com que a Igreja também cresça na maturidade missionária. “Acredito que eu e o padre José Nilson (Santos), assumindo uma paróquia juntos, a Igreja também ficará ainda mais comprometida com esse projeto das igrejas-irmãs”, enfatizou. Para o bispo dom Sergio, o envio de um segundo sacerdote à Prelazia de Lábrea é um aprofundamento da fraternidade contida no Projeto Igrejas-Irmãs. “Padre Osvaldo parte com muito entusiasmo. É um desejo que ele sentiu no coração e ficamos muito felizes de poder oferecer um padre tão bom, tão criativo, tão forte na sua espiritualidade sacerdotal para a prelazia irmã”, comentava o bispo.

      De acordo com dom Sergio, não há previsão de permanência de padre Osvaldo em Canutama até porque não foi formalizado o convênio de sua cessão à prelazia, mas o bispo acredita que o sacerdote fica ao menos três anos na Amazônia. “Ou até mais. Vai depender da evolução dos acontecimentos. Padre Nilson, por exemplo, já poderia estar voltando, depois de mais de três anos que está lá, mas ele assume, agora, a paróquia ao lado do padre Osvaldo, e, no decorrer da caminhada, a gente verá como fica. Vamos colocar no coração de Jesus Missionário esse futuro”, afirmou dom Sergio, destacando a emoção da celebração deste domingo e a grande presença de padres e religiosos. “Ele é muito estimado”.

      Padre Osvaldo viaja nesta  terça-feira (11) para Porto Velho e segue até a cidade de Lábrea, onde fica a sede da prelazia. Lá, ele se reúne com dom Santiago Sánchez  Sebastian, bispo prelado, e com padre José Nilson, hoje servindo na Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, em Lábrea, para, em seguida, partir para Canutama, que fica a 22 horas de barco pelo Rio Purus.  “Quero chegar o quanto antes para conversar com o padre Severino (Albino da Silva, atual pároco) que logo viaja. Preciso me inteirar da situação da paróquia e dar continuidade no que vem fazendo”, adiantou o sacerdote.

      Osvaldo Pinheiro é o terceiro padre da Diocese de Ponta Grossa a servir na Prelazia de Lábrea, na Amazônia. Ao lado do padre José Nilson Santos, o sacerdote assumirá a Paróquia São João Batista, em Canutama, cidade ao norte da sede da prelazia.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Pastoral do Idoso motiva agentes   |   Setor Juventude realiza formação on-line   |   Feira angaria fundos para o João XXIII   |   São João ganha ‘live arraiá’   |  





Publicado em: 10/02/2020

Missa de envio lota matriz de Carambeí

Padre Osvaldo Pinheiro vai servir em Canutama (AM)

 

      “O Senhor é minha luz e salvação. De quem terei medo?” Assim padre Osvaldo Pinheiro iniciava sua fala ao final da missa de envio celebrada pelo bispo dom Sergio Arthur Braschi, neste domingo (9), na Paróquia Imaculada Conceição, em Carambeí. Matriz que, recordou emocionado o padre, o viu nascer, onde foi batizado, recebeu a primeira Eucaristia, a Confirmação, onde foi ordenado diácono, sacerdote e, agora, estava sendo enviado em missão. “O sentimento é de gratidão a Deus”, resumiu o padre, que precisou interromper por diversos momentos seu discurso devido ao choro. Na igreja, muitos choravam com ele. Padre Osvaldo viaja neste dia 11 para Canutama, na Prelazia de Lábrea, no Amazonas.     

      Padre Osvaldo enumerou as funções que desempenhou na diocese  nos últimos dez anos junto a seminários e as pastorais Vocacional e Presbiteral, citando que essas atividades só fizeram crescer seu amor pela diocese e o fizeram enxergar além dela. “Tive todos os instrumentos necessários para ser fiel a missão a mim confiada, só tenho a agradecer”, ressaltou. “Estou muito feliz pela Igreja, pela confirmação da vocação, pelas palavras de dom Sergio (Arthur Braschi)e pela comunidade que está empenhada em rezar pela missão, pela minha vocação. Eu ouvi o chamado de forma muito clara. Ao que só posso dizer, ‘Senhor, se Tu queres, eu quero’. Vou feliz. Tenho certeza de estar fazendo a vontade de Deus”, acrescentou.

      Para o padre, sua disponibilidade tem a intenção de fazer com que a Igreja também cresça na maturidade missionária. “Acredito que eu e o padre José Nilson (Santos), assumindo uma paróquia juntos, a Igreja também ficará ainda mais comprometida com esse projeto das igrejas-irmãs”, enfatizou. Para o bispo dom Sergio, o envio de um segundo sacerdote à Prelazia de Lábrea é um aprofundamento da fraternidade contida no Projeto Igrejas-Irmãs. “Padre Osvaldo parte com muito entusiasmo. É um desejo que ele sentiu no coração e ficamos muito felizes de poder oferecer um padre tão bom, tão criativo, tão forte na sua espiritualidade sacerdotal para a prelazia irmã”, comentava o bispo.

      De acordo com dom Sergio, não há previsão de permanência de padre Osvaldo em Canutama até porque não foi formalizado o convênio de sua cessão à prelazia, mas o bispo acredita que o sacerdote fica ao menos três anos na Amazônia. “Ou até mais. Vai depender da evolução dos acontecimentos. Padre Nilson, por exemplo, já poderia estar voltando, depois de mais de três anos que está lá, mas ele assume, agora, a paróquia ao lado do padre Osvaldo, e, no decorrer da caminhada, a gente verá como fica. Vamos colocar no coração de Jesus Missionário esse futuro”, afirmou dom Sergio, destacando a emoção da celebração deste domingo e a grande presença de padres e religiosos. “Ele é muito estimado”.

      Padre Osvaldo viaja nesta  terça-feira (11) para Porto Velho e segue até a cidade de Lábrea, onde fica a sede da prelazia. Lá, ele se reúne com dom Santiago Sánchez  Sebastian, bispo prelado, e com padre José Nilson, hoje servindo na Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, em Lábrea, para, em seguida, partir para Canutama, que fica a 22 horas de barco pelo Rio Purus.  “Quero chegar o quanto antes para conversar com o padre Severino (Albino da Silva, atual pároco) que logo viaja. Preciso me inteirar da situação da paróquia e dar continuidade no que vem fazendo”, adiantou o sacerdote.

      Osvaldo Pinheiro é o terceiro padre da Diocese de Ponta Grossa a servir na Prelazia de Lábrea, na Amazônia. Ao lado do padre José Nilson Santos, o sacerdote assumirá a Paróquia São João Batista, em Canutama, cidade ao norte da sede da prelazia.


Diocede Ponta Grossa
O bispo dom Sergio fez o envio do sacerdote que assumirá a Paróquia São João Batista, em Canutama   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Colegas sacerdotes, muitos religiosos, amigos e familiares lotaram a igreja Imaculada Conceição   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Colegas sacerdotes, muitos religiosos, amigos e familiares lotaram a igreja Imaculada Conceição   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Padre Osvaldo: ‘se Tu queres, Senhor, eu quero!’   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A emoção marcou a celebração do envio de padre Osvaldo   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia