DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 02/03/2020

Encenação da ‘Paixão’ abre ensaios

Em 2020, teatro festeja 30 anos ininterruptos

 
Encenação, faz parte do calendário de Turismo Religioso do município Encenação, faz parte do calendário de Turismo Religioso do município | Crédito: Renato Oliveira/Pastoral da Comunicação da Paróquia São Judas Tadeu/Castro

      Começou neste domingo (1º), os primeiros ensaios para a apresentação da peça teatral ’Paixão de Cristo’, que todo o ano é organizada e encenada por atores amadores adultos, jovens e até mirins, na Sexta-Feira da Semana Santa. Este ano, o espetáculo vai atingir uma marca histórica. Serão celebrados 30 anos de apresentação ininterrupta. A peça está marcada para acontecer no dia 10 de abril.

      De acordo com Arildo Ribeiro de Souza, que, ao lado de outros integrantes, coordena a fase de ensaios, faltando 45 dias para a apresentação da peça, ainda não está oficialmente definido o local onde acontecerá a encenação. "Entretanto, esforços estão sendo feitos para que o espetáculo seja apresentado no Ginásio de Esportes Padre José Pagnacco, no alto da Vila Santa Cruz. Com isso, de certa forma, a encenação retorna a sua origem", destaca Souza. As primeiras apresentações tiveram início na quadra de esportes da comunidade de São Judas Tadeu, espaço que hoje é ocupado pela obra de construção da nova igreja matriz.

      A cada ano, o espetáculo incorpora novos integrantes. Este é o caso de uma figurante que fará sua estreia e representará o papel de serva de Pilatos. "Atuar na peça será para mim uma experiência diferente e que deve me enriquecer", apontz a estudante Thais Kremer Morgan, de 14 anos. De outro lado, já veterano nas apresentações, Luís Carlos Costa, que participa há 17 anos do espetáculo, enfatiza a importância da juventude, que com seu dinamismo e coragem, tem mantido esta tradição, ao longo de três décadas. "Sou mais um colaborador e incentivador para que outros jovens venham participar conosco", observa.

      "Acho de suma importância, para a igreja, o surgimento de novas lideranças, assim como também é importante para os próprios jovens, que estão formando o seu caráter e sua espiritualidade", emenda O personagem José - vivido por Luís Carlos - abre o primeiro ato da peça e continua em cenas próximas como um dos apóstolos de Cristo.             

      Há três anos idealizado e apresentado pela Paróquia de São Judas Tadeu, hoje o espetáculo abrange outras comunidades como Perpétuo Socorro, Matriz Sant`Ana, Rosário, capelas e até mesmo o interior. Pela quarta vez consecutiva, Rodrigo Valter Augustat viverá o papel de Jesus. "Já estou inserido na peça por dez anos e tenho a incumbência de representar a figura de Cristo. Importante destacar que, mesmo sendo um espetáculo da igreja católica, sempre há espaço para que pessoas de outras denominações religiosas também possam participar. O convite é aberto para todos", reforça.

      Todos os integrantes voltam a se reunir no próximo sábado (7), a partir das 20 horas, no salão térreo da nova igreja matriz de São Judas Tadeu, para novos ensaios.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Diocese ganhará relíquias de São João Paulo II   |   ECC festeja seus 50 anos   |   Missa do Crisma reúne padres da diocese   |   Live atinge mais de 10 mil pessoas   |  





Publicado em: 02/03/2020

Encenação da ‘Paixão’ abre ensaios

Em 2020, teatro festeja 30 anos ininterruptos

 

      Começou neste domingo (1º), os primeiros ensaios para a apresentação da peça teatral ’Paixão de Cristo’, que todo o ano é organizada e encenada por atores amadores adultos, jovens e até mirins, na Sexta-Feira da Semana Santa. Este ano, o espetáculo vai atingir uma marca histórica. Serão celebrados 30 anos de apresentação ininterrupta. A peça está marcada para acontecer no dia 10 de abril.

      De acordo com Arildo Ribeiro de Souza, que, ao lado de outros integrantes, coordena a fase de ensaios, faltando 45 dias para a apresentação da peça, ainda não está oficialmente definido o local onde acontecerá a encenação. "Entretanto, esforços estão sendo feitos para que o espetáculo seja apresentado no Ginásio de Esportes Padre José Pagnacco, no alto da Vila Santa Cruz. Com isso, de certa forma, a encenação retorna a sua origem", destaca Souza. As primeiras apresentações tiveram início na quadra de esportes da comunidade de São Judas Tadeu, espaço que hoje é ocupado pela obra de construção da nova igreja matriz.

      A cada ano, o espetáculo incorpora novos integrantes. Este é o caso de uma figurante que fará sua estreia e representará o papel de serva de Pilatos. "Atuar na peça será para mim uma experiência diferente e que deve me enriquecer", apontz a estudante Thais Kremer Morgan, de 14 anos. De outro lado, já veterano nas apresentações, Luís Carlos Costa, que participa há 17 anos do espetáculo, enfatiza a importância da juventude, que com seu dinamismo e coragem, tem mantido esta tradição, ao longo de três décadas. "Sou mais um colaborador e incentivador para que outros jovens venham participar conosco", observa.

      "Acho de suma importância, para a igreja, o surgimento de novas lideranças, assim como também é importante para os próprios jovens, que estão formando o seu caráter e sua espiritualidade", emenda O personagem José - vivido por Luís Carlos - abre o primeiro ato da peça e continua em cenas próximas como um dos apóstolos de Cristo.             

      Há três anos idealizado e apresentado pela Paróquia de São Judas Tadeu, hoje o espetáculo abrange outras comunidades como Perpétuo Socorro, Matriz Sant`Ana, Rosário, capelas e até mesmo o interior. Pela quarta vez consecutiva, Rodrigo Valter Augustat viverá o papel de Jesus. "Já estou inserido na peça por dez anos e tenho a incumbência de representar a figura de Cristo. Importante destacar que, mesmo sendo um espetáculo da igreja católica, sempre há espaço para que pessoas de outras denominações religiosas também possam participar. O convite é aberto para todos", reforça.

      Todos os integrantes voltam a se reunir no próximo sábado (7), a partir das 20 horas, no salão térreo da nova igreja matriz de São Judas Tadeu, para novos ensaios.


Diocede Ponta Grossa
Encenação, faz parte do calendário de Turismo Religioso do município   |   Renato Oliveira/Pastoral da Comunicação da Paróquia São Judas Tadeu/Castro

Diocede Ponta Grossa
Os ensaios foram retomados neste domingo, dia 1º   |   Renato Oliveira/Pastoral da Comunicação da Paróquia São Judas Tadeu/Castro

Diocede Ponta Grossa
No elenco, há a mistura de jovens atores com gente mais experiente no meio teatral   |   Renato Oliveira/Pastoral da Comunicação da Paróquia São Judas Tadeu/Castro

Diocede Ponta Grossa
Teatro é encenado pelo Grupo Jovens Unidos da Santa Cruz, com apoio de outras paróquias de Castro   |   Renato Oliveira/Pastoral da Comunicação da Paróquia São Judas Tadeu/Castro


Navegue até a sua Paróquia