DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 09/04/2020

Tríduo Pascal será acompanhado à distancia

Celebrações iniciam nesta Quinta-Feira Santa

 
Padre Sandro Ferreira celebrando o Ofício das Trevas, ano passado Padre Sandro Ferreira celebrando o Ofício das Trevas, ano passado | Crédito: Paróquia São Sebastião

      Como tudo o que vem acontecendo nos últimos dias, o desfecho da Semana Santa há de ficar para sempre na memória dos cristãos católicos. Impedidos de frequentar as igrejas, ao menos como comunidade, os fiéis têm um vivido um tempo quaresmal atípico: sem procissões, vias-sacras, adorações, e, a Missa do Crisma ou o rito do Lava-Pés, como é tradicional nesta Quinta-Feira Santa. O Tríduo Pascal, com todo seu forte significado, será celebrado de maneira restrita pelos sacerdotes, que, mesmo com os templos vazios sentirão, por certo, a unidade de uma Igreja que, mesmo não reunida fisicamente, estará em comunhão pela oração.

      Para aproximar os fiéis da Igreja e assegurar que todos se sintam participantes deste momento, que é o mais importante dentro da fé católica, as celebrações desta quinta-feira, Sexta-Feira Santa, Sábado Santo e Domingo de Páscoa serão transmitidas pelos canais on line das paróquias, algumas com transmissão, inclusive, pelo YouTube, como é o caso da Catedral/Paróquia Sant’Ana, onde o bispo dom Sergio Arthur Braschi celebraria a Ceia do Senhor, às 20 horas desta quinta-feira (9); na sexta, às 15 horas, a Paixão e Morte do Senhor, e, no domingo, às 10 horas, a missa de Páscoa. O Tríduo Pascal será transmitido também pela Rádio Sant’Ana. Nas demais comunidades da Diocese de Ponta Grossa, as celebrações acontecem entre às 19 e 20 horas, na Quinta-Feira Santa, e, às 15 horas, na Sexta-Feira da Paixão. No Domingo de Páscoa, os horários também variam de paróquia por paróquia.      

       Algumas comunidades e congregações dará um up nas transmissões, oferecendo meditações, orações, vigílias. A Copiosa Redenção, nesta quinta-feira, estaria transmitindo uma live com a Missa da Ceia do Senhor e, logo após, uma vigília. Padre Fernando Bauwelz pedia para as pessoas prepararem jarro com água, bacia e toalha, e, uma cruz para a Sexta-Feira Santa. “Já que você não poderá estar conosco, peço que você separe essas coisas para celebrar conosco, aí na sua casa”, dizia.  

      Na Paróquia São Sebastião/Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Ponta Grossa, às 6 horas da Sexta-Feira Santa, acontece o ‘Ofício das Trevas’, um conjunto de leituras, lamentações, cantos de salmos. “Em cada Salmo cantado apaga-se uma vela. Ao final, a igreja fica no escuro e o rosto de Cristo desfigurado é mostrado”, comentou a secretária da paróquia, Margarete Candido Ferreira. As orações duram em torno de uma hora e sempre são realizadas dentro da igreja, explicou. Na Nossa Senhora de Fátima, no bairro de Oficinas, também na sexta-feira, às 9 horas, será realizada a Via Sacra, apenas com o padre, o intérprete de línguas, músicos e o agente da Pastoral da Comunicação.  

      “Mesmo no isolamento social, nós somos convidados a celebrarmos unidos na fé. Quero lembrar o Evangelho de João, que diz assim: ‘Mestre, onde moras?’ Os discípulos queriam saber onde Jesus morava. Eles ficaram juntos naquele dia. Hoje, Jesus quer ficar conosco em nossas casas. Temos os pilares que nos ajudam, sustentam a nossa fé: o pilar da Palavra, do Pão, pilar da Caridade e pilar da Missão. Que esses pilares sustentem a nossa vida de fé e assim possamos celebrar a nossa Páscoa em família, unidos como igreja, exercendo a nossa missão, permitindo que Jesus ressuscite e, assim, sejamos sinais da sua bondade e do seu amor”, convidou padre Joel Nalepa, coordenador diocesano da Ação Evangelizadora.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Paróquia de PG instala cabine de desinfecção   |   Máscara: evangelizando ao se proteger   |   Live de Santa Rita terá gesto concreto   |   Paróquia se une em ações solidárias   |  





Publicado em: 09/04/2020

Tríduo Pascal será acompanhado à distancia

Celebrações iniciam nesta Quinta-Feira Santa

 

      Como tudo o que vem acontecendo nos últimos dias, o desfecho da Semana Santa há de ficar para sempre na memória dos cristãos católicos. Impedidos de frequentar as igrejas, ao menos como comunidade, os fiéis têm um vivido um tempo quaresmal atípico: sem procissões, vias-sacras, adorações, e, a Missa do Crisma ou o rito do Lava-Pés, como é tradicional nesta Quinta-Feira Santa. O Tríduo Pascal, com todo seu forte significado, será celebrado de maneira restrita pelos sacerdotes, que, mesmo com os templos vazios sentirão, por certo, a unidade de uma Igreja que, mesmo não reunida fisicamente, estará em comunhão pela oração.

      Para aproximar os fiéis da Igreja e assegurar que todos se sintam participantes deste momento, que é o mais importante dentro da fé católica, as celebrações desta quinta-feira, Sexta-Feira Santa, Sábado Santo e Domingo de Páscoa serão transmitidas pelos canais on line das paróquias, algumas com transmissão, inclusive, pelo YouTube, como é o caso da Catedral/Paróquia Sant’Ana, onde o bispo dom Sergio Arthur Braschi celebraria a Ceia do Senhor, às 20 horas desta quinta-feira (9); na sexta, às 15 horas, a Paixão e Morte do Senhor, e, no domingo, às 10 horas, a missa de Páscoa. O Tríduo Pascal será transmitido também pela Rádio Sant’Ana. Nas demais comunidades da Diocese de Ponta Grossa, as celebrações acontecem entre às 19 e 20 horas, na Quinta-Feira Santa, e, às 15 horas, na Sexta-Feira da Paixão. No Domingo de Páscoa, os horários também variam de paróquia por paróquia.      

       Algumas comunidades e congregações dará um up nas transmissões, oferecendo meditações, orações, vigílias. A Copiosa Redenção, nesta quinta-feira, estaria transmitindo uma live com a Missa da Ceia do Senhor e, logo após, uma vigília. Padre Fernando Bauwelz pedia para as pessoas prepararem jarro com água, bacia e toalha, e, uma cruz para a Sexta-Feira Santa. “Já que você não poderá estar conosco, peço que você separe essas coisas para celebrar conosco, aí na sua casa”, dizia.  

      Na Paróquia São Sebastião/Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Ponta Grossa, às 6 horas da Sexta-Feira Santa, acontece o ‘Ofício das Trevas’, um conjunto de leituras, lamentações, cantos de salmos. “Em cada Salmo cantado apaga-se uma vela. Ao final, a igreja fica no escuro e o rosto de Cristo desfigurado é mostrado”, comentou a secretária da paróquia, Margarete Candido Ferreira. As orações duram em torno de uma hora e sempre são realizadas dentro da igreja, explicou. Na Nossa Senhora de Fátima, no bairro de Oficinas, também na sexta-feira, às 9 horas, será realizada a Via Sacra, apenas com o padre, o intérprete de línguas, músicos e o agente da Pastoral da Comunicação.  

      “Mesmo no isolamento social, nós somos convidados a celebrarmos unidos na fé. Quero lembrar o Evangelho de João, que diz assim: ‘Mestre, onde moras?’ Os discípulos queriam saber onde Jesus morava. Eles ficaram juntos naquele dia. Hoje, Jesus quer ficar conosco em nossas casas. Temos os pilares que nos ajudam, sustentam a nossa fé: o pilar da Palavra, do Pão, pilar da Caridade e pilar da Missão. Que esses pilares sustentem a nossa vida de fé e assim possamos celebrar a nossa Páscoa em família, unidos como igreja, exercendo a nossa missão, permitindo que Jesus ressuscite e, assim, sejamos sinais da sua bondade e do seu amor”, convidou padre Joel Nalepa, coordenador diocesano da Ação Evangelizadora.


Diocede Ponta Grossa
Padre Sandro Ferreira celebrando o Ofício das Trevas, ano passado   |   Paróquia São Sebastião

Diocede Ponta Grossa
A Catedral Sant’Ana sendo preparada para a transmissão de quinta-feira à noite   |   Paróquia Sant’Ana


Navegue até a sua Paróquia