DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 04/06/2020

Corpus Christi: bispo fará bênção de hospitais

Tradicional procissão e tapetes não ganharão as ruas

 
Bispo dom Sergio levará o Santíssimo para abençoar profissionais da saúde e doentes   Bispo dom Sergio levará o Santíssimo para abençoar profissionais da saúde e doentes | Crédito: Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

      Em um ano atípico, mas imbuído da intenção de que os católicos celebrem com amor e fé a Eucaristia e sejam profetas da esperança no testemunho da comunhão eclesial, o bispo da Diocese de Ponta Grossa, dom Sergio Arthur Braschi divulgou nesta quarta-feira (3) as orientações para a celebração de Corpus Christi, no próximo dia 11. Diferente das celebrações anteriores, em 2020 não haverá procissão ou a participação do povo pelas ruas da cidade. Ao invés disso, o bispo levará o Santíssimo, de carro, do Asilo São Vicente de Paulo aos hospitais de Ponta Grossa, em frente aos quais haverá um breve momento de oração.

      A orientação é para que, pela manhã, haja celebração da Santa Missa em todas as paróquias. “Sendo dia de preceito e a Celebração da Eucaristia é o ápice de toda vida cristã”, justifica dom Sergio, citando que a missa deve ser celebrada observando as normas para a participação dos fiéis e transmitida pelas redes sociais, facilitando o acompanhamento pelos idosos, grupo de risco e demais pessoas que ainda não podem participar. Às 14h30, como de costume, o bispo com o Santíssimo sai do asilo São Vicente, passando pelo Hospital Bom Jesus, Hospital da Criança, Santa Casa, Hospital São Camilo, Hospital Regional – que é referência para o tratamento da COVID 19 - Hospital Unimed e Pronto Socorro.

      Em cada local haverá uma breve parada para oração pelos profissionais de saúde, doentes em tratamento e por toda a humanidade que sofre com a Pandemia. “Não haverá aproximação, mas uma pequena equipe de cada hospital pode preparar um local onde até o veículo possa chegar”, explica padre Joel Nalepa, coordenador diocesano da Ação Evangelizadora e um dos responsáveis pela formatação das orientações.  O Santíssimo será levado em carro (caminhonete ou caminhão) preparado com proteção, em caso de chuva e frio, de modo que o Ostensório com a Sagrada Eucaristia seja visível. Junto com o veículo que levará o Santíssimo outro carro de som estará acompanhando com o rádio ligado para que, por onde passar, todos possam ver e rezar juntos. Também será feita solicitação para que a Guarda Municipal acompanhe com carro ou moto como batedores.

      A equipe de animação e reflexão ficará na Catedral para conduzir as orações durante a procissão, com transmissão pela Rádio Sant’Ana. “Lembraremos e rezaremos a partir dos dois grandes temas desse ano: a Campanha da Fraternidade e Vida: dom e Compromisso. ‘Viu, sentiu compaixão e cuidou dele’ e a Prioridade Diocesana ‘Igreja e família de portas abertas na cultura urbana’, com os quatro pilares, Igreja Doméstica, ‘Mestre, onde moras? Vinde e vede’”, destaca padre Alvaro Martins Nortok, coordenador diocesano da Comissão de Liturgia. A Catedral Sant’Ana será o ponto de chegada da procissão de onde será feita a bênção para toda cidade e para a diocese.

      A comunidade acompanhará a procissão de suas casas, através da Rádio Sant’Ana, que fará a transmissão das orações e reflexões. “Impossibilitados de vivermos esse dia como grande testemunho de nossa fé, caminhando pelas ruas por onde o Santíssimo passa, faremos mais uma vez a experiência de oração em nossas casas, acompanhando através da Rádio Sant’Ana FM 89,7 e outras emissoras que possam transmitir, e das plataformas digitais”, afirma dom Sergio.

      Nas paróquias fora de Ponta Grossa, a orientação é para que seja celebrada Santa Missa em todas as matrizes, seguindo as normas para a participação dos fiéis, e procissão, sem tapete e aglomeração de pessoas, percorrendo o roteiro de costume, ou outro, podendo passar pelos hospitais. Sendo possível a transmissão pelas emissoras de rádio de cada cidade, convidar a todos para que acompanhem em suas casas, bem como através do Facebook, Youtube ou outras plataformas. Pede-se que em toda a Diocese, seja divulgado o horário da Procissão da cidade de Ponta Grossa para que as famílias acompanhem através da Rádio Sant’Ana FM 89,7.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Pastoral do Idoso motiva agentes   |   Setor Juventude realiza formação on-line   |   Feira angaria fundos para o João XXIII   |   São João ganha ‘live arraiá’   |  





Publicado em: 04/06/2020

Corpus Christi: bispo fará bênção de hospitais

Tradicional procissão e tapetes não ganharão as ruas

 

      Em um ano atípico, mas imbuído da intenção de que os católicos celebrem com amor e fé a Eucaristia e sejam profetas da esperança no testemunho da comunhão eclesial, o bispo da Diocese de Ponta Grossa, dom Sergio Arthur Braschi divulgou nesta quarta-feira (3) as orientações para a celebração de Corpus Christi, no próximo dia 11. Diferente das celebrações anteriores, em 2020 não haverá procissão ou a participação do povo pelas ruas da cidade. Ao invés disso, o bispo levará o Santíssimo, de carro, do Asilo São Vicente de Paulo aos hospitais de Ponta Grossa, em frente aos quais haverá um breve momento de oração.

      A orientação é para que, pela manhã, haja celebração da Santa Missa em todas as paróquias. “Sendo dia de preceito e a Celebração da Eucaristia é o ápice de toda vida cristã”, justifica dom Sergio, citando que a missa deve ser celebrada observando as normas para a participação dos fiéis e transmitida pelas redes sociais, facilitando o acompanhamento pelos idosos, grupo de risco e demais pessoas que ainda não podem participar. Às 14h30, como de costume, o bispo com o Santíssimo sai do asilo São Vicente, passando pelo Hospital Bom Jesus, Hospital da Criança, Santa Casa, Hospital São Camilo, Hospital Regional – que é referência para o tratamento da COVID 19 - Hospital Unimed e Pronto Socorro.

      Em cada local haverá uma breve parada para oração pelos profissionais de saúde, doentes em tratamento e por toda a humanidade que sofre com a Pandemia. “Não haverá aproximação, mas uma pequena equipe de cada hospital pode preparar um local onde até o veículo possa chegar”, explica padre Joel Nalepa, coordenador diocesano da Ação Evangelizadora e um dos responsáveis pela formatação das orientações.  O Santíssimo será levado em carro (caminhonete ou caminhão) preparado com proteção, em caso de chuva e frio, de modo que o Ostensório com a Sagrada Eucaristia seja visível. Junto com o veículo que levará o Santíssimo outro carro de som estará acompanhando com o rádio ligado para que, por onde passar, todos possam ver e rezar juntos. Também será feita solicitação para que a Guarda Municipal acompanhe com carro ou moto como batedores.

      A equipe de animação e reflexão ficará na Catedral para conduzir as orações durante a procissão, com transmissão pela Rádio Sant’Ana. “Lembraremos e rezaremos a partir dos dois grandes temas desse ano: a Campanha da Fraternidade e Vida: dom e Compromisso. ‘Viu, sentiu compaixão e cuidou dele’ e a Prioridade Diocesana ‘Igreja e família de portas abertas na cultura urbana’, com os quatro pilares, Igreja Doméstica, ‘Mestre, onde moras? Vinde e vede’”, destaca padre Alvaro Martins Nortok, coordenador diocesano da Comissão de Liturgia. A Catedral Sant’Ana será o ponto de chegada da procissão de onde será feita a bênção para toda cidade e para a diocese.

      A comunidade acompanhará a procissão de suas casas, através da Rádio Sant’Ana, que fará a transmissão das orações e reflexões. “Impossibilitados de vivermos esse dia como grande testemunho de nossa fé, caminhando pelas ruas por onde o Santíssimo passa, faremos mais uma vez a experiência de oração em nossas casas, acompanhando através da Rádio Sant’Ana FM 89,7 e outras emissoras que possam transmitir, e das plataformas digitais”, afirma dom Sergio.

      Nas paróquias fora de Ponta Grossa, a orientação é para que seja celebrada Santa Missa em todas as matrizes, seguindo as normas para a participação dos fiéis, e procissão, sem tapete e aglomeração de pessoas, percorrendo o roteiro de costume, ou outro, podendo passar pelos hospitais. Sendo possível a transmissão pelas emissoras de rádio de cada cidade, convidar a todos para que acompanhem em suas casas, bem como através do Facebook, Youtube ou outras plataformas. Pede-se que em toda a Diocese, seja divulgado o horário da Procissão da cidade de Ponta Grossa para que as famílias acompanhem através da Rádio Sant’Ana FM 89,7.


Diocede Ponta Grossa
Bispo dom Sergio levará o Santíssimo para abençoar profissionais da saúde e doentes   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Bispo dom Sergio levará o Santíssimo para abençoar profissionais da saúde e doentes   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia