DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 00/00/0000

Ação pelas vocações é lançada na Missa do Crisma

Mais de 100 padres renovaram seu compromisso com a Igreja nesta quinta

 
A Missa do Crisma acontece em todas as dioceses do mundo A Missa do Crisma acontece em todas as dioceses do mundo | Crédito: Assessoria de Comunicação da Diocese de Ponta Grossa

      A celebração penitencial  do clero, na cripta da Catedral Sant’Ana, que antecede todos os anos a Missa do Crisma, reuniu cerca de 100 presbíteros das 17 cidades que integram a Diocese de Ponta Grossa. Rememorando o momento em que Jesus confiou Sua missão aos apóstolos e instituiu o sacerdócio e a Eucaristia, na missa, os padres renovam seu compromisso ao serviço do povo de Deus. “E peço que rezem por todos os padres, para que tenham uma vida de oração e verdadeira misericórdia”, sugeriu dom Sergio Arthur Braschi, citando nomes de alguns sacerdotes que estão fora da diocese em missão, por estudo ou em retiro espiritual.

      O bispo lembrou também que, no próximo dia 14, completa 20 anos de episcopado, 15 dos quais em Ponta Grossa. “Renovai-me, Senhor Jesus, sumo sacerdote! Me ajude a rever a vida, a comprometer-me ainda mais e a mudar o que precisa ser mudado”. Dom Sergio citou ainda o papel do leigo na transformação da realidade, “especialmente, neste momento tão difícil que atravessa o Brasil. Fazei com que cada um possa viver sua vocação e trabalhar pelo bem do Reino”. Durante a celebração o bispo abençoou os óleos, que serão usados nos diversos sacramentos: o crisma - óleo misturado com perfumes- para significar o dom do Espírito no batismo, na crisma, na ordem; o óleo para os catecúmenos e o óleo para os enfermos, sinal da força que liberta do mal e sustenta na provação da doença.

      Neste dia 29, foi lançada oficialmente a Ação Evangelizadora Em Cada Comunidade uma Nova Vocação, que abrangerá todo o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, unindo todos os católicos em oração por novas vocações. “Antes de cada reunião, celebração eucarística se rezará uma dezena do terço pelas vocações sacerdotais e religiosas”, explicou o bispo. “Estamos atendendo o pedido de Jesus no Evangelho, quando se compadece da multidão cansada e desamparada, como ovelhas sem pastor. ‘De fato a colheita é abundante, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, orai ao Senhor da seara e pedi que Ele mande mais trabalhadores para a sua colheita’”, acrescentou padre Osvaldo Pinheiro, coordenador do Serviço de Animação Vocacional, citando Mateus 9, 36.

      Cada uma das 640 comunidades católicas da Diocese receberam a barca, símbolo da ação evangelizadora. Nesta quinta-feira, todos os párocos levaram suas barcas, assumindo o compromisso de fazer os fiéis rezarem pelas vocações. Após a celebração, um almoço de confraternização aconteceu na Paróquia Nossa Senhora da Saúde, oferecido, todos os anos, pelo Movimento Serra Internacional. Toda a missa foi acompanhada por 70 catequizandos das paróquias São Pedro e Nossa Senhora de Guadalupe, além de cinco crismandos da São Judas Tadeu. As crianças e adolescentes foram monitorados por oito catequistas da Catedral, que explicaram o passo a passo da celebração e seu significado.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| ECC festeja seus 50 anos   |   Missa do Crisma reúne padres da diocese   |   Live atinge mais de 10 mil pessoas   |   Missa do Crisma será no feriado   |  





Publicado em: 00/00/0000

Ação pelas vocações é lançada na Missa do Crisma

Mais de 100 padres renovaram seu compromisso com a Igreja nesta quinta

 

      A celebração penitencial  do clero, na cripta da Catedral Sant’Ana, que antecede todos os anos a Missa do Crisma, reuniu cerca de 100 presbíteros das 17 cidades que integram a Diocese de Ponta Grossa. Rememorando o momento em que Jesus confiou Sua missão aos apóstolos e instituiu o sacerdócio e a Eucaristia, na missa, os padres renovam seu compromisso ao serviço do povo de Deus. “E peço que rezem por todos os padres, para que tenham uma vida de oração e verdadeira misericórdia”, sugeriu dom Sergio Arthur Braschi, citando nomes de alguns sacerdotes que estão fora da diocese em missão, por estudo ou em retiro espiritual.

      O bispo lembrou também que, no próximo dia 14, completa 20 anos de episcopado, 15 dos quais em Ponta Grossa. “Renovai-me, Senhor Jesus, sumo sacerdote! Me ajude a rever a vida, a comprometer-me ainda mais e a mudar o que precisa ser mudado”. Dom Sergio citou ainda o papel do leigo na transformação da realidade, “especialmente, neste momento tão difícil que atravessa o Brasil. Fazei com que cada um possa viver sua vocação e trabalhar pelo bem do Reino”. Durante a celebração o bispo abençoou os óleos, que serão usados nos diversos sacramentos: o crisma - óleo misturado com perfumes- para significar o dom do Espírito no batismo, na crisma, na ordem; o óleo para os catecúmenos e o óleo para os enfermos, sinal da força que liberta do mal e sustenta na provação da doença.

      Neste dia 29, foi lançada oficialmente a Ação Evangelizadora Em Cada Comunidade uma Nova Vocação, que abrangerá todo o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, unindo todos os católicos em oração por novas vocações. “Antes de cada reunião, celebração eucarística se rezará uma dezena do terço pelas vocações sacerdotais e religiosas”, explicou o bispo. “Estamos atendendo o pedido de Jesus no Evangelho, quando se compadece da multidão cansada e desamparada, como ovelhas sem pastor. ‘De fato a colheita é abundante, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, orai ao Senhor da seara e pedi que Ele mande mais trabalhadores para a sua colheita’”, acrescentou padre Osvaldo Pinheiro, coordenador do Serviço de Animação Vocacional, citando Mateus 9, 36.

      Cada uma das 640 comunidades católicas da Diocese receberam a barca, símbolo da ação evangelizadora. Nesta quinta-feira, todos os párocos levaram suas barcas, assumindo o compromisso de fazer os fiéis rezarem pelas vocações. Após a celebração, um almoço de confraternização aconteceu na Paróquia Nossa Senhora da Saúde, oferecido, todos os anos, pelo Movimento Serra Internacional. Toda a missa foi acompanhada por 70 catequizandos das paróquias São Pedro e Nossa Senhora de Guadalupe, além de cinco crismandos da São Judas Tadeu. As crianças e adolescentes foram monitorados por oito catequistas da Catedral, que explicaram o passo a passo da celebração e seu significado.


Diocede Ponta Grossa
A Missa do Crisma acontece em todas as dioceses do mundo   |   Assessoria de Comunicação da Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A Catedral Sant’Ana esteve lotada para a celebração. Além dos fiéis, muitos religiosos e religiosas acompanharam a missa   |   Assessoria de Comunicação da Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Foram mais de 100 os presbíteros que renovaram seu compromisso com a Igreja   |   Assessoria de Comunicação da Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Antes da missa, houve a celebração penitencial do clero, na cripta da Catedral   |   Assessoria de Comunicação da Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Párocos recebem as barcas para serem levadas às suas Comunidades   |   Assessoria de Comunicação da Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia