DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 24/07/2020

Tríduo em honra a Sant’Ana inicia hoje

Dom Sergio abre os festejos que terá peregrinação e feijoada

 
O bispo dom Sergio abriria o tríduo em honra a padroeira, nesta quinta-feira O bispo dom Sergio abriria o tríduo em honra a padroeira, nesta quinta-feira | Crédito: Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

      Nesta quinta-feira (23), às 19 horas, inicia o tríduo em homenagem a Senhora Sant’Ana, padroeira de Ponta Grossa. Neste primeiro dia, o bispo dom Sergio Arthur Braschi preside a celebração que marca também o 11º aniversário da dedicação da Catedral Sant’Ana. A partir do tríduo, a paróquia retoma as missas com a presença de fiéis. A festa, que, a pedido do bispo, deve ser incluída igualmente na celebração diária de todas as comunidades por se tratar da igreja-mãe da diocese, incluirá peregrinação da imagem da avó de Jesus por diversas ruas da cidade, missa solene, e uma feijoada drive thru, no dia 26.

      A decisão da volta das missas com fiéis foi deliberada pelo Conselho Pastoral Paroquial da Paroquia Sant’Ana, na última segunda-feira, e é válida para as missas somente nos finais de semana. O tríduo prossegue na sexta-feira e no sábado, sempre às 19 horas. Na sexta, haverá a participação de catequistas de Ponta Grossa, que não estiverem no grupo de risco. A missa solene em honra ao dia da padroeira acontece no domingo, às 10 horas, depois da chegada da imagem que sairá em peregrinação pelas ruas principais do centro, região do campus central da Universidade Estadual de Ponta Grossa, avenida Ernesto Vilela, ruas Anita Garibaldi e Balduíno Taques.

     A capacidade da igreja, obedecido o limite de 30% da lotação, como exige a legislação municipal, é de 450 pessoas. Após a celebração, em substituição ao tradicional almoço, este ano será servida uma feijoada, a partir das 11h30, no sistema drive thru. Os ingressos ainda podem ser adquiridos na secretaria, a R$ 30 (kit individual) e R$ 50 (duas pessoas). Em 2019, foram servidos cerca de 500 almoços no dia de Sant’Ana.

      A festa é comemorada desde os tempos que Ponta Grossa ainda era uma Freguesia, no século XIX. Os primeiros registros remontam a celebração na então paróquia de Senhora Sant’Ana, em Castro. Quando Ponta Grossa foi elevada à cidade, a comemoração continuou e só cresce a cada ano. Em 2019, a celebração da padroeira da Catedral e de Ponta Grossa Senhora Sant’Ana foi acompanhada por 2.500 pessoas dentro da igreja, nas laterais e na praça Marechal Floriano Peixoto.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Live atinge mais de 10 mil pessoas   |   Missa do Crisma será no feriado   |   Catedral faz festa pelos seus 197 anos   |   Missa online vai ‘conectar’ jovens   |  





Publicado em: 24/07/2020

Tríduo em honra a Sant’Ana inicia hoje

Dom Sergio abre os festejos que terá peregrinação e feijoada

 

      Nesta quinta-feira (23), às 19 horas, inicia o tríduo em homenagem a Senhora Sant’Ana, padroeira de Ponta Grossa. Neste primeiro dia, o bispo dom Sergio Arthur Braschi preside a celebração que marca também o 11º aniversário da dedicação da Catedral Sant’Ana. A partir do tríduo, a paróquia retoma as missas com a presença de fiéis. A festa, que, a pedido do bispo, deve ser incluída igualmente na celebração diária de todas as comunidades por se tratar da igreja-mãe da diocese, incluirá peregrinação da imagem da avó de Jesus por diversas ruas da cidade, missa solene, e uma feijoada drive thru, no dia 26.

      A decisão da volta das missas com fiéis foi deliberada pelo Conselho Pastoral Paroquial da Paroquia Sant’Ana, na última segunda-feira, e é válida para as missas somente nos finais de semana. O tríduo prossegue na sexta-feira e no sábado, sempre às 19 horas. Na sexta, haverá a participação de catequistas de Ponta Grossa, que não estiverem no grupo de risco. A missa solene em honra ao dia da padroeira acontece no domingo, às 10 horas, depois da chegada da imagem que sairá em peregrinação pelas ruas principais do centro, região do campus central da Universidade Estadual de Ponta Grossa, avenida Ernesto Vilela, ruas Anita Garibaldi e Balduíno Taques.

     A capacidade da igreja, obedecido o limite de 30% da lotação, como exige a legislação municipal, é de 450 pessoas. Após a celebração, em substituição ao tradicional almoço, este ano será servida uma feijoada, a partir das 11h30, no sistema drive thru. Os ingressos ainda podem ser adquiridos na secretaria, a R$ 30 (kit individual) e R$ 50 (duas pessoas). Em 2019, foram servidos cerca de 500 almoços no dia de Sant’Ana.

      A festa é comemorada desde os tempos que Ponta Grossa ainda era uma Freguesia, no século XIX. Os primeiros registros remontam a celebração na então paróquia de Senhora Sant’Ana, em Castro. Quando Ponta Grossa foi elevada à cidade, a comemoração continuou e só cresce a cada ano. Em 2019, a celebração da padroeira da Catedral e de Ponta Grossa Senhora Sant’Ana foi acompanhada por 2.500 pessoas dentro da igreja, nas laterais e na praça Marechal Floriano Peixoto.


Diocede Ponta Grossa
O bispo dom Sergio abriria o tríduo em honra a padroeira, nesta quinta-feira   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O tradicional almoço foi saboreado por cerca de 500 pessoas ano passado   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A devoção a Senhora Sant’Ana é a mais antiga da região   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia