DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 14/09/2021

Subsídio padroniza festa da padroeira

Comissão monta Liturgia e sugere cantos

 
A Mãe da Divina Graça passará a ser celebrada em todas as paróquias, a partir deste ano A Mãe da Divina Graça passará a ser celebrada em todas as paróquias, a partir deste ano | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

          Foi a pedido do bispo Dom Geraldo Micheletto Pellanda, e com a aprovação unânime do Conselho Presbiteral, reunido dia 27 de abril de 1983, que o Papa João Paulo II proclamou Nossa Senhora Mãe da Divina Graça, padroeira da Diocese de Ponta Grossa. O decreto pontifício foi lido e executado a 27 de maio de 1984, em uma cerimônia litúrgica solene, na presença de devotos. Este ano, a Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral preparou um modelo de celebração completa especialmente para o dia da padroeira e o enviou a todas as paróquias. A solenidade da Mãe da Divina Graça será celebrada pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi, na Catedral Sant’Ana, nesta quarta-feira (15), às 19 horas.


     A criação do material litúrgico, aliás, atende o desejo do bispo Dom Sergio para que todas as comunidades da Diocese passem a festejar dignamente a Mãe da Divina Graça.“Sendo a padroeira diocesana nós temos a obrigação em todas as paróquias da Diocese de festejar. Em Ponta Grossa é feriado, mas nas outras cidades não. Mas, as pessoas costumam se reunir na quarta-feira. Então, não se esqueçam!”, pediu o bispo, chamando a atenção para o material elaborado pela Comissão de Liturgia. “O subsídio é muito importante, com slides, o hino da padroeira, com o refrão a quatro vozes; toda a Liturgia das Horas da véspera e do dia e da missa, sobretudo, a missa da festa da Mãe da Divina Graça. Vamos participar, vamos motivar o nosso povo e fazer crescer essa devoção a nossa querida padroeira, que abençoe e interceda por nós”, convidou dom Sergio, dirigindo-se aos párocos, vigários, diáconos e ao Povo de Deus.


     Do material consta um breve histórico da devoção e da Diocese de Ponta Grossa, contando sobre a instituição da padroeira; a Liturgia das Horas, Liturgia da Missa, Oração e o Hino da Mãe da Divina Graça, inclusive com a partitura. “Este ano, é o lançamento do material da celebração da padroeira, que já foi enviado para as paróquias. É uma catequese sobre a padroeira, inclusive com toda a liturgia e sugestão de músicas. O ideal seria que houvesse uma novena, mas essa celebração, no dia, já é um grande passo”, avaliou padre Alvaro Martins Nortok, assessor da Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral


     O subsídio não foi impresso, só enviado no formato digital para todas as secretarias em pdf e em slides. Algumas paróquias e santuários, como o de Nossa Senhora das Brotas, em Piraí do Sul, estão celebrando um tríduo preparatório ao dia da padroeira da Diocese, neste dia 15. A festa da Mãe da Divina Graça, a princípio, foi celebrada no mês de maio. Depois, por se tratar de Tempo Pascal, acabou transferida para outubro, quando, no entanto, já se comemorava o Dia das Missões. Diante disso, passou para o terceiro domingo de setembro, mas, após várias consultas ao clero, a festa ficou sendo celebrada, em toda a Diocese, no dia 15 de setembro, dia do aniversário do município de Ponta Grossa.


 


  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Paróquia festeja centenário com dedicação da igreja   |   Liga Católica retoma atividades   |   Feira de roupas vai ajudar a Caritas   |   As muitas histórias dentro de 100 anos   |  





Publicado em: 14/09/2021

Subsídio padroniza festa da padroeira

Comissão monta Liturgia e sugere cantos

 

          Foi a pedido do bispo Dom Geraldo Micheletto Pellanda, e com a aprovação unânime do Conselho Presbiteral, reunido dia 27 de abril de 1983, que o Papa João Paulo II proclamou Nossa Senhora Mãe da Divina Graça, padroeira da Diocese de Ponta Grossa. O decreto pontifício foi lido e executado a 27 de maio de 1984, em uma cerimônia litúrgica solene, na presença de devotos. Este ano, a Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral preparou um modelo de celebração completa especialmente para o dia da padroeira e o enviou a todas as paróquias. A solenidade da Mãe da Divina Graça será celebrada pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi, na Catedral Sant’Ana, nesta quarta-feira (15), às 19 horas.


     A criação do material litúrgico, aliás, atende o desejo do bispo Dom Sergio para que todas as comunidades da Diocese passem a festejar dignamente a Mãe da Divina Graça.“Sendo a padroeira diocesana nós temos a obrigação em todas as paróquias da Diocese de festejar. Em Ponta Grossa é feriado, mas nas outras cidades não. Mas, as pessoas costumam se reunir na quarta-feira. Então, não se esqueçam!”, pediu o bispo, chamando a atenção para o material elaborado pela Comissão de Liturgia. “O subsídio é muito importante, com slides, o hino da padroeira, com o refrão a quatro vozes; toda a Liturgia das Horas da véspera e do dia e da missa, sobretudo, a missa da festa da Mãe da Divina Graça. Vamos participar, vamos motivar o nosso povo e fazer crescer essa devoção a nossa querida padroeira, que abençoe e interceda por nós”, convidou dom Sergio, dirigindo-se aos párocos, vigários, diáconos e ao Povo de Deus.


     Do material consta um breve histórico da devoção e da Diocese de Ponta Grossa, contando sobre a instituição da padroeira; a Liturgia das Horas, Liturgia da Missa, Oração e o Hino da Mãe da Divina Graça, inclusive com a partitura. “Este ano, é o lançamento do material da celebração da padroeira, que já foi enviado para as paróquias. É uma catequese sobre a padroeira, inclusive com toda a liturgia e sugestão de músicas. O ideal seria que houvesse uma novena, mas essa celebração, no dia, já é um grande passo”, avaliou padre Alvaro Martins Nortok, assessor da Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral


     O subsídio não foi impresso, só enviado no formato digital para todas as secretarias em pdf e em slides. Algumas paróquias e santuários, como o de Nossa Senhora das Brotas, em Piraí do Sul, estão celebrando um tríduo preparatório ao dia da padroeira da Diocese, neste dia 15. A festa da Mãe da Divina Graça, a princípio, foi celebrada no mês de maio. Depois, por se tratar de Tempo Pascal, acabou transferida para outubro, quando, no entanto, já se comemorava o Dia das Missões. Diante disso, passou para o terceiro domingo de setembro, mas, após várias consultas ao clero, a festa ficou sendo celebrada, em toda a Diocese, no dia 15 de setembro, dia do aniversário do município de Ponta Grossa.


 


Diocede Ponta Grossa
A Mãe da Divina Graça passará a ser celebrada em todas as paróquias, a partir deste ano   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia