DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA

       
SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 27/07/2018

Católicos celebram o dia de Senhora Sant’Ana

Santa é padroeira de Castro e Ponta Grossa

 
Em Ponta Grossa cerca de cinco mil pessoas participaram da procissão de Sant’Ana Em Ponta Grossa cerca de cinco mil pessoas participaram da procissão de Sant’Ana | Crédito: Ass Com Diocese de Ponta Grossa

      Cerca de cinco mil pessoas participaram da procissão em louvor a Senhora Sant’Ana, na manhã desta quinta-feira (26), pelo centro de Ponta Grossa. O cortejo com a imagem da santa padroeira da cidade saiu da igreja do Rosário, às 10 horas, seguindo em direção à Catedral. O bispo dom Sergio Arthur Braschi, padres, religiosos e fiéis acompanharam a procissão, que se encerrou com uma celebração eucarística. “São Joaquim e Sant’Ana são exemplos para nós de quem vai envelhecendo e conservando a fé recebida na família; conservando a firmeza da confiança no Deus da aliança”, destacou o bispo em sua homilia.

      O bispo lembrou que Sant’Ana e São Joaquim viviam em uma localidade de Nazaré, em um rincão dentro do poderoso Império Romano, conservando a fé dos antepassados. “Joaquim e Ana eram protótipo de uma família de fé, aquele resto de Israel, do povo de Deus, que, continuamente lembrava da profecia do ungido, do messias, e rezava e suplicava para que os céus se abrissem e viesse o salvador. Mal sabiam eles que seria na sua família”, enfatizou dom Sergio, citando a emoção que os avós de Jesus devem ter sentido ao conhecê-lo. “Uma criança tão especial. O próprio filho unigênito que se fez carne. Portanto, cresçamos cada vez mais nesta fé, nesta união a Jesus, no encontro vivo com Ele, renovados na nossa história. À medida que os anos vão passando, não percamos esse maior tesouro que aconteceu, de termos encontrado Jesus, filho de Maria e neto de Senhora Sant’Ana”.         

      A festa de Senhora Sant’Ana teve ainda almoço festivo, que contou com 420 pessoas, além de bingo e sorteio de brindes. A paróquia Sant’Ana, em Ponta Grossa, comemora 200 anos em 2023. É um importante marco histórico da cidade e a igreja é considerada a mãe de todas as igrejas da diocese.


Castro

      Em Castro, na manhã nublada desta quinta-feira, centenas de católicos se postaram na margem esquerda do rio Iapó, tomaram o alto da ponte para apreciar e reverenciar a chegada de uma réplica da imagem de Sant´Ana, que, acompanhada de mais de uma dezena de  barqueiros, fez a tradicional descida fluvial. O pároco da matriz de Sant`Ana, padre Martinho Hartmann, pediu aos devotos que jogassem papel picado durante a passagem da imagem sobre a ponte do rio Iapó. Houve ainda a queima de fogos de artifícios.   Após ser recebida com aplausos e cantos, a imagem chegou no ancoradouro da Prainha.

      Emocionados, fiéis seguiram em procissão até a igreja matriz, onde foi concelebrada uma missa solene por sacerdotes da paróquia São Judas Tadeu, de Carambeí e da matriz de Castro. Perto do meio-dia, a 95ª solenidade em honra a padroeira foi encerrada com um almoço, a base de churrasco e maionese.


Agradecimento: A AssCom da Diocese de Ponta Grossa agradece a gentileza e generosidade do membro da PASCOM da Paróquia São Judas Tadeu, de Castro, Renato Oliveira, pelo fundamental apoio para a realização desta importante pauta. Mais um exemplo de comprometimento e sinergia de que a comunicação, intrínseca ao ser humano é um dom de Deus, é responsabilidade de todos os agentes envolvidos no processo comunicacional da Igreja.
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| da | Padre conhece santuário de irmã Cleusa | Dia da Mãe Aparecida é festejado pelos devotos | Santuário de Brotas terá programação especial dia 12 |





Publicado em: 27/07/2018

Católicos celebram o dia de Senhora Sant’Ana

Santa é padroeira de Castro e Ponta Grossa

 

      Cerca de cinco mil pessoas participaram da procissão em louvor a Senhora Sant’Ana, na manhã desta quinta-feira (26), pelo centro de Ponta Grossa. O cortejo com a imagem da santa padroeira da cidade saiu da igreja do Rosário, às 10 horas, seguindo em direção à Catedral. O bispo dom Sergio Arthur Braschi, padres, religiosos e fiéis acompanharam a procissão, que se encerrou com uma celebração eucarística. “São Joaquim e Sant’Ana são exemplos para nós de quem vai envelhecendo e conservando a fé recebida na família; conservando a firmeza da confiança no Deus da aliança”, destacou o bispo em sua homilia.

      O bispo lembrou que Sant’Ana e São Joaquim viviam em uma localidade de Nazaré, em um rincão dentro do poderoso Império Romano, conservando a fé dos antepassados. “Joaquim e Ana eram protótipo de uma família de fé, aquele resto de Israel, do povo de Deus, que, continuamente lembrava da profecia do ungido, do messias, e rezava e suplicava para que os céus se abrissem e viesse o salvador. Mal sabiam eles que seria na sua família”, enfatizou dom Sergio, citando a emoção que os avós de Jesus devem ter sentido ao conhecê-lo. “Uma criança tão especial. O próprio filho unigênito que se fez carne. Portanto, cresçamos cada vez mais nesta fé, nesta união a Jesus, no encontro vivo com Ele, renovados na nossa história. À medida que os anos vão passando, não percamos esse maior tesouro que aconteceu, de termos encontrado Jesus, filho de Maria e neto de Senhora Sant’Ana”.         

      A festa de Senhora Sant’Ana teve ainda almoço festivo, que contou com 420 pessoas, além de bingo e sorteio de brindes. A paróquia Sant’Ana, em Ponta Grossa, comemora 200 anos em 2023. É um importante marco histórico da cidade e a igreja é considerada a mãe de todas as igrejas da diocese.


Castro

      Em Castro, na manhã nublada desta quinta-feira, centenas de católicos se postaram na margem esquerda do rio Iapó, tomaram o alto da ponte para apreciar e reverenciar a chegada de uma réplica da imagem de Sant´Ana, que, acompanhada de mais de uma dezena de  barqueiros, fez a tradicional descida fluvial. O pároco da matriz de Sant`Ana, padre Martinho Hartmann, pediu aos devotos que jogassem papel picado durante a passagem da imagem sobre a ponte do rio Iapó. Houve ainda a queima de fogos de artifícios.   Após ser recebida com aplausos e cantos, a imagem chegou no ancoradouro da Prainha.

      Emocionados, fiéis seguiram em procissão até a igreja matriz, onde foi concelebrada uma missa solene por sacerdotes da paróquia São Judas Tadeu, de Carambeí e da matriz de Castro. Perto do meio-dia, a 95ª solenidade em honra a padroeira foi encerrada com um almoço, a base de churrasco e maionese.


Agradecimento: A AssCom da Diocese de Ponta Grossa agradece a gentileza e generosidade do membro da PASCOM da Paróquia São Judas Tadeu, de Castro, Renato Oliveira, pelo fundamental apoio para a realização desta importante pauta. Mais um exemplo de comprometimento e sinergia de que a comunicação, intrínseca ao ser humano é um dom de Deus, é responsabilidade de todos os agentes envolvidos no processo comunicacional da Igreja.
Diocede Ponta Grossa
Em Ponta Grossa cerca de cinco mil pessoas participaram da procissão de Sant’Ana   |   Ass Com Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Em Ponta Grossa cerca de cinco mil pessoas participaram da procissão de Sant’Ana   |   Ass Com Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Em Ponta Grossa a procissão iniciou na Igreja do Rosário com destino a Igreja mãe, a Catedral de Senhora Sant’Ana   |   Ass Com Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Em Ponta Grossa a procissão iniciou na Igreja do Rosário com destino a Igreja mãe, a Catedral de Senhora Sant’Ana   |   Ass Com Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Catedral de Ponta Grossa ficou lotada de fiéis neste feriado da padroeira   |   Ass Com Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
Senhora Sant’Ana é a santa padroeira de Castro e Ponta Grossa   |   Ass Com Diocese de PG

Diocede Ponta Grossa
Senhora Sant’Ana é a santa padroeira de Castro e Ponta Grossa   |   Renato de Oliveira/Pascom Paróquia São Judas Tadeu/Castro

Diocede Ponta Grossa
Os fiéis se aglomeram às margens do rio Iapó para esperar a imagem de Sant’Ana passar. Chuva de papel picado e fogos de artifício a recebem   |   Renato de Oliveira/Pascom Paróquia São Judas Tadeu/Castro

Diocede Ponta Grossa
Dom Sergio participa do último dia do tríduo em Castro   |   Renato de Oliveira/Pascom Paróquia São Judas Tadeu/Castro

Diocede Ponta Grossa
Depois de atracar no ancoradouro da Prainha, procissão continua até a igreja matriz   |   Renato de Oliveira/Pascom Paróquia São Judas Tadeu/Castro


Navegue até a sua Paróquia



Cúria
Cúria
Imprensa
Clipping
Download