DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 20/08/2018

Ponta Grossa recebe líderes da Juventude Missionária

Encontro foi assessorado por secretário nacional da Propagação da Fé

 
As atividades se desenvolveram durante todo o dia de sábado e manhã de domingo As atividades se desenvolveram durante todo o dia de sábado e manhã de domingo | Crédito: Assessoria de Comunicação da Diocese de Ponta Grossa

     Cerca de 40 jovens das dioceses de Ponta Grossa, Curitiba, União da Vitória, Londrina, Cornélio Procópio, Campo Mourao e Toledo estiveram reunidos, na Paróquia Santa Teresinha, em Ponta Grossa, no Encontro para Líderes da Juventude Missionária do Regional Sul 2. As discussões são assessoradas pelo padre Badacer Ramos de Oliveira Neto, da diocese de Itabuna (BA), secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, e foram oficialmente abertas com uma missa, às 19 horas desta sexta-feira (17), celebrada pelo bispo de Ponta Grossa, dom Sergio Arthur Braschi, bispo referencial da Dimensão Missionária no Paraná.

     O Encontro aconteceu até domingo (19) e é acompanhado também pelo coordenador do Conselho Missionário Regional, Odaril José da Rosa. A hospedagem dos jovens está sendo feita em casas de famílias. Na programação, oração, animação e dinâmicas, debate de cinco temas relacionados a realidade, espiritualidade, compromisso e testemunho missionário. As atividades deste sábado seriam encerradas como uma ‘noite cultural’.

     Conforme sua definição enquanto Pontifícia Obra da Propagação da Fé, trata-se de um serviço de animação missionária que tem por finalidade fomentar e manter o espírito missionário e profético nos jovens, ajudando-os a viver a missão em âmbito local e universal. A espiritualidade dos grupos de JM está marcada por uma atitude samaritana em todos os ambientes, em especial, entre os que mais sofrem e são excluídos. Por isso, o jovem missionário é convidado a fundamentar sua identidade no amor de Deus que rompe as barreiras do preconceito e da indiferença.

     A Juventude Missionária está vinculada à Pontifícia Obra da Propagação da Fé, fundada pela leiga Paulina Jaricot, em 3 de maio de 1822, em Lion, França. A Obra foi declarada Pontifícia pelo papa Pio XI em 1922 e passou a integrar as Pontifícias Obras Missionárias. A JM surgiu como fruto da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência, que foi fundada em 1843 por dom Carlos de Forbin-Janson, em Paris na França. A idade proposta para os integrantes dos grupos é de 15 a 30 anos.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Diocese ganhará relíquias de São João Paulo II   |   ECC festeja seus 50 anos   |   Missa do Crisma reúne padres da diocese   |   Live atinge mais de 10 mil pessoas   |  





Publicado em: 20/08/2018

Ponta Grossa recebe líderes da Juventude Missionária

Encontro foi assessorado por secretário nacional da Propagação da Fé

 

     Cerca de 40 jovens das dioceses de Ponta Grossa, Curitiba, União da Vitória, Londrina, Cornélio Procópio, Campo Mourao e Toledo estiveram reunidos, na Paróquia Santa Teresinha, em Ponta Grossa, no Encontro para Líderes da Juventude Missionária do Regional Sul 2. As discussões são assessoradas pelo padre Badacer Ramos de Oliveira Neto, da diocese de Itabuna (BA), secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, e foram oficialmente abertas com uma missa, às 19 horas desta sexta-feira (17), celebrada pelo bispo de Ponta Grossa, dom Sergio Arthur Braschi, bispo referencial da Dimensão Missionária no Paraná.

     O Encontro aconteceu até domingo (19) e é acompanhado também pelo coordenador do Conselho Missionário Regional, Odaril José da Rosa. A hospedagem dos jovens está sendo feita em casas de famílias. Na programação, oração, animação e dinâmicas, debate de cinco temas relacionados a realidade, espiritualidade, compromisso e testemunho missionário. As atividades deste sábado seriam encerradas como uma ‘noite cultural’.

     Conforme sua definição enquanto Pontifícia Obra da Propagação da Fé, trata-se de um serviço de animação missionária que tem por finalidade fomentar e manter o espírito missionário e profético nos jovens, ajudando-os a viver a missão em âmbito local e universal. A espiritualidade dos grupos de JM está marcada por uma atitude samaritana em todos os ambientes, em especial, entre os que mais sofrem e são excluídos. Por isso, o jovem missionário é convidado a fundamentar sua identidade no amor de Deus que rompe as barreiras do preconceito e da indiferença.

     A Juventude Missionária está vinculada à Pontifícia Obra da Propagação da Fé, fundada pela leiga Paulina Jaricot, em 3 de maio de 1822, em Lion, França. A Obra foi declarada Pontifícia pelo papa Pio XI em 1922 e passou a integrar as Pontifícias Obras Missionárias. A JM surgiu como fruto da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência, que foi fundada em 1843 por dom Carlos de Forbin-Janson, em Paris na França. A idade proposta para os integrantes dos grupos é de 15 a 30 anos.


Diocede Ponta Grossa
As atividades se desenvolveram durante todo o dia de sábado e manhã de domingo   |   Assessoria de Comunicação da Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Padre Badacer Neto assessorou o encontro deste final de semana   |   Assessoria de Comunicação da Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia