DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA

       
SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros

Paróquia
Paróquia N. Sra. Imaculada Conceição

Dados Gerais
Fundação: 02/05/1976
Pároco:    Pe. Rodrigo Amancio
Vigário:    INFORMAR

Contato
Secretária:INFORMAR
Telefone: (42) 3231-1342
e-mail:     paroquia-cbei@bol.com.br
Site:         INFORMAR
Facebook: INFORMAR

Missas
Segunda:    ---------
Terça:         --------
Quarta:       19h
Quinta:       ---------
Sexta:         19h
Sábado:      ---------
Domingo:    10h | 19h

Confissões
Segunda:   Agendadas na Secretaria Paroquial
Terça:       Agendadas na Secretaria Paroquial
Quarta:     Agendadas na Secretaria Paroquial
Quinta:     Agendadas na Secretaria Paroquial
Sexta:       Agendadas na Secretaria Paroquial
Sábado:    Agendadas na Secretaria Paroquial
Domingo:  Agendadas na Secretaria Paroquial


HISTÓRICO

Em 1966, o Pe. José Krainski fundou uma capela em Carambeí. Mais tarde, quando foi iniciada a Vila Nova Holanda, Dom Geraldo Micheletto Pellanda, escolheu um terreno para a construção da capela definitiva, atendida pelos Padres Redentoristas – CSSR até fins de 1975. A população local, com a colaboração financeira da Cooperativa Batavo, construiu a nova Igreja, elevada à Matriz e Paróquia no dia 2 de Maio de 1976, tendo com primeiro pároco o Pe. Theodorus Köpp.


Comunidades/ Capelas que integram a Paróquia

- Matriz Imaculada Conceição (V. Nova Holanda)

- Comunidade N.Sra. de Guadalupe (V. Jd. Brasília)

- Comunidade S. Judas Tadeu (V. Boqueirão)

- Comunidade S. Francisco Xavier (V. Lageado)

- Comunidade S. Teresinha (V. Jd. Novo Horizonte)

- Comunidade Bom Pastor (V. AFCB)

- Comunidade S. Rita de Cássia (V. Eldorado)

- Comunidade N.Sra. Aparecida (V. Jd. Central)

- Comunidade N.Sra. de Fátima (Alto Carambeí)

- Comunidade S. João Batista (Faz. S. João)

- Comunidade S. Francisco de Assis (Faz. Pereira)

- Comunidade Mãe da Divina Graça (Campina do Carambeí)

- Comunidade N.Sra da Conceição (Catanduvas)

- Comunidade Sant’Ana (Campina do Jutuva)

- Comunidade N.Sra. do Rosário (Catinha)

- Comunidade N.Sra. do Perpétuo Socorro (Limpo Grande)

- Comunidade N.Sra. do Rocio (Faz. Ribeiros)


Obras Assistenciais da Paróquia

- Casa Pe. Theodoros Köpp – Albergue de Deus (educação de adolescentes em contra-turno escolar).

- Lar Santo Antonio (asilo).

- Chácara Rainha da Paz (recuperação de dependentes químicos).

     * Acolhe em seu território o Seminário Diocesano de Propedêutico Mãe da Divina Graça, tendo como reitor o Pe. Evandro Luis Braun(2009).


PASTORAIS E MOVIMENTOS

Catequese.

Ministros Extraordinários.

Coroinhas.

Liturgia.

Canto Pastoral.

Coral.

Vocacional.

Zeladoras de Capelinhas.

Dizimo.

Pastoral Econômica.

Pastoral da Comunicação.

Legião de Maria.

Apostolado da Oração.

Vicentinos.

Pastoral Familiar (MFC).

Conselhos de Pastoral.

Pastoral Social.

Pequenos Grupos.

Grupo de Jovens.

Movimento do Cursilho.

Pastoral do Batismo.

 

Presbíteros Originários da Paróquia

Pe. Estefano Hubert.

Pe. Pedro Canísio Feierabend (+).

Pe. Teófilo Feierabend (+).

Pe. Mathias J. A. Ham.

Pe. Valdeslei Sviercoski.

Pe. Osvaldo Pinheiro.

Diácono Permanente - Miguel Gelinski.

 

Párocos

1º - Pe. Theodoros Köpp

2º - Pe. Raul Kestring

3° - Pe. Gilson Rigoberto Rigvelski

4º - Pe. Theodoros Köpp

5º - Pe. José Lauro Gomes Gonçalves

6º - Pe. Celso Specht

7º - Pe. Sérgio Tychanowicz

8º - Pe. José Lauro Gomes Gonçalves

9º - Pe. Marcio Milek Marques – atual pároco/2007.

 

Outros Dados referentes ao Município de Carambeí

Desmembramento do município: 01 de janeiro de 1997, dos Municípios de Ponta Grossa e Castro.

Altitude: 1.150 metros

Área terrestre: 645.422 km2

Distância da capital: 135,28 km

População estimada (2005): 17.128 habitantes

População economicamente ativa (2000): 6.131

Eleitores (2006): 11.800

 

Párocos

1º. Pároco:  Pe. Marcio Milek Marques  - 2007 até 


PALAVRAS DO PAPA BENTO XVI

Praça de Espanha

Sexta-feira, 8 de Dezembro de 2006


    Ó Maria, Virgem Imaculada! Também este ano, nos encontramos com amor filial aos pés desta tua imagem para te renovar a homenagem da comunidade cristã e da cidade de Roma. Aqui detemo-nos em oração, seguindo a tradição inaugurada pelos Papas precedentes, no dia solene em que a liturgia celebra a tua Imaculada Conceição, mistério que é fonte de alegria e de esperança para todos os remidos. Saudamos-te e invocamos-te com as palavras do Anjo: "cheia de graça" (Lc 1, 28), o nome mais bonito, com o qual o próprio Deus te chamou desde a eternidade.

    "Cheia de graça" és tu, Maria, repleta do amor divino desde o primeiro momento da tua existência, providencialmente predestinada para ser a Mãe do Redentor, e intimamente associada a Ele no mistério da salvação. Na tua Imaculada Conceição resplandece a vocação dos discípulos de Cristo, chamados a tornar-se, com a sua graça, santos e imaculados no amor (cf. Ef 1, 14). Em ti brilha a dignidade de cada ser humano, que é sempre precioso aos olhos do Criador. Quem para ti dirige o olhar, ó Mãe Toda Santa, não perde a serenidade, por muito difíceis que sejam as provas da vida. Mesmo se é triste a experiência do pecado, que deturpa a dignidade dos filhos de Deus, quem a ti recorre redescobre a beleza da verdade e do amor, e reencontra o caminho que conduz à casa do Pai.

    "Cheia de graça" és tu, Maria, que aceitando com o teu "sim" os projectos do Criador, nos abristes o caminho da salvação. Na tua escola, ensina-nos a pronunciar também nós o nosso "sim" à vontade do Senhor. Um "sim" que se une ao teu "sim" sem reservas e sem sombras, do qual o Pai celeste quis precisar para gerar o Homem novo, Cristo, único Salvador do mundo e da história.

    Dá-nos a coragem de dizer "não" aos enganos do poder, do dinheiro, do prazer; aos lucros desonestos, à corrupção e à hipocrisia, ao egoísmo e à violência. "Não" ao Maligno, príncipe enganador deste mundo. "Sim" a Cristo, que destrói o poder do mal com a omnipotência do amor.

    Nós sabemos que só corações convertidos ao Amor, que é Deus, podem construir um futuro para todos.

    "Cheia de graça" és tu, Maria! O teu nome é para todas as gerações penhor de esperança certa. Sim! Porque, como escreve o sumo poeta Dante, para nós mortais, Tu "és fonte viva de esperança" (Par., XXXIII, 12). A esta fonte, à nascente do teu Coração imaculado, voltamos mais uma vez peregrinos confiantes para haurir fé e conforto, alegria e amor, segurança e paz 

Virgem "cheia de graça", mostra-te terna e solícita aos habitantes desta tua cidade, para que o autêntico espírito evangélico anime e oriente os seus comportamentos; mostra-te Mãe e vigilante guarda da Itália e da Europa, para que das antigas raízes cristãs os povos saibam tirar nova linfa para construir o seu presente e o seu futuro; mostra-te Mãe providente e misericordiosa do mundo inteiro, para que, no respeito da dignidade humana e no repúdio de qualquer forma de violência e de exploração, sejam lançadas as bases firmes para a civilização do amor. Mostra-te Mãe especialmente de quantos têm mais necessidade: os indefesos, os marginalizados e os excluídos, as vítimas de uma sociedade que com muita frequência sacrifica o homem a outras finalidades e interesses.

     Mostra-te Mãe de todos, ó Maria, e dá-nos Cristo, a esperança do mundo! "Monstra Te esse Matrem", ó Virgem Imaculada, cheia de Graça! Amém!




Navegue até a sua Paróquia



Cúria
Cúria
Imprensa
Clipping
Download