DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 24/08/2021

Senhora do Monte Claro será festejada na quinta

Santa de devoção dos poloneses tem paróquia em PG

 
Na festa de seus 16 anos, a paróquia tem a vendo bolo da padroeira e, domingo, almoço e sorteio de prêmios Na festa de seus 16 anos, a paróquia tem a vendo bolo da padroeira e, domingo, almoço e sorteio de prêmios | Crédito: Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro

 A festa em honra a Nossa Senhora de Czestochowa, ou, Nossa Senhora do Monte Claro, é tradicionalmente celebrada em 26 de agosto. Na Diocese de Ponta Grossa, existe uma paróquia – no Núcleo Santa Maria – e uma capela – na Colônia Moema – dedicadas à ’Virgem Negra da Polônia’. Na Reitoria do Sagrado Coração de Jesus, um altar lateral ostenta um ícone trazido pelos poloneses e que há anos é local de oração na ‘Igreja dos Polacos’. Também a Paróquia São Miguel, em Irati, guarda um quadro com a imagem da santa, que foi presente do Papa João Paulo II, em sua segunda visita ao Brasil. 

     Em função da pandemia, os festejos têm se resumido a celebrações. Na Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro, que celebra igualmente em 2021 seus 16 anos como paróquia, o tríduo preparatório acontece a partir desta terça-feira (23), às 19 horas, e se estende amanhã e quarta-feira. No dia 26, a Solene Festa Litúrgica ocorre, também às 19 horas, com missa rezada pelo pároco padre Gilberto de Andrade Torquato e concelebrada pelo padre Sérgio Rocha, da Sociedade Servos da Eucaristia, com a participação dos diáconos Alcedir Monteiro Godoy e Antônio Israel. Os seminaristas Servos da Eucaristia cantarão na celebração e conduzirão, ao lado do padre Sérgio, um momento com o Santíssimo Sacramento, após a comunhão. 

Para participar das celebrações, o ideal é agendar pelo WhatsApp 3229-5315. Devido a pandemia estão sendo mantidos todos os cuidados exigidos pelas autoridades sanitárias, com a ocupação limitada da igreja, distanciamento, uso de álcool em gel e máscara. De acordo com padre Gilberto, a intenção é honrar toda a parte litúrgica, toda a espiritualidade dessa importante devoção. “Nossa Senhora do Monte Claro é a única paróquia que existe na Diocese. É a paróquia genuína. Temos um ícone belíssimo feito pelo Paulo Biscaia e seus assessores, que ficou lindíssimo e foi abençoado pelo próprio Papa João Paulo II. Infelizmente, muitos descendentes de poloneses não sabem que, aqui no Santa Maria, existe uma paróquia de Nossa Senhora do Monte Claro”, ressaltou padre Gilberto, contando que, na sacristia existe a foto do padre verbita Wiltold Dzimitrowicz, pároco na época, que foi a Roma receber das mãos do Papa o ícone. 

 

História

     No final do ano de 1981, foi entregue o Núcleo Habitacional Santa Maria e algumas famílias foram morar de imediato na região. Em 1982, iniciaram-se os trabalhos para construir ali uma igreja. Durante este ano, não se tinha missa na comunidade. Os fiéis iam a pé até a Matriz da Paróquia Espírito Santo. Padre Wiltold dirigia os trabalhos de formação da nova comunidade, visitando as famílias para benzer as casas e pedir contribuição para a construção. Foram se formando os grupos de serviço: Conselho Pastoral, Catequese, Legião de Maria e Movimento de Capelinhas. Como os primeiros cristãos, eram feitas as reuniões nas casas. 

     A Catequese iniciou dia 27 de março de 1982. As matrículas eram feitas de porta em porta e os grupos se reuniam em um barracão existente na entrada do núcleo, feito pela Cohapar para guardar materiais, que também serviu de escola, posto de saúde e sala de reuniões, e, hoje é a Creche Nossa Senhora Aparecida. Em julho de 1982, foi realizada uma missa campal celebrada por Dom Getúlio Guimarães, bispo auxiliar, para a benção do terreno onde está atualmente a Matriz Nossa Senhora do Monte Claro. A partir de abril de 1983, a igreja passou a contar com missas dominicais e missas em todo o dia 26 de cada mês.  

     Os Missionários do Verbo Divino contribuíram muito com a comunidade, tanto no sentido material como no sentido espiritual, trazendo bancos, hóstias, som e materiais litúrgicos. Passaram pela paróquia os padres Edvino Sicuro, Carlito Colet, Miecieslaw Dziuba, Valdir Piatti, Vinzens Wrosz, Laurindo Szeuczuk, Atílio Zamin e Francisco Salache. A paróquia teve ainda a presença das Irmãs Servas do Espírito Santo e Franciscanas de Inglustad. 

     Transcorridos os anos, a Paróquia Espírito Santo cresceu muito também populacionalmente, o que trouxe a necessidade de se pensar em repartir o seu território. Em fevereiro de 2005, o bispo Dom Sergio Arthur Braschi, na presença do pároco da Paróquia Espírito Santo, padre Maurinus Domingus e demais sacerdotes, criou a Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro. O novo território conta com a comunidade Santa Tereza, Nossa Senhora Aparecida - no bairro Ouro Verde - São Sebastião - em Roxo Roiz - Nossa Senhora de Fátima - Vila Rural de Guaragi - e Nossa Senhora da Luz – no distrito de Guaragi. O primeiro pároco foi o padre Marcelo Rodrigues do Carmo.



  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Doações a seminários já são entregues   |   Bispo celebra os 60 anos do Marista   |   A padroeira que caminha com a Diocese   |   Paróquia celebra centenário da Legião de Maria   |  





Publicado em: 24/08/2021

Senhora do Monte Claro será festejada na quinta

Santa de devoção dos poloneses tem paróquia em PG

 

 A festa em honra a Nossa Senhora de Czestochowa, ou, Nossa Senhora do Monte Claro, é tradicionalmente celebrada em 26 de agosto. Na Diocese de Ponta Grossa, existe uma paróquia – no Núcleo Santa Maria – e uma capela – na Colônia Moema – dedicadas à ’Virgem Negra da Polônia’. Na Reitoria do Sagrado Coração de Jesus, um altar lateral ostenta um ícone trazido pelos poloneses e que há anos é local de oração na ‘Igreja dos Polacos’. Também a Paróquia São Miguel, em Irati, guarda um quadro com a imagem da santa, que foi presente do Papa João Paulo II, em sua segunda visita ao Brasil. 

     Em função da pandemia, os festejos têm se resumido a celebrações. Na Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro, que celebra igualmente em 2021 seus 16 anos como paróquia, o tríduo preparatório acontece a partir desta terça-feira (23), às 19 horas, e se estende amanhã e quarta-feira. No dia 26, a Solene Festa Litúrgica ocorre, também às 19 horas, com missa rezada pelo pároco padre Gilberto de Andrade Torquato e concelebrada pelo padre Sérgio Rocha, da Sociedade Servos da Eucaristia, com a participação dos diáconos Alcedir Monteiro Godoy e Antônio Israel. Os seminaristas Servos da Eucaristia cantarão na celebração e conduzirão, ao lado do padre Sérgio, um momento com o Santíssimo Sacramento, após a comunhão. 

Para participar das celebrações, o ideal é agendar pelo WhatsApp 3229-5315. Devido a pandemia estão sendo mantidos todos os cuidados exigidos pelas autoridades sanitárias, com a ocupação limitada da igreja, distanciamento, uso de álcool em gel e máscara. De acordo com padre Gilberto, a intenção é honrar toda a parte litúrgica, toda a espiritualidade dessa importante devoção. “Nossa Senhora do Monte Claro é a única paróquia que existe na Diocese. É a paróquia genuína. Temos um ícone belíssimo feito pelo Paulo Biscaia e seus assessores, que ficou lindíssimo e foi abençoado pelo próprio Papa João Paulo II. Infelizmente, muitos descendentes de poloneses não sabem que, aqui no Santa Maria, existe uma paróquia de Nossa Senhora do Monte Claro”, ressaltou padre Gilberto, contando que, na sacristia existe a foto do padre verbita Wiltold Dzimitrowicz, pároco na época, que foi a Roma receber das mãos do Papa o ícone. 

 

História

     No final do ano de 1981, foi entregue o Núcleo Habitacional Santa Maria e algumas famílias foram morar de imediato na região. Em 1982, iniciaram-se os trabalhos para construir ali uma igreja. Durante este ano, não se tinha missa na comunidade. Os fiéis iam a pé até a Matriz da Paróquia Espírito Santo. Padre Wiltold dirigia os trabalhos de formação da nova comunidade, visitando as famílias para benzer as casas e pedir contribuição para a construção. Foram se formando os grupos de serviço: Conselho Pastoral, Catequese, Legião de Maria e Movimento de Capelinhas. Como os primeiros cristãos, eram feitas as reuniões nas casas. 

     A Catequese iniciou dia 27 de março de 1982. As matrículas eram feitas de porta em porta e os grupos se reuniam em um barracão existente na entrada do núcleo, feito pela Cohapar para guardar materiais, que também serviu de escola, posto de saúde e sala de reuniões, e, hoje é a Creche Nossa Senhora Aparecida. Em julho de 1982, foi realizada uma missa campal celebrada por Dom Getúlio Guimarães, bispo auxiliar, para a benção do terreno onde está atualmente a Matriz Nossa Senhora do Monte Claro. A partir de abril de 1983, a igreja passou a contar com missas dominicais e missas em todo o dia 26 de cada mês.  

     Os Missionários do Verbo Divino contribuíram muito com a comunidade, tanto no sentido material como no sentido espiritual, trazendo bancos, hóstias, som e materiais litúrgicos. Passaram pela paróquia os padres Edvino Sicuro, Carlito Colet, Miecieslaw Dziuba, Valdir Piatti, Vinzens Wrosz, Laurindo Szeuczuk, Atílio Zamin e Francisco Salache. A paróquia teve ainda a presença das Irmãs Servas do Espírito Santo e Franciscanas de Inglustad. 

     Transcorridos os anos, a Paróquia Espírito Santo cresceu muito também populacionalmente, o que trouxe a necessidade de se pensar em repartir o seu território. Em fevereiro de 2005, o bispo Dom Sergio Arthur Braschi, na presença do pároco da Paróquia Espírito Santo, padre Maurinus Domingus e demais sacerdotes, criou a Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro. O novo território conta com a comunidade Santa Tereza, Nossa Senhora Aparecida - no bairro Ouro Verde - São Sebastião - em Roxo Roiz - Nossa Senhora de Fátima - Vila Rural de Guaragi - e Nossa Senhora da Luz – no distrito de Guaragi. O primeiro pároco foi o padre Marcelo Rodrigues do Carmo.



Diocede Ponta Grossa
Na festa de seus 16 anos, a paróquia tem a vendo bolo da padroeira e, domingo, almoço e sorteio de prêmios   |   Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro

Diocede Ponta Grossa
Padre Wiltold recebendo o ícone das mãos de São João Paulo II   |   Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro

Diocede Ponta Grossa
Em 2019, a igreja matriz terminou sua reforma. Ícone da santa está no altar   |   Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro


Navegue até a sua Paróquia