DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 07/10/2021

Tríduo festeja 40 anos de capela em Irati

100 anos da presença dos capuchinhos são lembrados

 
Devotos no dia em que São João Paulo II foi proclamado santo  Devotos no dia em que São João Paulo II foi proclamado santo | Crédito: Acervo Vanderley Kawa

     A comunidade São Francisco de Assis, no Bairro São Francisco, em Irati, celebra essa semana quatro datas muito importantes. Um tríduo iniciado na segunda-feira (4) e que se estende até dia sábado está rendendo graças pelos 100 anos da presença dos freis capuchinhos na cidade, os 40 anos da fundação da capela, pelos 37 anos da Ordem de São Francisco e ainda pelos 25 anos da encenação do teatro da Paixão de Cristo pelo Grupo São Francisco. As missas acontecem hoje (7) e prosseguem nesta sexta-feira e sábado, sempre às 19 horas.


     No domingo (10), a celebração em ação de graças vai começar às 9h35 e terá a presença dos padres Jorge Casimirski e Alexandre Spena, pároco e vigário da Paróquia Nossa Senhora da Luz; do frei Pedro Cesário Palma, Provincial dos Freis Capuchinhos, e freis Antoninho Ferreira e Daniel Heinss, assistentes da Ordem Franciscana de Irati. Dia 10h30, haverá bênção de animais e aves, por freis e sacerdotes. Também será dada uma benção especial de um memorial erguido para lembrar os 40 anos da capela, 90 anos da paróquia, os 25 anos do teatro da Paixão e os 100 anos da presença dos capuchinhos em Irati. A Capela São Francisco de Assis foi construída em1981, no território da Paróquia Nossa Senhora da Luz. 


     Os freis capuchinhos estão na comunidade desde 1921, quando vieram para atender a primeira capela de Nossa Senhora da Luz, instalada na Praça da Bandeira. Até hoje, continuam prestando assistência espiritual aos moradores. “Dia 4 foi celebrado o santo da paz, do bem e da ecologia. São Francisco de Assis foi um homem católico, totalmente apostólico, apaixonado por Jesus. Um homem que buscou nos evangelhos a inspiração para a sua vida, maravilhosa e original. Se passaram mais de 800 anos e a sua mensagem continua viva no meio de nós. São Francisco foi proclamado pela Humanidade o ‘homem do milênio’”, enaltece o coordenador do Conselho Pastoral da Comunidade São Francisco de Assis e integrante da Ordem Franciscana Secular de Irati, Vanderlei Kawa.


     Ainda de acordo com Kawa, a capela foi idealizada pelo frei Jaime Manfrin, pároco da Nossa Senhora da Luz nos anos 80. A pedra fundamental foi colocada embaixo do altar em outubro de 1981. As obras foram iniciadas em 15 de janeiro de 1982 e a inauguração se deu em 4 de outubro de 1982, na festa dos 800 anos de São Francisco. “Festejamos, lembrando os 100 anos da presença dos freis capuchinhos no município. Eles que vinham, em 1921, da Arquidiocese de Curitiba até Imbituva e, de lá, até a Capela Nossa Senhora da Luz. Também festejamos com júbilo os 37 anos da Ordem fundada pelo frei Jaime e destacamos a presença dos nossos jovens, da fraternidade Juventude Franciscana Irmão Lobo e dos adolescentes. Celebramos também os 25 anos de início de evangelização do Grupo de Teatro São Francisco”, acrescenta. 


     Para o frei Davi Barbosa, que já serviu na comunidade, recordar os 100 anos é lembrar de todos quantos passaram pela paróquia e doaram suas vidas, sua energia. “Quantas recordações de tudo o que aconteceu no período em que trabalharam ali. Deus seja louvado por todo esse tempo de trabalho! Pessoalmente tenho gratíssimas recordações do trabalho, no final da década de 1960, quando eu era um jovem sacerdote e minha alegria era celebrar, visitar as famílias, levando conforto, levando consolo para os doentes. Minha alegria era estar no meio do povo querido. Que Deus continue abençoando, pelas mãos de nossa Senhora da Luz, os padres que lá trabalham e ao povo. 


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Paróquia festeja centenário com dedicação da igreja   |   Liga Católica retoma atividades   |   Feira de roupas vai ajudar a Caritas   |   As muitas histórias dentro de 100 anos   |  





Publicado em: 07/10/2021

Tríduo festeja 40 anos de capela em Irati

100 anos da presença dos capuchinhos são lembrados

 

     A comunidade São Francisco de Assis, no Bairro São Francisco, em Irati, celebra essa semana quatro datas muito importantes. Um tríduo iniciado na segunda-feira (4) e que se estende até dia sábado está rendendo graças pelos 100 anos da presença dos freis capuchinhos na cidade, os 40 anos da fundação da capela, pelos 37 anos da Ordem de São Francisco e ainda pelos 25 anos da encenação do teatro da Paixão de Cristo pelo Grupo São Francisco. As missas acontecem hoje (7) e prosseguem nesta sexta-feira e sábado, sempre às 19 horas.


     No domingo (10), a celebração em ação de graças vai começar às 9h35 e terá a presença dos padres Jorge Casimirski e Alexandre Spena, pároco e vigário da Paróquia Nossa Senhora da Luz; do frei Pedro Cesário Palma, Provincial dos Freis Capuchinhos, e freis Antoninho Ferreira e Daniel Heinss, assistentes da Ordem Franciscana de Irati. Dia 10h30, haverá bênção de animais e aves, por freis e sacerdotes. Também será dada uma benção especial de um memorial erguido para lembrar os 40 anos da capela, 90 anos da paróquia, os 25 anos do teatro da Paixão e os 100 anos da presença dos capuchinhos em Irati. A Capela São Francisco de Assis foi construída em1981, no território da Paróquia Nossa Senhora da Luz. 


     Os freis capuchinhos estão na comunidade desde 1921, quando vieram para atender a primeira capela de Nossa Senhora da Luz, instalada na Praça da Bandeira. Até hoje, continuam prestando assistência espiritual aos moradores. “Dia 4 foi celebrado o santo da paz, do bem e da ecologia. São Francisco de Assis foi um homem católico, totalmente apostólico, apaixonado por Jesus. Um homem que buscou nos evangelhos a inspiração para a sua vida, maravilhosa e original. Se passaram mais de 800 anos e a sua mensagem continua viva no meio de nós. São Francisco foi proclamado pela Humanidade o ‘homem do milênio’”, enaltece o coordenador do Conselho Pastoral da Comunidade São Francisco de Assis e integrante da Ordem Franciscana Secular de Irati, Vanderlei Kawa.


     Ainda de acordo com Kawa, a capela foi idealizada pelo frei Jaime Manfrin, pároco da Nossa Senhora da Luz nos anos 80. A pedra fundamental foi colocada embaixo do altar em outubro de 1981. As obras foram iniciadas em 15 de janeiro de 1982 e a inauguração se deu em 4 de outubro de 1982, na festa dos 800 anos de São Francisco. “Festejamos, lembrando os 100 anos da presença dos freis capuchinhos no município. Eles que vinham, em 1921, da Arquidiocese de Curitiba até Imbituva e, de lá, até a Capela Nossa Senhora da Luz. Também festejamos com júbilo os 37 anos da Ordem fundada pelo frei Jaime e destacamos a presença dos nossos jovens, da fraternidade Juventude Franciscana Irmão Lobo e dos adolescentes. Celebramos também os 25 anos de início de evangelização do Grupo de Teatro São Francisco”, acrescenta. 


     Para o frei Davi Barbosa, que já serviu na comunidade, recordar os 100 anos é lembrar de todos quantos passaram pela paróquia e doaram suas vidas, sua energia. “Quantas recordações de tudo o que aconteceu no período em que trabalharam ali. Deus seja louvado por todo esse tempo de trabalho! Pessoalmente tenho gratíssimas recordações do trabalho, no final da década de 1960, quando eu era um jovem sacerdote e minha alegria era celebrar, visitar as famílias, levando conforto, levando consolo para os doentes. Minha alegria era estar no meio do povo querido. Que Deus continue abençoando, pelas mãos de nossa Senhora da Luz, os padres que lá trabalham e ao povo. 


 


Diocede Ponta Grossa
Devotos no dia em que São João Paulo II foi proclamado santo   |   Acervo Vanderley Kawa

Diocede Ponta Grossa
Capela ganhou de presente o sino doado pelo Papa ao frei Jaime   |   Acervo Vanderley Kawa

Diocede Ponta Grossa
A bênção de animais sempre acontece na capela   |   Acervo Vanderley Kawa

Diocede Ponta Grossa
Padre Jorge estará celebrando novamente na comunidade no domingo   |   Vanderley Kawa


Navegue até a sua Paróquia