DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 20/10/2021

Paróquia festeja centenário com dedicação da igreja

Dom Sergio e padres, inclusive do rito ucraniano, celebraram

 
Dom Sergio fez a dedicação da igreja matriz Dom Sergio fez a dedicação da igreja matriz | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

     E o momento mais solene da comemoração dos 100 anos de fundação da Paróquia Cristo Rei, de Ivaí, foi uma emoção só. Igreja Matriz lotada, pavilhão repleto de paroquianos acompanhando por um telão - tudo dentro dos critérios de segurança sanitária – e cerca de mil pessoas participando pelas redes sociais. Uma celebração presidida pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi deu graças a Deus pelo centenário da comunidade e selou também a dedicação da Matriz, com a bênção, unção e incensação das paredes, das 12 cruzes colocadas nas colunas do templo, do ambão e do altar. Ao final, a nova imagem de Cristo Rei do presbitério recebeu também uma bênção especial.


     A missa foi concelebrada pelos padres Joel Nalepa, coordenador da Ação Evangelizadora, que representou todo o clero diocesano; Alvaro Martins Nortok, assessor da Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral, que auxiliou na preparação do cerimonial, e, padre Luiz Slobidzian, da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, do rito ucraniano-católico, muito praticado no município, formado, em sua maioria, por descendente de poloneses e ucraínos. O padre anfitrião, pároco José Bacheladenski, recepcionou e agradeceu a todas as autoridades civis e eclesiásticas presentes, em especial, o prefeito de Ivaí, Idir Treviso, e seu vice, Orli de Cristo. A Paróquia Cristo Rei é uma das 12 primeiras formadas na Diocese de Ponta Grossa, em 18 de outubro de 1921, antes ainda da criação da Diocese.


     Inicialmente, Dom Sergio fez a bênção da água com que foram abençoados o ambão e as paredes da igreja. O bispo explicou o significado das celebrações de dedicação. “O altar representa Cristo, por isso se faz reverência. É o alicerce. Depois de ungido, iluminado e ornado com flores será beijado pelos sacerdotes e diáconos presentes. As colunas da igreja e as 12 cruzes também serão ungidas e iluminadas e igualmente incensadas, como as pessoas que aqui estão porque os fiéis são a Igreja-Viva. Será, agora, um templo dedicado a Cristo Rei”


     “Uma emoção muito grande. É uma alegria ver o povo vibrando com Cristo, nosso Rei, e assim, através da dedicação da Igreja Mariz, tudo se torna mais belo, mais completo nessa alegria”, comentou o bispo, depois da cerimônia. Padre José Bacheladenski, o padre Zezinho, lembrava que as festividades vêm sendo pensadas há dez anos. \"É uma recompensa. Nós tivemos toda uma preparação que se iniciou a dez anos atrás. A igreja sempre cheia, nas novenas, ainda com a pandemia, mas com todos os cuidados. Hoje, foi uma alegria ver tanta gente que veio e todos os que acompanharam de casa. É fruto do trabalho de toda a Igreja, daqueles padres que trabalharam aqui, alimentando a fé; as pessoas foram se dedicando e trabalhando. Hoje, estamos colhendo esses frutos. Tínhamos que fazer alguma coisa para deixar como bom exemplo, como testemunho para os que virão depois de nós”, enaltecia o pároco.


     “Que Deus recompense todas as pessoas que nos ajudaram, que Cristo Rei nos abençoe e abençoe os que trabalharam e que irão trabalhar”, rogou padre Zezinho, contando que a programação religiosa transcorreu até essa segunda-feira, dia da dedicação da Igreja, mas que as homenagens continuam até o dia do padroeiro, dia 21 de novembro. Será celebrada missa, na Praça Miguel Calmon, às 9 horas, pelo padre Miguel Starum, da Pastoral Rodoviária, que vem de Curitiba. Em seguida, será abençoada a imagem de Cristo Rei que será instalada na praça, haverá procissão, benção dos carros e almoço no sistema drive thru. O cardápio é churrasco, arroz e maionese. O valor dos cartões ainda não foi definido. À tarde, a partir das 14 horas, será realizado o sorteio online do Show de Prêmios no pavilhão. 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| RCC elege coordenadores setoriais   |   Nota Oficial   |   Imagem de Cristo Rei de praça recebe bênção   |   O vigário geral da Diocese   |  





Publicado em: 20/10/2021

Paróquia festeja centenário com dedicação da igreja

Dom Sergio e padres, inclusive do rito ucraniano, celebraram

 

     E o momento mais solene da comemoração dos 100 anos de fundação da Paróquia Cristo Rei, de Ivaí, foi uma emoção só. Igreja Matriz lotada, pavilhão repleto de paroquianos acompanhando por um telão - tudo dentro dos critérios de segurança sanitária – e cerca de mil pessoas participando pelas redes sociais. Uma celebração presidida pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi deu graças a Deus pelo centenário da comunidade e selou também a dedicação da Matriz, com a bênção, unção e incensação das paredes, das 12 cruzes colocadas nas colunas do templo, do ambão e do altar. Ao final, a nova imagem de Cristo Rei do presbitério recebeu também uma bênção especial.


     A missa foi concelebrada pelos padres Joel Nalepa, coordenador da Ação Evangelizadora, que representou todo o clero diocesano; Alvaro Martins Nortok, assessor da Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral, que auxiliou na preparação do cerimonial, e, padre Luiz Slobidzian, da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, do rito ucraniano-católico, muito praticado no município, formado, em sua maioria, por descendente de poloneses e ucraínos. O padre anfitrião, pároco José Bacheladenski, recepcionou e agradeceu a todas as autoridades civis e eclesiásticas presentes, em especial, o prefeito de Ivaí, Idir Treviso, e seu vice, Orli de Cristo. A Paróquia Cristo Rei é uma das 12 primeiras formadas na Diocese de Ponta Grossa, em 18 de outubro de 1921, antes ainda da criação da Diocese.


     Inicialmente, Dom Sergio fez a bênção da água com que foram abençoados o ambão e as paredes da igreja. O bispo explicou o significado das celebrações de dedicação. “O altar representa Cristo, por isso se faz reverência. É o alicerce. Depois de ungido, iluminado e ornado com flores será beijado pelos sacerdotes e diáconos presentes. As colunas da igreja e as 12 cruzes também serão ungidas e iluminadas e igualmente incensadas, como as pessoas que aqui estão porque os fiéis são a Igreja-Viva. Será, agora, um templo dedicado a Cristo Rei”


     “Uma emoção muito grande. É uma alegria ver o povo vibrando com Cristo, nosso Rei, e assim, através da dedicação da Igreja Mariz, tudo se torna mais belo, mais completo nessa alegria”, comentou o bispo, depois da cerimônia. Padre José Bacheladenski, o padre Zezinho, lembrava que as festividades vêm sendo pensadas há dez anos. \"É uma recompensa. Nós tivemos toda uma preparação que se iniciou a dez anos atrás. A igreja sempre cheia, nas novenas, ainda com a pandemia, mas com todos os cuidados. Hoje, foi uma alegria ver tanta gente que veio e todos os que acompanharam de casa. É fruto do trabalho de toda a Igreja, daqueles padres que trabalharam aqui, alimentando a fé; as pessoas foram se dedicando e trabalhando. Hoje, estamos colhendo esses frutos. Tínhamos que fazer alguma coisa para deixar como bom exemplo, como testemunho para os que virão depois de nós”, enaltecia o pároco.


     “Que Deus recompense todas as pessoas que nos ajudaram, que Cristo Rei nos abençoe e abençoe os que trabalharam e que irão trabalhar”, rogou padre Zezinho, contando que a programação religiosa transcorreu até essa segunda-feira, dia da dedicação da Igreja, mas que as homenagens continuam até o dia do padroeiro, dia 21 de novembro. Será celebrada missa, na Praça Miguel Calmon, às 9 horas, pelo padre Miguel Starum, da Pastoral Rodoviária, que vem de Curitiba. Em seguida, será abençoada a imagem de Cristo Rei que será instalada na praça, haverá procissão, benção dos carros e almoço no sistema drive thru. O cardápio é churrasco, arroz e maionese. O valor dos cartões ainda não foi definido. À tarde, a partir das 14 horas, será realizado o sorteio online do Show de Prêmios no pavilhão. 


Diocede Ponta Grossa
Dom Sergio fez a dedicação da igreja matriz   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A dedicação foi uma bela celebração que emocionou a todos   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Dom Sergio presidiu a celebração do centenário da matriz Cristo Rei, em Ivaí   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Ainda seguindo os protocolos sanitários, antes da comunhão os fiéis higienizavam as mãos com álcool em gel   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
  |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia