DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 28/02/2022

Comunidade consultada sobre o Sínodo

Paróquia São José entra na segunda fase do processo

 
Padre Jorginho Chuchene incentivando as pessoas a levar para casa e responder o questionário Padre Jorginho Chuchene incentivando as pessoas a levar para casa e responder o questionário | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

     Iniciou já neste domingo (27) e prossegue durante todas as celebrações desta semana a distribuição de questionário com perguntas sobre como a Igreja Católica está caminhando, em seus aspectos comunhão, participação e missão. A consulta está sendo feita junto aos frequentadores da Paróquia São José/Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Ponta Grossa, e representa a segunda etapa da reflexão proposta pelo Sínodo 2021-2023. Na fase inicial, foram ouvidos os integrantes das 20 pastorais e movimentos da paróquia.


     O ponto de partida para a consulta junto à comunidade é a veiculação de um vídeo, de pouco mais de dois minutos e meio, produzido pela Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB), onde é explicado o processo sinodal, desde o seu significado até suas respectivas fases. “Normalmente, o Sínodo dos Bispos costuma ser um evento convocado pelo Papa para se discutir e apresentar orientações que indiquem quais rumos a Igreja deve seguir em determinado assunto. O Sínodo 2021-2023 não pretende ser um evento ou produzir um documento. Ele pretende ser uma oportunidade, um processo para que todos nós aprendamos juntos que ser Igreja é caminhar juntos, é viver em sinodalidade. E o convite é para você”!, esclarece o vídeo que foi divulgado em todos os horários de missas e novenas, na última quarta-feira.


     De acordo com a coordenadora do Conselho Pastoral Paroquial, Juliane Pacheco Kossemba, o vídeo foi passado também nas reuniões sobre o Sínodo com os representantes de pastorais e movimentos. “As pastorais foram divididas segundo os quatro pilares: Palavra, Pão, Caridade e Missão. Cada uma das 20 pastorais teve um dia específico para ir à paróquia, ver o vídeo, acompanhar uma explicação sobre o processo sinodal e responder o questionário sobre como era sua vida na pastoral. A consulta foi reformulada a partir das dez questões enviadas pela CNBB. Todas (as pastorais) responderam e, a partir dessas respostas, será feito um levantamento das opiniões para mandar para a Cúria”, detalhou.


     Nesta segunda etapa, será coletada a impressão dos frequentadores do santuário/paróquia. São outras questões. Duas somente. “A resposta servirá para traçar um perfil da opinião das pessoas da comunidade com relação aos rumos da Igreja e o que esperam da Igreja nos próximos anos”, afirma Juliane, citando que no questionário é preciso dizer de que paróquia a pessoa é. “Teremos a visão do ‘noveneiro’ e dos paroquianos. Tudo será compilado e levado à Cúria”, frisa. Padre Casemiro Oliszeski, pároco da Paróquia São José e reitor do Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, destaca o caminho que está sendo feito “Penso eu que toda a comunidade poderá participar. Sempre deixando livre para quem quiser dar a sua colaboração e assim podermos caminhar juntos, entender que esse caminhar é um caminhar de Igreja, que está unida ao Papa Francisco, unida aos bispos e uma Igreja que vai realizar um projeto que não é nosso, mas de Jesus Cristo”, enfatiza o pároco.


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Jovem da Diocese de Ponta Grossa vai representar o Paraná em missão nacional   |   hightech   |   tesdtetetetete   |   Tibagi tem relíquias de nova santa católica   |  





Publicado em: 28/02/2022

Comunidade consultada sobre o Sínodo

Paróquia São José entra na segunda fase do processo

 

     Iniciou já neste domingo (27) e prossegue durante todas as celebrações desta semana a distribuição de questionário com perguntas sobre como a Igreja Católica está caminhando, em seus aspectos comunhão, participação e missão. A consulta está sendo feita junto aos frequentadores da Paróquia São José/Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Ponta Grossa, e representa a segunda etapa da reflexão proposta pelo Sínodo 2021-2023. Na fase inicial, foram ouvidos os integrantes das 20 pastorais e movimentos da paróquia.


     O ponto de partida para a consulta junto à comunidade é a veiculação de um vídeo, de pouco mais de dois minutos e meio, produzido pela Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB), onde é explicado o processo sinodal, desde o seu significado até suas respectivas fases. “Normalmente, o Sínodo dos Bispos costuma ser um evento convocado pelo Papa para se discutir e apresentar orientações que indiquem quais rumos a Igreja deve seguir em determinado assunto. O Sínodo 2021-2023 não pretende ser um evento ou produzir um documento. Ele pretende ser uma oportunidade, um processo para que todos nós aprendamos juntos que ser Igreja é caminhar juntos, é viver em sinodalidade. E o convite é para você”!, esclarece o vídeo que foi divulgado em todos os horários de missas e novenas, na última quarta-feira.


     De acordo com a coordenadora do Conselho Pastoral Paroquial, Juliane Pacheco Kossemba, o vídeo foi passado também nas reuniões sobre o Sínodo com os representantes de pastorais e movimentos. “As pastorais foram divididas segundo os quatro pilares: Palavra, Pão, Caridade e Missão. Cada uma das 20 pastorais teve um dia específico para ir à paróquia, ver o vídeo, acompanhar uma explicação sobre o processo sinodal e responder o questionário sobre como era sua vida na pastoral. A consulta foi reformulada a partir das dez questões enviadas pela CNBB. Todas (as pastorais) responderam e, a partir dessas respostas, será feito um levantamento das opiniões para mandar para a Cúria”, detalhou.


     Nesta segunda etapa, será coletada a impressão dos frequentadores do santuário/paróquia. São outras questões. Duas somente. “A resposta servirá para traçar um perfil da opinião das pessoas da comunidade com relação aos rumos da Igreja e o que esperam da Igreja nos próximos anos”, afirma Juliane, citando que no questionário é preciso dizer de que paróquia a pessoa é. “Teremos a visão do ‘noveneiro’ e dos paroquianos. Tudo será compilado e levado à Cúria”, frisa. Padre Casemiro Oliszeski, pároco da Paróquia São José e reitor do Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, destaca o caminho que está sendo feito “Penso eu que toda a comunidade poderá participar. Sempre deixando livre para quem quiser dar a sua colaboração e assim podermos caminhar juntos, entender que esse caminhar é um caminhar de Igreja, que está unida ao Papa Francisco, unida aos bispos e uma Igreja que vai realizar um projeto que não é nosso, mas de Jesus Cristo”, enfatiza o pároco.


 


Diocede Ponta Grossa
Padre Jorginho Chuchene incentivando as pessoas a levar para casa e responder o questionário   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Primeiro, os agentes pastorais rezaram e refletiram sobre as questões. Agora, é a vez da comunidade   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia