DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 22/03/2022

Conselho Regional tem leigos da Diocese de Ponta Grossa

Roberto Barbosa, Silvana Spsila e Claudimar Barbosa integram diretoria

 
O presidente Walter Fernandes e seu vice, Beto Barbosa O presidente Walter Fernandes e seu vice, Beto Barbosa | Crédito: Assessoria de Comunicação Regional Sul 2

A Diocese de Ponta Grossa está bem representada na nova diretoria do Conselho Nacional do Laicato do Brasil Regional Sul 2. Eleito no último dia 12, em assembleia em Guarapuava, o grupo que dirigirá os rumos do conselho pelo próximo triênio 2022/2025 terá Roberto Mistrorigo Barbosa, como vice-presidente; Silvana Machado Spsila, tesoureira, e Claudimar Barbosa da Silva, como conselheiro fiscal. Roberto Barbosa, leigo cristão inaciano, caminhante da nossa igreja por mais de 50 anos em diversos movimentos sociais, políticos, religiosos, hoje ocupa o papel de coordenador da Comissão Nacional de Formação do CNLB e foi convidado a assumir também, pelos próximos três anos, a presidência da Província de Curitiba, junto ao laicato.


     Silvana Spsila participa da Paróquia Santo Antônio, de Imbituva. Já era a primeira tesoureira e foi reconduzida à mesma função, além de ter sido eleita como delegada da Província para representar o Regional na Assembleia Nacional. O advogado Claudimar Barbosa não era ligado a coordenação do Conselho do Laicato do Regional, mas acompanhava a atuação do Conselho Diocesano. É paroquiano da Paróquia/Catedral Sant’Ana e responde pela Pastoral da Sobriedade na Diocese. “Neste momento estamos fortalecendo os conselhos de leigos das dioceses, arqui/diocese para constituí-los, lembrando que os conselhos não são um serviço pastoral e nem movimentos, mas sim um estado de vida com identidade, vocação, espiritualidade e missão”, comenta Beto Barbosa, citando que a assembleia reuniu16 dioceses e a Metropolita Ucraniana.


     De acordo com Barbosa, no Brasil há em média um padre a cada 12 mil leigos. Nas igrejas evangélicas há um pastor para cada cem fiéis. “Aí fica evidenciado nosso potencial e necessidade de evangelização, entretanto a maior parte dos batizados ainda não tomou plena consciência de sua pertença à igreja. Sentem-se católicos, mas não igreja. Como diz o documento de Aparecida, a grande maioria de nossos católicos, nasce, vive e morre sem pertença da igreja. Sentimos o grande desafio que nos é colocado neste momento pelo Papa Francisco, que na verdade vem desde a época dos primeiros cristãos, a formação de uma igreja sinodal, um ‘caminhar juntos’, à luz da vida de Jesus e de nossos documentos, nossa vocação laical nos convida a viver com dignidade em conjunto com todo o clero colocando nossos dons e carismas para o serviço de todos”, destaca.


     O advogado Walter de Souza Fernandes, da Arquidiocese de Maringá, foi escolhido para presidir o Conselho Nacional do Laicato do Brasil do Regional Sul 2. Ainda acompanharam a assembleia, em Guarapuava, Simone Sanson da Silva, de Ponta Grossa; Luciana Regina Mainardes, da Congregação Mariana de Telêmaco Borba, e Luiz Laertes de Freitas. A Província de Cascavel vai sediar a próxima assembleia do CNLB Sul 2.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Jovem da Diocese de Ponta Grossa vai representar o Paraná em missão nacional   |   hightech   |   tesdtetetetete   |   Tibagi tem relíquias de nova santa católica   |  





Publicado em: 22/03/2022

Conselho Regional tem leigos da Diocese de Ponta Grossa

Roberto Barbosa, Silvana Spsila e Claudimar Barbosa integram diretoria

 

A Diocese de Ponta Grossa está bem representada na nova diretoria do Conselho Nacional do Laicato do Brasil Regional Sul 2. Eleito no último dia 12, em assembleia em Guarapuava, o grupo que dirigirá os rumos do conselho pelo próximo triênio 2022/2025 terá Roberto Mistrorigo Barbosa, como vice-presidente; Silvana Machado Spsila, tesoureira, e Claudimar Barbosa da Silva, como conselheiro fiscal. Roberto Barbosa, leigo cristão inaciano, caminhante da nossa igreja por mais de 50 anos em diversos movimentos sociais, políticos, religiosos, hoje ocupa o papel de coordenador da Comissão Nacional de Formação do CNLB e foi convidado a assumir também, pelos próximos três anos, a presidência da Província de Curitiba, junto ao laicato.


     Silvana Spsila participa da Paróquia Santo Antônio, de Imbituva. Já era a primeira tesoureira e foi reconduzida à mesma função, além de ter sido eleita como delegada da Província para representar o Regional na Assembleia Nacional. O advogado Claudimar Barbosa não era ligado a coordenação do Conselho do Laicato do Regional, mas acompanhava a atuação do Conselho Diocesano. É paroquiano da Paróquia/Catedral Sant’Ana e responde pela Pastoral da Sobriedade na Diocese. “Neste momento estamos fortalecendo os conselhos de leigos das dioceses, arqui/diocese para constituí-los, lembrando que os conselhos não são um serviço pastoral e nem movimentos, mas sim um estado de vida com identidade, vocação, espiritualidade e missão”, comenta Beto Barbosa, citando que a assembleia reuniu16 dioceses e a Metropolita Ucraniana.


     De acordo com Barbosa, no Brasil há em média um padre a cada 12 mil leigos. Nas igrejas evangélicas há um pastor para cada cem fiéis. “Aí fica evidenciado nosso potencial e necessidade de evangelização, entretanto a maior parte dos batizados ainda não tomou plena consciência de sua pertença à igreja. Sentem-se católicos, mas não igreja. Como diz o documento de Aparecida, a grande maioria de nossos católicos, nasce, vive e morre sem pertença da igreja. Sentimos o grande desafio que nos é colocado neste momento pelo Papa Francisco, que na verdade vem desde a época dos primeiros cristãos, a formação de uma igreja sinodal, um ‘caminhar juntos’, à luz da vida de Jesus e de nossos documentos, nossa vocação laical nos convida a viver com dignidade em conjunto com todo o clero colocando nossos dons e carismas para o serviço de todos”, destaca.


     O advogado Walter de Souza Fernandes, da Arquidiocese de Maringá, foi escolhido para presidir o Conselho Nacional do Laicato do Brasil do Regional Sul 2. Ainda acompanharam a assembleia, em Guarapuava, Simone Sanson da Silva, de Ponta Grossa; Luciana Regina Mainardes, da Congregação Mariana de Telêmaco Borba, e Luiz Laertes de Freitas. A Província de Cascavel vai sediar a próxima assembleia do CNLB Sul 2.


Diocede Ponta Grossa
O presidente Walter Fernandes e seu vice, Beto Barbosa   |   Assessoria de Comunicação Regional Sul 2

Diocede Ponta Grossa
Dom Amilton, bispo de Guarapuava, celebrou a Santa Eucaristia   |   Assessoria de Comunicação Regional Sul 2

Diocede Ponta Grossa
Os representantes da Diocese de Ponta Grossa participaram das discussões ao lado de outras 15 dioceses   |   Assessoria de Comunicação Regional Sul 2


Navegue até a sua Paróquia