DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 14/06/2022

Corpus Christi voltará a ganhar as ruas

Mais de 50 mil pessoas devem acompanhar a procissão

 
Ano passado, sem procissão. Apenas a recepção ao Santíssimo, de longe Ano passado, sem procissão. Apenas a recepção ao Santíssimo, de longe | Crédito: Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

    \"A Eucaristia é o sacramento da unidade. Quem a recebe não pode deixar de ser artífice de unidade, porque nasce nele, no seu «DNA espiritual», a construção da unidade. Que este Pão de unidade nos cure da ambição de prevalecer sobre os outros, da ganância de entesourar para nós mesmos, de fomentar discórdias e disseminar críticas; que desperte a alegria de nos amarmos sem rivalidades, nem invejas, nem murmurações maldizentes\" (Homilia do Papa Francisco, no Corpus Christi de 2017).


     Católicos de todo o mundo se preparam essa semana para a Solenidade de Corpus Christi, a procissão com a hóstia consagrada, que recorda a presença real de Jesus na Eucaristia. Trata-se de uma das festas mais importantes e um dos momentos mais intensos de oração para a fé católica, que teve sua origem no século XIII. A procissão inicia às 14h30 desta quinta-feira (16), em frente ao Asilo São Vicente, em Ponta Grossa. Com o tema ‘Eucaristia: Caminhar juntos para a Educação e a Paz’, a Solenidade tem como gesto concreto a arrecadação de alimentos para atender famílias em situação de vulnerabilidade.


     Depois de dois anos sem ganhar às ruas, a procissão está sendo esperada com muita ansiedade. A expectativa é que seja superada a marca das 50 mil pessoas, registradas, em média, nas edições antes da pandemia. Os representantes das paróquias, movimentos, associações e organismos católicos estarão a postos nas ruas do centro da cidade, ao longo da Rua Júlio de Castilho até a Benjamin Constant, a partir das 7 horas. A previsão é que as vias por onde passará a procissão sejam fechadas para o trânsito às 8 horas. A presença do bispo Dom Sergio Arthur Braschi ainda não foi confirmada.  


     Haverá pontos de coleta para a arrecadação de alimentos. Serão veículos identificados, colocados pelo trajeto e que irão facilitar a entrega dos donativos. As paróquias estão sendo orientadas a motivar as pessoas para que façam suas doações, na própria comunidade. Os alimentos serão encaminhados, posteriormente, para os Vicentinos que os distribuirão.   


     Os tapetes montados para receber a passagem do Santíssimo terão largura 1,5m. O que se tem pedido é que o conjunto dos tapetes remeta a um caminho de unidade da Igreja ‘nas diversas paróquias’. Entre os subtemas sugeridos estão as diretrizes da Ação Evangelizadora com os pilares da Palavra, Pão, Caridade e Missão, lembrando que a prioridade diocesana é ‘Igreja e Família de portas abertas na cultura urbana’. Ainda a Campanha da Fraternidade 2022: Fraternidade e Educação com o lema: ‘Fala com sabedoria, ensina com amor’ (Pr 31,26). Também a Ação Evangelizadora Cada Comunidade uma Nova Vocação’ e o Sínodo dos bispos 2021 -2023, por uma Igreja Sinodal: Comunhão, Participação, Missão. “Com zelo e criatividade a ornamentação nos ajudará no testemunho de fé”, considera o coordenador diocesano da Ação Evangelizadora, padre Joel Nalepa.


      A peregrinação do Santíssimo Sacramento será transmitida pela Rádio Sant’Ana FM. O festejo solene do mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo –estará sendo celebrado por todas as demais 16 cidades da Diocese de Ponta Grossa. Cada paróquia vem se organizando com missas e procissão, ao longo do dia. 


 


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Jovem da Diocese de Ponta Grossa vai representar o Paraná em missão nacional   |   hightech   |   tesdtetetetete   |   Tibagi tem relíquias de nova santa católica   |  





Publicado em: 14/06/2022

Corpus Christi voltará a ganhar as ruas

Mais de 50 mil pessoas devem acompanhar a procissão

 

    \"A Eucaristia é o sacramento da unidade. Quem a recebe não pode deixar de ser artífice de unidade, porque nasce nele, no seu «DNA espiritual», a construção da unidade. Que este Pão de unidade nos cure da ambição de prevalecer sobre os outros, da ganância de entesourar para nós mesmos, de fomentar discórdias e disseminar críticas; que desperte a alegria de nos amarmos sem rivalidades, nem invejas, nem murmurações maldizentes\" (Homilia do Papa Francisco, no Corpus Christi de 2017).


     Católicos de todo o mundo se preparam essa semana para a Solenidade de Corpus Christi, a procissão com a hóstia consagrada, que recorda a presença real de Jesus na Eucaristia. Trata-se de uma das festas mais importantes e um dos momentos mais intensos de oração para a fé católica, que teve sua origem no século XIII. A procissão inicia às 14h30 desta quinta-feira (16), em frente ao Asilo São Vicente, em Ponta Grossa. Com o tema ‘Eucaristia: Caminhar juntos para a Educação e a Paz’, a Solenidade tem como gesto concreto a arrecadação de alimentos para atender famílias em situação de vulnerabilidade.


     Depois de dois anos sem ganhar às ruas, a procissão está sendo esperada com muita ansiedade. A expectativa é que seja superada a marca das 50 mil pessoas, registradas, em média, nas edições antes da pandemia. Os representantes das paróquias, movimentos, associações e organismos católicos estarão a postos nas ruas do centro da cidade, ao longo da Rua Júlio de Castilho até a Benjamin Constant, a partir das 7 horas. A previsão é que as vias por onde passará a procissão sejam fechadas para o trânsito às 8 horas. A presença do bispo Dom Sergio Arthur Braschi ainda não foi confirmada.  


     Haverá pontos de coleta para a arrecadação de alimentos. Serão veículos identificados, colocados pelo trajeto e que irão facilitar a entrega dos donativos. As paróquias estão sendo orientadas a motivar as pessoas para que façam suas doações, na própria comunidade. Os alimentos serão encaminhados, posteriormente, para os Vicentinos que os distribuirão.   


     Os tapetes montados para receber a passagem do Santíssimo terão largura 1,5m. O que se tem pedido é que o conjunto dos tapetes remeta a um caminho de unidade da Igreja ‘nas diversas paróquias’. Entre os subtemas sugeridos estão as diretrizes da Ação Evangelizadora com os pilares da Palavra, Pão, Caridade e Missão, lembrando que a prioridade diocesana é ‘Igreja e Família de portas abertas na cultura urbana’. Ainda a Campanha da Fraternidade 2022: Fraternidade e Educação com o lema: ‘Fala com sabedoria, ensina com amor’ (Pr 31,26). Também a Ação Evangelizadora Cada Comunidade uma Nova Vocação’ e o Sínodo dos bispos 2021 -2023, por uma Igreja Sinodal: Comunhão, Participação, Missão. “Com zelo e criatividade a ornamentação nos ajudará no testemunho de fé”, considera o coordenador diocesano da Ação Evangelizadora, padre Joel Nalepa.


      A peregrinação do Santíssimo Sacramento será transmitida pela Rádio Sant’Ana FM. O festejo solene do mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo –estará sendo celebrado por todas as demais 16 cidades da Diocese de Ponta Grossa. Cada paróquia vem se organizando com missas e procissão, ao longo do dia. 


 


 


Diocede Ponta Grossa
Ano passado, sem procissão. Apenas a recepção ao Santíssimo, de longe   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Nas paróquias, as equipes enfeitaram a frente das igrejas   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Dom Sergio passeou com o Santíssimo por diversos pontos da cidade   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Em 2021, a bênção final foi dada da Catedral   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia